Celular conectado ao carregador explode e queima estudante


Uma mulher sofreu queimaduras no braço e no cabelo depois que o celular do marido dela explodiu enquanto estava conectado ao carregador no quarto do casal, em Salto (SP), na madrugada de segunda-feira (23).

Ao G1, Márcio Pereira Rodrigues, de 41 anos, contou que ele e a esposa viveram momentos de pânico ao verem o aparelho em chamas.

O professor universitário contou que o celular não apresentava nenhum problema antes da explosão e estava carregando com o carregador original, no criado-mudo, ao lado da cama do casal, quando a explosão aconteceu.

Andreia Marques Jenkofsky, de 45 anos, esposa de Márcio, teve queimadura no braço. Um pedaço do cabelo dela também queimou. A estudante foi atendida em um hospital da cidade e liberada. Márcio não teve ferimentos.

“A gente só tinha visto isso em redes sociais, em vídeos, não acreditávamos que poderia acontecer com a gente. Queremos alertar as pessoas, para que tenham cuidado quando forem carregar seus aparelhos”, conta Márcio.

O casal entrou em contato com a empresa Motorola que pediu que o aparelho fosse enviado para a unidade deles em São Paulo. O professor informou que vai registrar um boletim de ocorrência.

O G1 entrou em contato com a empresa Motorola Lenovo, marca do aparelho, mas não teve retorno até a publicação desta reportagem.