Vacinação contra a gripe é ampliada em todo Brasil a partir deste sábado

Foto: Tomaz Silva / Agência Brasil

Toda a população, a partir de seis meses, poderá se vacinar contra a gripe a partir deste sábado (25). Com o término da campanha nacional de vacinação na sexta-feira (24), estados e municípios poderão ampliar a oferta ao público geral enquanto durarem os estoques de imunizantes.

Neste ano, a campanha foi voltada às crianças de seis meses a menores de cinco anos, trabalhadores da saúde, gestantes, puérperas, indígenas e idosos. Quem faz parte do público-alvo e ainda não se imunizou, também poderá se vacinar após a ampliação da campanha.

(mais…)

OMS avalia decretar varíola dos macacos como emergência de saúde global

Reprodução: Pixabay

A Organização Mundial de Saúde (OMS) vai reunir seu comitê de emergência nesta quinta-feira (23) para avaliar se o surto da varíola dos macacos exige que se declare uma emergência global. No Brasil, 11 casos de contaminados já foram confirmados.

Ao considerar a doença uma emergência global, a OMS avaliaria o surto como um “evento extraordinário” e consideraria que a doença pode se disseminar por ainda mais países. A decisão também daria à varíola a mesma distinção da pandemia da covid-19 e do esforço em andamento para erradicar a poliomielite.

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, já havia, na última semana, considerado a doença como “pouco usual e preocupante”. De acordo com ele, a varíola dos macacos já foi identificada em mais de 40 países, sobretudo na Europa. A OMS também já propôs a criação de um mecanismo de compartilhamento de vacinas para ajudar os países afetados.

Janssen: Saúde amplia aplicação do reforço para quem recebeu vacina de dose única

Reprodução: Shutterstock

O Ministério da Saúde ampliou o público elegível para doses de reforço contra covid-19 entre aqueles que foram imunizados primariamente com a vacina da Janssen, nesta segunda-feira, 20. Pessoas com 18 anos ou mais estão aptas a receber o 2º reforço (terceira dose), e aqueles com 40 ou mais, para o 3º (quarta dose).
Pessoas de 18 a 39 devem buscar o 2º reforço quatro meses após o 1º. E brasileiros com 40 ou mais podem atualizar a imunização quatro meses depois do 2º.

Antes, a pasta recomendava o 2º apenas para pessoas com 5o anos ou mais. Aqueles entre 18 e 49 anos estavam aptos apenas para o 1º reforço, após dois meses da aplicação da dose única. No caso da vacinação de reforço para pessoas que receberam a dose única, a pasta recomenda uso de imunizantes Pfizer, AstraZeneca e Janssen.

Na segunda, o ministério também liberou a quarta dose – ou 2º reforço – para pessoas com 40 ou mais que foram vacinadas inicialmente com Pfizer, Coronavac ou Astrazeneca. (mais…)

Pesquisadores identificam método capaz de prever gravidade da covid-19

O estudo foi publicado na revista científica Journal of Proteome Research – Foto: Marcello Casal Jr | Agência Brasil

Pesquisadores do Instituto de Química de São Carlos (IQSC), da Universidade de São Paulo, identificaram um método com potencial para prever a gravidade da infecção por covid-19 nos pacientes, a partir da análise do plasma sanguíneo. O sistema pode servir como ferramenta de triagem no atendimento dos infectados e ser utilizado a fim de evitar a evolução da doença. O estudo foi publicado na revista científica Journal of Proteome Research.

De acordo com a pesquisa, os pacientes infectados pela doença tiveram variações na concentração de seis substâncias encontradas no sangue, chamadas de metabólitos, sendo elas glicerol, acetato, 3-aminoisobutirato, formato, glucuronato e lactato. As análises revelaram que, quanto maior o desequilíbrio na quantidade dessas substâncias no início da infecção, mais graves eram os quadros de saúde que os pacientes desenvolviam.

(mais…)

Covid: Ministério da Saúde deve liberar 4ª dose para todos acima de 18 anos

O Ministério da Saúde deve liberar a quarta dose da vacina contra a covid-19 para todos os brasileiros acima de 18 anos. A previsão é que, ainda nesta semana, a faixa etária acima dos 40 anos possa receber o segundo reforço do imunizante.

Até agora, apenas pessoas com mais de 50 anos, profissionais da saúde e imunossuprimidos têm acesso à quarta dose. De acordo com informações do jornal O Globo, a pasta está avaliando se todas as faixas etárias serão contempladas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) ou se parte delas precisará se imunizar em clínicas particulares. Os imunizantes utilizados devem ser os da Astrazeneca e Pfizer. O intervalo de aplicação será de quatro meses após a terceira dose (mais…)

Saúde vai liberar quarta dose para pessoas a partir de 40 anos

O Ministério da Saúde vai estender a quarta dose da vacina contra a Covid-19 para a faixa etária a partir de 40 anos na próxima semana. Na próxima segunda-feira, 20, a pasta deve publicar uma nota técnica que oficializa a ampliação.

Dessa forma, estados e municípios deverão aplicar Pfizer, AstraZeneca ou Janssen conforme a disponibilidade do estoque. O intervalo seguirá o padrão adotado anteriormente, que é o de pelo menos quatro meses a partir da última dose.

A decisão ocorre baseada em uma recomendação dos integrantes do Comitê Técnico Assessor em Imunizações do Programa Nacional de Imunizações (CTAI PNI), formado por especialistas das esferas federal, estadual e municipal e do setor privado.

(mais…)

Bahia: Secretaria da Saúde descarta caso suspeito de varíola dos macacos

Varíola dos macacos é semelhante à varíola que já foi erradicada, mas menos severa e menos infecciosa — Foto: Science Photo Library

A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) descartou, na manhã desta quinta-feira (16), o caso suspeito de varíola dos macacos que estava sendo investigado em um paciente de Salvador.

O caso foi investigado pelos centros de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) da capital baiana e do estado. O resultado foi divulgado pelo laboratório de referência nacional.

De acordo com a Sesab, a suspeita começou após um morador de Salvador apresentar três sintomas da doença causada pelo vírus Monkeypox: febre alta de início súbito, adenomegalia e erupção cutânea. Ele segue internado em um hospital da rede privada da capital baiana.

(mais…)

Ministério da Saúde confirma mais um caso de varíola dos macacos; país já tem seis

Reprodução:Pixabay

O Ministério da Saúde confirmou, nesta quinta-feira (16), que mais um caso de varíola dos macacos.

Trata-se de um paciente de 28 anos, morador de Indaiatuba, São Paulo, com histórico de viagem para a Europa. Ele está em isolamento e apresenta estado clínico estável, sem complicações.

Até o momento, o Brasil tem seis casos confirmados, sendo quatro em São Paulo, um no Rio Grande do Sul e um no Rio de Janeiro. O caso suspeito na Bahia foi descartado.

Com informações do site Metro1

Ipiaú: Vacinação contra covid-19 será realizada na praça Ruy Barbosa neste sábado

A Secretaria de Saúde promoverá mais uma ação de vacinação contra o coronavirus, desta vez na praça Ruy Barbosa, neste sábado, 18, das 08h às 14h. O objetivo é dar continuidade no aumento do número de vacinados e do cumprimento do ciclo vacinal, com foco na importância de estar devidamente protegido neste período de festas juninas, onde há aglomeração.

“Pedimos a população de ipiaú que aproveite esse sábado e compareça na praça para se vacinar. A vacinação é segura tanto para crianças e adultos, e é importante que aqueles que pertencem ao público estejam devidamente com o ciclo vacinal completo”, ressalta a secretária de saúde Laryssa Dias.

Público-alvo

A primeira e segunda dose já valem para os maiores de 5 anos. Os maiores de 12 anos podem tomar a terceira dose após 4 meses da segunda aplicação, já a quarta dose está liberada aos maiores de 50 anos após 4 meses da aplicação da terceira.

Para vacinar, é necessário levar cartão do SUS atualizado, CPF, cartão de vacinação, comprovante de residência ou Cartão Família. No caso de vacinação infantil, a aplicação é realizada somente na presença dos pais ou responsável, e em caso de falta, a vacinação deverá ser autorizada através de um termo de consentimento.

Prefeitura de Ipiaú / DIRCOM

Bahia registra primeiro caso suspeito de varíola dos macacos

Reprodução: Shutterstock

A Bahia registrou o primeiro caso suspeito da varíola dos macacos, segundo informou nesta quarta-feira (15) a Secretaria da Saúde do Estado. O caso, em Salvador, é monitorado pelos centros de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) municipal e estadual.

O doente, que mora na capital baiana, foi internado com sintomas comum da varíola dos macacos: febre alta de início súbito, adenomegalia, que é um aumento dos linfonodos do pescoço, e erupção cutânea. Ele está em um hospital privado de Salvador.

Amostra do paciente foi enviada ao Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA), que encaminhou para a referência nacional. Ainda não há previsão de resultado laboratorial. (mais…)

Anvisa orienta hospitais sobre casos de varíola dos macacos

Reprodução: iStock

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou a Nota Técnica 03/2022 para orientar hospitais, clínicas e demais serviços de saúde sobre os procedimentos que devem ser feitos nos casos envolvendo varíola dos macacos (Monkeypox) no país.

Para o controle de infecções, a agência recomenda que seja mantida uma distância mínima de 1 metro entre os leitos dos pacientes, acomodação em quarto privativo e bem ventilado, isolamento dos infectados até o desaparecimento das crostas das lesões e instalação de barreiras físicas em áreas de triagem de casos suspeitos.

É recomendado aos profissionais de saúde o uso de equipamentos de proteção individual, como máscaras, óculos de proteção ou protetor facial. (mais…)

Primeiro caso da varíola dos macacos no Brasil é confirmado na cidade de São Paulo

O primeiro caso de varíola dos macacos no Brasil foi confirmado nesta quarta-feira (8) na cidade de São Paulo. O paciente, um homem de 41 anos que viajou à Espanha, foi colocado em isolamento no Instituto de Infectologia Emílio Ribas, na Zona Oeste da capital.

Em nota, a secretaria estadual da Saúde disse que “as amostras do caso ainda estão em análise pelo Instituto Adolfo Lutz” e que o paciente “teve início dos sintomas, como febre e mialgia [dor muscular], no dia 28 de maio”.

(mais…)

Ipiaú: Ação de vacinação infantil inicia nesta quarta-feira; veja calendário

A Prefeitura de Ipiaú, através da Secretaria Municipal de Saúde, realiza mais uma ação de vacinação infantil contra Covid-19; Sarampo e Influenza. Da programação também consta a atualização da caderneta de vacina, infantil e adulto.

A ação acontece nesta quarta-feira, 1 de junho, e na sexta-feira, 3, nas unidades de saúde da família (USF) Dona Gina, Noé Bonfim, Waldomiro Barreto e Wanderley Farias.

A vacinação contra a Covid-19 será para crianças de 5 a 11 anos, enquanto a imunização contra a gripe influenza e o sarampo destina-se ao público alvo que envolve crianças de seis meses até menos de cinco anos, no caso da prevenção ao sarampo e a influenza.

O público alvo para a vacinação contra a influenza também envolve professores, caminhoneiros, gestantes/puéperas e pessoas com mais de 60 anos. Já a atualização da caderneta de vacinação é para crianças e adultos.

HORÁRIOS

Na USF Dona Gina, a vacinação infantil contra Covid-19 e atualização da caderneta, acontecerá das 08 às 16 horas, desta quarta-feira. Na mesma data, das 08h às 11h30 e das 14 às 16 horas, ocorrerão as vacinações contra Covid-19, Sarampo e Influenza, bem como a atualização da caderneta de vacinação, na USF Noé Bonfim.

Também nesta quarta-feira, nos mesmos horários, ocorrerão as imunizações contra a Covid-19 e a gripe Influenza, na USF Waldomiro Barreto (Escola José Mendes de Andrade). Na sexta-feira, 3, na USF Waldomiro Barreto ( Centro de Abastecimento), das 8h às 12h, e na USF Wanderley Farias, das 8 às 11h30h e 14h às 16h, acontece a vacinação infantil contra Covid-19 e a vacinação contra Influenza e Sarampo.

José Américo Castro
Prefeitura de Ipiaú/Dircom

Brasil tem dois casos suspeitos da varíola dos macacos, diz Ministério da Saúde

Foto: Agência Brasil

O Ministério da Saúde informou, nesta segunda-feira (30), que foi notificado sobre dois casos suspeitos de varíola dos macacos no Brasil. Um caso suspeito está no Ceará e o outro, em Santa Catarina. Um terceiro caso, que pode ser suspeito, está sendo monitorado no Rio Grande do Sul.

Segundo a pasta, os pacientes “seguem isolados e em recuperação, sendo monitorados pelas equipes de vigilância em saúde. A investigação dos casos está em andamento e será feita coleta para análise laboratorial”.

(mais…)

Ministério da Saúde Sala de Situação para monitorar casos a varíola dos macacos

Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

O Ministério da Saúde estabeleceu nesta segunda-feira (23) uma Sala de Situação para monitorar casos de varíola dos macacos (monkeypox) no Brasil. Segundo a pasta, a medida tem como objetivo elaborar um plano de ação para rastreamento de casos suspeitos e a definição do diagnóstico clínico e laboratorial para a doença.

Até o momento não há notificação de casos suspeitos da doença no país, de acordo com o ministério. Um comunicado foi encaminhado pela pasta aos estados com orientações aos profissionais de saúde e informações disponíveis até o momento sobre a varíola dos macacos.