Convite para palestra de Mourão nos EUA irritou Carlos Bolsonaro

O vereador Carlos Bolsonaro acabara de publicar em suas redes sociais o primeiro ataque direto contra o vice-presidente Hamilton Mourão, na noite de segunda-feira, quando um seguidor lhe disse que a curtida dele a um post com críticas ao presidente Jair Bolsonaro era “cócega” perto do convite para uma palestra do número dois do Executivo nos Estados Unidos. Diante da reprodução do texto, em inglês, Carlos respondeu demonstrando incredulidade: “Meu Deus! Traduzindo e expondo logo mais! É inacreditável!”.

A mensagem aponta que os primeiros 100 dias do governo Bolsonaro foram marcados por uma “paralisia política” causada pelo próprio presidente e seu círculo mais próximo e destaca Mourão como uma “voz da razão e moderação”, capaz de prover direcionamento em assuntos domésticos e exteriores.

Afirma ainda que o vice-presidente se tornou um favoritos dos jornalistas brasileiros “por sua disposição de se envolver com a mídia e por suas importantes observações sobre a necessidade de o governo valorizar a diversidade de opiniões”.

Horas depois, já na manhã desta terça, o segundo filho mais velho do presidente postou uma tradução do que, nas palavras dele, “parece ser” convite para conferência do vice-presidente, promovida pelo Brazil Institute (Instituto Brasil) do Wilson Center e realizada no último dia 9, em Washington. A reportagem confirmou que o texto corresponde ao original.

O Globo