Chegou a hora do Brasil investir na 3ª dose? Entenda o que se sabe sobre o reforço das vacinas

 

Foto: Shutterstock

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

À medida que a Bahia e o Brasil avançam na vacinação contra a covid-19, uma nova questão tem sido cada vez mais difícil de ignorar: a iminência da necessidade de uma terceira dose para quem já foi imunizado. As notícias que vêm do exterior parecem estar todas na mesma direção, países como França, Alemanha, Estados Unidos e Israel já planejam doses de reforço, ignorando os apelos da Organização Mundial da Saúde (OMS).

(mais…)

Farmacêutica dará início a testes clínicos de vacina contra Covid-19 em forma de pílula

A empresa farmacêutica israelense Oramed vai iniciar testes clínicos de uma vacina Covid-19 em forma de pílula. Os ensaios estão previstos para ser iniciados nos primeiros dias deste mês de agosto, conforme informou o CEO da empresa, Nadav Kidron, em entrevista a Agência AFP.

Caso se confirma a eficácia da vacina nesse novo método, as pessoas seriam imunizadas sem agulhas e sem necessidade de profissionais da saúde para administrar. Diante disso, o argumento de Kidron é que este tipo de vacina oral seria atraente para o mundo em desenvolvimento porque reduz a carga logística das campanhas de imunização.

(mais…)

Butantan pede autorização a Anvisa para vacinar crianças com a Coronavac

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu hoje (30) o pedido do Instituto Butantan para ampliar a faixa etária de indicação da vacina CoronaVac, vacina contra a covid-19 desenvolvida em parceria com laboratório Sinovac.

A empresa quer incluir o público de crianças e adolescentes na faixa de 3 a 17 anos de idade na bula da vacina.

(mais…)

Estudo sobre Coronavac não comprova necessidade de reforço com terceira dose

Um estudo publicado por pesquisadores chineses mostrou que uma terceira dose da CoronaVac, vacina contra a covid-19 desenvolvida pela farmacêutica Sinovac, impulsiona o número de anticorpos produzidos pelo organismo.

Os dados não significam, necessariamente, que países que aplicam esta vacina, como o Brasil, devem dar uma dose adicional agora. Mais pesquisas ainda são necessárias para determinar a necessidade do reforço.

Na segunda-feira (26), a secretária extraordinária de enfrentamento à covid-19 do Ministério da Saúde, Rosana Leite, descartou que seja feita a aplicação de terceira dose – ou dose de reforço – de qualquer que seja o imunizante no país.

No lugar, Rosana afirmou que a pasta já discute o calendário vacinal do próximo ano, o que será motivo de fórum entre especialistas brasileiros e comunidade internacional.

R7

Com novas remessas, Bahia totaliza 607.700 doses de vacinas recebidas

Após receber mais de 211 mil doses de vacinas contra Covid-19 na madrugada de terça-feira (20), uma nova remessa de imunizantes chegou à Bahia na noite desta terça. O estado recebeu 314 mil doses da AstraZeneca/Oxford/Fiocruz, destinada para primeira e segunda aplicação.

Novas doses do imunizante da Pfizer também desembarcaram no aeroporto de Salvador. Foram 81.900 doses, totalizando 607.700 vacinas recebidas nesta terça-feira.

Com as novas remessas, a Bahia chegou ao total de 10.222.380 doses de vacinas recebidas, sendo 3.554.400 da Coronavac, 5.373.050 da Oxford/AstraZeneca, 1.040.130 da Pfizer e 254.800 da Janssen.

BN

População a partir de 34 anos recebe a vacina contra a covid-19 neste sábado em Córrego de Pedras

Neste sábado, 10, a Secretaria Municipal de Saúde inicia por Córrego de Pedras a vacinação das pessoas a partir de 34 anos. Na cidade, nesta semana, a vacinação foi direcionada para a população com idade igual ou superior a 36 anos e para as pessoas aptas a tomar a segunda dose da vacina AstraZeneca/Oxford.

Em Córrego de Pedras, além da vacinação contra a Covid-19, também terá aplicação da vacina contra influenza/H1N1 para todas as pessoas a partir de 6 meses de idade, como também atualização do cartão de vacinação. A vacina contra a influenza foi liberada para todos os públicos na cidade ontem, 08, e está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde.

A vacinação em Córrego de Pedras será na Escola Raulina Rodrigues de Santana (antiga Presidente Médici), das 08h às 12h. Para se vacinar a pessoa deve apresentar os seguintes documentos: cartão do SUS, CPF, cartão de vacinação, comprovante de residência ou cartão família. Os idosos acamados ou com alguma dificuldade de locomoção recebem a vacina em casa. A solicitação deve ser realizada por um responsável, no Posto de Saúde mais próximo do seu domicílio.

Já foram aplicadas em Ipiaú 22.955 mil doses da vacina, dessas 16.089 mil é o número de doses de vacina referente a 1ª dose e 6.866 mil pessoas estão imunizadas contra a Covid-19, dessas 400 receberam a vacina de dose única. Até esta sexta-feira, 09, a Secretaria Municipal de Saúde recebeu 24.380 mil doses de vacina.

Prefeitura de Ipiaú/Dircom

Saúde inclui bancários e funcionários dos Correios como prioridade na vacinação contra a Covid

 

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou nesta terça-feira (6) a inclusão de bancários e de trabalhadores dos Correios como prioritários na vacinação contra a Covid-19. A estimativa é que as duas categorias reúnam quase 600 mil pessoas.

“Duas categorias muito importantes, a categoria dos bancários e dos servidores de Correios e Telégrafos estão na linha de frente”, disse Queiroga, em entrevista coletiva com a presença dos presidentes da Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e Correios.

Segundo o ministro Luiz Eduardo Ramos, da Casa Civil, também presente na reunião, ambas as categorias elaboraram relatórios sobre o adoecimento de profissionais, que foi submetido ao Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde) e ao Conasems (Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde).

Metro1

Doria estima iniciar vacinação com Butanvac em outubro

O governador de São Paulo João Doria (PSDB), estima que a Butanvac, primeira vacina brasileira contra a Covid-19, comece a ser aplicada em outubro. As informações são da coluna de Lauro Jardim do jornal O Globo.

A Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) aprovou na quinta-feira (1º) o início dos testes em humanos com do imunizante que está sendo desenvolvida pelo Instituto Butantan e um consórcio internacional.

(mais…)

Corremos o risco de que uma variante escape das atuais vacinas e tratamentos, diz OMS

A Organização Mundial da Saúde (OMS) acompanha a evolução de quatro variantes do coronavírus consideradas “preocupantes” (entre elas a Delta) e outras sete “de interesse”. A entidade alertou nesta sexta-feira (25) sobre a possível existência de uma cepa que escape das atuais vacinas.

“O vírus vai continuar a evoluir. A variante Delta é perigosa porque é extremamente transmissível. Por enquanto, nossos diagnósticos, vacinas e tratamentos funcionam também contra ela. Mas pode haver um momento em que surja uma nova variante que escape das ferramentas de combate que já temos”, disse a líder técnica para Covid-19, Maria van Kerkhove.

(mais…)

Governo da Bahia vai definir cidades para completar a imunização da população com Sputnik


A Bahia vai definir quatro ou cinco cidades de cerca de 50 mil habitantes para completar a imunização de 100% da população contra a Covid-19 com a vacina russa Sputnik V. Uma reunião da cúpula do governo do estado vai acontecer nesta segunda-feira (14) para analisar quais serão os municípios contemplados. A informação foi dada pelo governador do estado, Rui Costa (PT), durante coletiva hoje.

O secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, já havia sinalizado na semana passada que Salvador e as maiores cidades do estado não deveriam receber as primeiras remessas de doses da vacina Sputnik V. Segundo Vilas-Boas, o tamanho da capital baiana tornaria o processo de acompanhamento de efeitos colaterais mais difícil. Esse monitoramento foi uma das exigências da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para permitir o uso excepcional da vacina no país.

A estratégia do governo da Bahia foi acordada, segundo o governador, com outros estados do Nordeste, que devem adotar a mesma conduta.

(mais…)

Ipiaú: Secretaria de Saúde informa apenas uma dose aplicada em homem que diz ter tomado duas vacinas

 

Chamou a atenção da comunidade afirmação feita por um ouvinte do programa Jornal da Nova nesta quarta-feira (25) dando conta de que teria tomado duas doses de vacinas diferentes: a primeira da Coronavac e a segunda da AstraZeneca. As duas, conforme disse, em um intervalo de 15 dias – muito abaixo do prazo necessário para a segunda aplicação conforme a orientação de especialistas.

Antônio Rocha de Matos foi procurado pela equipe da secretária Laryssa Dias, que buscou mais informações junto aos responsáveis pela vacinação do idoso.

Segundo apuração do setor, ele tomou a primeira dose da AstraZeneca em 23 de março e deverá tomar a segunda em 23 de junho.

A agente responsável pela vacinação do idoso ainda disse chegou a fazer uma visita em sua residência para informar a seus familiares de que a segunda dose da vacina deveria ocorrer em um prazo de 90 dias. Também conforme a agente, Antônio não recebeu a vacina Coronavac.

Para a secretária, é necessário se dirimir dúvidas para evitar qualquer tipo de desconfiança que abale o ritmo de vacinação no município

“A denúncia dele foi muito séria. Não deveria fazer isso porque a comunidade pensa que é verdade e depois não vão acreditar nos profissionais e na vacinação”, comentou.

Ipiaú Online

“A possibilidade de 3ª dose em idosos tem sido discutida”, diz pesquisadora da Fiocruz

A médica infectologista e pesquisadora da Fiocruz, Fernanda Grassi, alertou sobre a possibilidade da aplicação de uma terceira dose das vacinas contra a Covid-19 nos idosos. Segundo ela, já é esperado que pessoas mais velhas tenham uma resposta menos eficaz aos imunizantes e, por isso, a necessidade de um reforço.

“Os idosos têm um sistema imune menos funcional que o dos jovens. É normal que com o avanço da idade ocorra uma diminuição da produção de anticorpos e consequentemente respondam de maneira menos eficaz às vacinas. Isso já é esperado”, esclarece.

(mais…)

Instituto Butantan recebe hoje insumo para retomar produção da Coronavac

O Instituto Butantan recebe nesta terça (25) um lote com 3.000 litros de IFA (Insumo Farmacêutico Ativo) para produção de aproximadamente 5 milhões de doses da Coronavac.

A fabricação da vacina contra o novo coronavírus foi interrompida na semana passada por causa da falta da matéria-prima.

A chegada do voo com os insumos importados da China está prevista para a tarde desta terça-feira.

(mais…)

Bahia pode atingir a marca de 10 milhões de vacinados até o fim de julho, afirma Rui

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), acredita que é possível que o estado atinja a marca de 10 milhões de vacinados contra a Covid-19 até o fim de julho deste ano. Previsão, no entanto, depende da regularização das entregas de imunizantes produzidos pelo Instituto Butantan e Fiocruz, além da Anvisa aprovar a vacina russa Sputnik V.

(mais…)