Com porto e aeroporto, Ilhéus discute plano de contingência para o novo coronavírus

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) de Ilhéus discutiu, em reunião realizada nesta quinta-feira (27), um plano de contingência para o enfrentamento do novo coronavírus (Covid-19). O município tem duas grandes portas de entrada para o vírus: o Porto de Malhado e o Aeroporto Jorge Amado.

Entre outras medidas, a Sesau discute a flexibilização do protocolo do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192), com os coordenadores do Departamento de Atenção Básica, Média e Alta Complexidade, Assistência Farmacêutica, Vigilâncias e Regulação.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Geraldo Magela, o plano será elaborado pelo setor de vigilância. Alguns materiais e equipamentos já foram solicitados para uso dos profissionais, a exemplo de máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção.

“É muito importante que a Sesau esteja preparada para a possível chegada da epidemia no município. Embora em Ilhéus ainda não tenham sido notificados casos de contaminação, as medidas de precaução estão sendo discutidas e alinhadas em toda rede”, ressaltou o titular da Sesau.

A elaboração do plano segue as recomendações do Ministério da Saúde e deve ser adotada por todos os setores envolvidos na ação. Também serão oferecidos treinamentos e medidas educativas com a distribuição de materiais informativos nas escolas, postos de saúde, unidades de pronto atendimento, aeroporto, terminal rodoviário, no porto e nas demais áreas de vulnerabilidade, visto que Ilhéus é uma cidade turística e durante a alta temporada recebe um número significativo de visitantes.

BN