Bahia tem 79,7% da população acima de 12 anos vacinada com a primeira dose

Com 10.150.478 vacinados contra o coronavírus (Covid-19) com a primeira dose ou dose única, a Bahia já vacinou 79,72% da população com 12 anos ou mais, estimada em 12.732.254. Cerca de 5.680.278 de pessoas estão imunizadas com as duas doses ou a dose única, ou seja, 44,6% do público alvo.

Em Salvador, 2.098.094 receberam a primeira dose ou dose única da vacina, o que corresponde a 99% do público alvo vacinado (2.119.195 pessoas, sendo 1.977.574 indivíduos com 18 anos ou mais e 141.621 adolescentes cadastrados). A parcela da população totalmente imunizada é de 1.265.282 pessoas, ou seja, 59,7%.

Já a terceira dose, de reforço, para os idosos com 60 anos ou mais, imunossuprimidos e profissionais da área da saúde acima de 50 anos foi aplicada em 54.798 indivíduos na capital baiana.

Metro 1

Argentina aprova uso da vacina Sinopharm para crianças de 3 a 11 anos

Foto: Pexels

O governo da Argentina anunciou a aprovação do uso da vacina da Sinopharm, de origem chinesa, para imunizar crianças de 3 a 11 anos contra a Covid-19, única faixa etária que ainda não iniciou o processo de imunização no país sul-americano.

“É um grande passo em nossa campanha de vacinação e se soma à escalada de vacinação de adolescentes que planejamos para outubro”, declarou a ministra da Saúde, Carla Vizzotti, em uma coletiva de imprensa conjunta com seu colega da Educação, Jaime Perczyk.

(mais…)

Pfizer pede à Anvisa inclusão de 3ª dose na bula para todos os maiores de 12 anos

A  Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu nesta terça-feira, 28, a solicitação da farmacêutica Pfizer para alterar a posologia da sua vacina contra a covid-19. A solicitação tem como intuito a aprovação do uso da 3ª dose do imunizante. Atualmente, a bula só prevê aplicações de duas doses da vacina.

A empresa quer que seja avaliada a aplicação de uma terceira dose do seu imunizante de forma homóloga, ou seja, a aplicação de uma 3ª dose em todos que já receberam duas doses do imunizante há pelo menos 6 meses.O prazo de avaliação do pedido é de 30 dias, desde que não haja a necessidade de esclarecimentos adicionais. O pedido do uso da 3ª dose da farmacêutica engloba as faixas etárias acima de 12 anos.

“A solicitação da Pfizer trata da vacinação homóloga, ou seja, aplicação de dose de reforço em voluntários que receberam as duas doses iniciais da vacina Comirnaty há pelo menos 6 meses. A proposta envolve todas as faixas etárias atualmente incluídas na bula, ou seja, pessoas com 12 ou mais anos de idade”, afirma a Anvisa. “O estudo clínico apresentado para subsidiar as alegações de eficácia e segurança da aplicação de dose de reforço contaram com a participação de voluntários brasileiros. (mais…)

Ipiaú: Terceira dose da vacina contra Covid-19 começa a ser aplicada nesta segunda-feira

Começa nesta segunda-feira (20) para a população a partir 80 anos, idosos asilados e pacientes imunossuprimidos a aplicação da terceira dose da vacina contra a Covid-19.

Para se vacinar é necessária a apresentação do cartão do SUS atualizado, CPF, Cartão de Vacinação, comprovante de residência ou Cartão Família. Pacientes imunossupromidos devem apresentar laudo.

Pessoas acamadas ou com mobilidade reduzida recebem a vacina em casa. A solicitação deve ser realizada por um responsável no Posto de Saúde mais próximo do seu domicílio .

PMI/Dircom/ Ipiaú Online

Vacina da Pfizer não foi causa provável de morte de adolescente, diz governo de São Paulo

Foto: Marcelo Frazão /Agência Brasil

A Secretaria da Saúde de São Paulo chegou a conclusão nesta sexta (17) que a vacina da Pfizer não foi a causa provável da morte de uma adolescente de 16 anos em São Bernardo do Campo (SP), mas sim uma doença autoimune.

A jovem morreu no último dia 2, sete dias após receber o imunizante contra a Covid-19. Na quinta (16), o governo Jair Bolsonaro usou o caso como justificativa para suspender a orientação sobre vacinar adolescentes de 12 a 17 anos contra o novo coronavírus.

(mais…)

Terceira dose contra Covid-19 pode ser aplicada em qualquer município da Bahia

A resolução da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) que regulamentou que cidades baianas apliquem a 2º dose da vacina contra a Covid-19 para moradores de outros municípios também vale para a aplicação da terceira dose.

De acordo com a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), o entendimento é o mesmo e o objetivo é que vacinar o maior número de pessoas aptas, em uma estratégia para conter o avanço da variante Delta no estado.

A Comissão aprovou na última nesta sexta-feira (27) a antecipação da dose de reforço (3ª dose) para idosos de 80 anos ou mais; idosos que vivem em Instituições de Longa Permanência (ILPI); imunossuprimidos; e profissionais de saúde ativos da linha de frente, com idade acima de 60 anos. (mais…)

Terceira dose de reforço contra Covid-19 deve começar a ser aplicada em setembro, diz Queiroga

Foto: Jeferson Soares /Secom

A aplicação de vacinas que serviram como um reforço para a proteção contra a Covid-19 terá início ao que tudo indica no dia 15 de setembro, segundo o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. A informação foi confirmada por ele ao site Metrópoles.

Queiroga já havia adiantado que a imunização com a terceira dose começaria com os profissionais na saúde idosos, grupos que foram considerados prioritários no início da campanha de imunização no Brasil no início deste ano.

(mais…)

Anvisa rejeita por unanimidade Coronavac para crianças e adolescentes

A diretora Meiruze Sousa Freitas, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), votou, no início da noite desta quarta-feira (18/8), contra uso emergencial da vacina Coronavac para a população entre 3 e 17 anos. Ela foi acompanhada pelos diretores Romison Rodrigues Mota, Alex Machado Campos e Cristiane Rose Jourdan e pelo presidente, Antonio Barra Torres, formando unanimidade na votação.

A Anvisa se reuniu, nesta quarta-feira (18/8), para decidir se autoriza o uso emergencial do imunizante em crianças e adolescentes.

(mais…)

Chegou a hora do Brasil investir na 3ª dose? Entenda o que se sabe sobre o reforço das vacinas

 

Foto: Shutterstock

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

À medida que a Bahia e o Brasil avançam na vacinação contra a covid-19, uma nova questão tem sido cada vez mais difícil de ignorar: a iminência da necessidade de uma terceira dose para quem já foi imunizado. As notícias que vêm do exterior parecem estar todas na mesma direção, países como França, Alemanha, Estados Unidos e Israel já planejam doses de reforço, ignorando os apelos da Organização Mundial da Saúde (OMS).

(mais…)

Farmacêutica dará início a testes clínicos de vacina contra Covid-19 em forma de pílula

A empresa farmacêutica israelense Oramed vai iniciar testes clínicos de uma vacina Covid-19 em forma de pílula. Os ensaios estão previstos para ser iniciados nos primeiros dias deste mês de agosto, conforme informou o CEO da empresa, Nadav Kidron, em entrevista a Agência AFP.

Caso se confirma a eficácia da vacina nesse novo método, as pessoas seriam imunizadas sem agulhas e sem necessidade de profissionais da saúde para administrar. Diante disso, o argumento de Kidron é que este tipo de vacina oral seria atraente para o mundo em desenvolvimento porque reduz a carga logística das campanhas de imunização.

(mais…)

Butantan pede autorização a Anvisa para vacinar crianças com a Coronavac

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu hoje (30) o pedido do Instituto Butantan para ampliar a faixa etária de indicação da vacina CoronaVac, vacina contra a covid-19 desenvolvida em parceria com laboratório Sinovac.

A empresa quer incluir o público de crianças e adolescentes na faixa de 3 a 17 anos de idade na bula da vacina.

(mais…)

Estudo sobre Coronavac não comprova necessidade de reforço com terceira dose

Um estudo publicado por pesquisadores chineses mostrou que uma terceira dose da CoronaVac, vacina contra a covid-19 desenvolvida pela farmacêutica Sinovac, impulsiona o número de anticorpos produzidos pelo organismo.

Os dados não significam, necessariamente, que países que aplicam esta vacina, como o Brasil, devem dar uma dose adicional agora. Mais pesquisas ainda são necessárias para determinar a necessidade do reforço.

Na segunda-feira (26), a secretária extraordinária de enfrentamento à covid-19 do Ministério da Saúde, Rosana Leite, descartou que seja feita a aplicação de terceira dose – ou dose de reforço – de qualquer que seja o imunizante no país.

No lugar, Rosana afirmou que a pasta já discute o calendário vacinal do próximo ano, o que será motivo de fórum entre especialistas brasileiros e comunidade internacional.

R7

Com novas remessas, Bahia totaliza 607.700 doses de vacinas recebidas

Após receber mais de 211 mil doses de vacinas contra Covid-19 na madrugada de terça-feira (20), uma nova remessa de imunizantes chegou à Bahia na noite desta terça. O estado recebeu 314 mil doses da AstraZeneca/Oxford/Fiocruz, destinada para primeira e segunda aplicação.

Novas doses do imunizante da Pfizer também desembarcaram no aeroporto de Salvador. Foram 81.900 doses, totalizando 607.700 vacinas recebidas nesta terça-feira.

Com as novas remessas, a Bahia chegou ao total de 10.222.380 doses de vacinas recebidas, sendo 3.554.400 da Coronavac, 5.373.050 da Oxford/AstraZeneca, 1.040.130 da Pfizer e 254.800 da Janssen.

BN

População a partir de 34 anos recebe a vacina contra a covid-19 neste sábado em Córrego de Pedras

Neste sábado, 10, a Secretaria Municipal de Saúde inicia por Córrego de Pedras a vacinação das pessoas a partir de 34 anos. Na cidade, nesta semana, a vacinação foi direcionada para a população com idade igual ou superior a 36 anos e para as pessoas aptas a tomar a segunda dose da vacina AstraZeneca/Oxford.

Em Córrego de Pedras, além da vacinação contra a Covid-19, também terá aplicação da vacina contra influenza/H1N1 para todas as pessoas a partir de 6 meses de idade, como também atualização do cartão de vacinação. A vacina contra a influenza foi liberada para todos os públicos na cidade ontem, 08, e está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde.

A vacinação em Córrego de Pedras será na Escola Raulina Rodrigues de Santana (antiga Presidente Médici), das 08h às 12h. Para se vacinar a pessoa deve apresentar os seguintes documentos: cartão do SUS, CPF, cartão de vacinação, comprovante de residência ou cartão família. Os idosos acamados ou com alguma dificuldade de locomoção recebem a vacina em casa. A solicitação deve ser realizada por um responsável, no Posto de Saúde mais próximo do seu domicílio.

Já foram aplicadas em Ipiaú 22.955 mil doses da vacina, dessas 16.089 mil é o número de doses de vacina referente a 1ª dose e 6.866 mil pessoas estão imunizadas contra a Covid-19, dessas 400 receberam a vacina de dose única. Até esta sexta-feira, 09, a Secretaria Municipal de Saúde recebeu 24.380 mil doses de vacina.

Prefeitura de Ipiaú/Dircom