Vereadora Andreia propõe homenagear Zé Di Assis com o nome de uma praça em Ipiaú

Na Ordem do Dia da sessão ordinária que a Câmara Municipal de Ipiaú realiza na noite desta quinta-feira, 19, consta o Projeto de Lei 011/2021, da autoria da vereadora Andreia Novaes-PP- que propõe uma homenagem do município ao musico Zé Di Assis, falecido no dia 10 de junho deste ano. A proposição da vereadora Andreia Novaes-PP- sugere que a a praça localizada no início da Rua da Granja receba o nome do saudoso artista.

Andreia Novaes acredita que a matéria em tramitação será aprovada pela unanimidade dos membros da casa legislativa. ”Estou propondo para essa praça a denominação de Zé Di Assis, por entender que trata-se de uma justa homenagem a um artista que deixou um legado de muita cultura e amor por esta terra. Ele escreveu sua história em páginas musicais recheadas do mais autêntico reggae regional”, justificou a autora do projeto.

Vereadora Andreia

José Souza de Assis, o popular Zé de Assis, foi o precursor e difusor desse ritmo jamaicano no Território de Identidade do Médio Rio das Contas e fez da arte a principal bandeira da sua existência. Ele tinha 68 anos e foi vítima de complicações decorrente da Covid-19. Era casado com dona Maria Isabel e deixou seis filhos, além de uma extensa obra, constituída por dezenas de composições.
No auge da sua trajetória artística fundou a Banda Roots Lion, da qual participavam dois dos seus filhos, o guitarrista Clodoaldo Di Assis e a vocalista Vanessa Di Assis. Gravou quatro discos (CDs), realizou inúmeros espetáculos, promoveu apresentações dos melhores representantes do reggae baiano para o público ipiauense, a exemplo de Edson Gomes e a banda Cão de Raça, fez o que pode para que Ipiaú se convertesse num dos principais centros culturais do interior do estado.

Além de artista, Zé Di Assis era um competente profissional no ramo da representação comercial. Por muitos anos viajou pela Bahia vendendo em atacado uma das mais concorridas marcas de sabão. Nesse período morou em Feira de Santana, onde recebeu influência dos regueiros locais e também deixou seu nome na história do lugar. Bom contador de história, bom cidadão, Zé Di Assis chegou a concorrer a uma vaga para esta Câmara de Vereadores, participando assim, de forma mais ativa, da política municipal. (José Américo Castro).

Cinzas de Rogério Ferrari serão espalhadas em Ipiaú neste domingo

Parte das cinzas do antropólogo e fotojornalista Rogério Ferrari, falecido na última segunda-feira,19, em Salvador, serão espalhadas na tarde deste domingo, 25, em dois lugares de Ipiaú que ele tanto se identificava: as correntezas do rio das Contas e o Acampamento Carlos Marighella, do MST.

A cerimônia, prevista para as 16 horas, será antecedida por um ato cultural no Salão do Plenário da Câmara Municipal. Musica, poesia e pronunciamentos repletos de emoção serão ouvidos na ocasião.

Os dois momentos foram programados para honrar a memória desse ipiauense que com a inspiração da sua aldeia se tornou cidadão do mundo.

Parentes, amigos, conterrâneos e admiradores de “Roger”, estarão unidos nessa homenagem que marcará o início de tantas outras ao “guerrilheiro de imagens”.

Usando a potência da sua arte Rogério denunciou maldades, combateu injustiças, semeou esperanças. Ele que sempre viveu em liberdade não terá seu corpo aprisionado em sepultura. Estará na leveza do vento, na suavidade da relva, na fluidez da água.

Longe da demagogia do luto oficial, receberá a sinceridade de quem lhe reconhece a sua simplicidade ver em eternidade.

José Américo Castro

Filho de Bruno Covas relata últimos momentos ao lado do pai

O relato que Tomás Covas, 15, faz dos últimos dias do pai, Bruno Covas (PSDB), é de um paciente que manteve a esperança até o último momento.

“Ele foi muito guerreiro, ele batalhou muito”, disse o adolescente, neste domingo (23), em entrevista ao Fantástico. “A gente sentia a vontade que ele tinha, o sorriso no rosto no dia a dia”.

(mais…)

Sem alarde, Paulo Gustavo doou 1,5 milhão as Obras Sociais Irmã Dulce

O padre Júlio Lancellotti revelou, em publicação feita hoje (5) no Instagram, que o ator e humorista Paulo Gustavo, morto ontem (4) pela Covid-19, doou R$ 1,5 milhão para as Obras Sociais Irmã Dulce (Osid). O dinheiro contribuiu para a construção da Unidade Dona Dulce, centro de tratamento de câncer localizado em Salvador.

O ator fez a doação de forma discreta, sem divulgá-la nas suas redes sociais. Deixou apenas um comentário publicado no site da instituição beneficiada.

No relato, disse que nunca tinha se envolvido “em um projeto tão grandioso como as Obras de Irmã Dulce”. Paulo conta que assistiu o filme Irmã Dulce três vezes e,  emocionado pela história, decidiu ajudar as Obras Sociais.

Há dez anos Ipiaú perdia o artista Jorginho Calheira

Um dos maiores artistas com origem na terra ipiauense, George Costa Calheira, popularmente conhecido como “Jorginho”, deixou uma grande lacuna no setor ao partir deste plano material há 10 anos.

O artista atuava como cantor, compositor, instrumentista, ator, pintor, artista plástico, dentre várias funções que, todas exercidas de forma intensa.

Uma de suas últimas investidas foi a participação criativa no projeto Ipiaú TV, que visava dotar a cidade de um um canal audiovisual via internet.

Ao longo dos anos 70, 80 e 90 ele participou de uma série de movimentos culturais, como figura de frente, inclusive representando Ipiaú em vários festivais de Música Popular Brasileira.

Dono de uma voz melodiosa e rara, Jorginho atuou como cantor em várias bandas, deixou alguns trabalhos gravados e deverá receber em breve uma justa homenagem dos artistas locais, através do Projeto Fauzi e Jorginho Nu e Cru, cujos detalhes ainda não foram divulgados pela Organização Cultura e Arte ( OCA), que está realizando o evento.

Ipiaú Online

Nas ruas de Buenos Aires, argentinos choram morte de Maradona

A Argentina foi surpreendida nesta quarta-feira com a pior notícia que um país apaixonado pelo futebol poderia receber, a de que Diego Armando Maradona havia falecido. Alguns painéis municipais, que costumam alertar sobre acidentes de trânsito, diziam “Obrigado, Diego”. A bandeira argentina foi pendurada em várias varandas. Centenas de torcedores foram ao Obelisco, tradicional ponto de encontro das festas do futebol em Buenos Aires.

Nas ruas da capital argentina, as pessoas, ainda um pouco incrédulas, caminhavam errantes procurando algo de consolo, como três jovens que caminhavam pela Plaza de Mayo, no centro da capital. Perguntados como receberam a notícia da morte de Maradona disseram: “Muito mal, como todos os argentinos”. Um deles nem podia falar tamanha a emoção. “Eu não posso falar, me desculpe!”, respondeu à pergunta de como ficou sabendo da notícia, para na sequência mostrar uma tatuagem de Maradona na panturrilha.

(mais…)

Vídeo: Torcedores do Bahia se reúnem em frente à Arena Fonte Nova para homenagem a Jotinha

Torcedores do Bahia se reuniram em frente à Arena Fonte Nova, na noite desta quinta-feira (5), pouco antes do jogo entre o Esquadrão e o Melgar-PER, para homenagear o humorista Jotinha, que morreu horas antes em decorrência de complicações causadas pela Covid-19.

De mãos dadas, os tricolores rezaram o “Pai Nosso” dedicando ao influenciador digital. Fenômeno das redes sociais e considerado o “Rei do WhatsApp”, Jotinha foi também garoto propaganda do Esporte Clube Bahia entre 2018 e 2019.

José Luiz Almeida da Silva, mais conhecido como Jotinha, tinha 52 anos e faleceu na tarde de hoje após ficar dias internado em coma induzido na ala intensiva do Hospital Incar, na cidade de Santo Antônio de Jesus. Ele apresentava um problema respiratório agudo e foi diagnosticado com a Covid-19.

Adeus, professor! Jorge Portugal refletiu sobre “cultura da quarentena” em penúltimo vídeo; assista

O professor Jorge Portugal fez uma reflexão sobre o que espera da humanidade após a pandemia da Covid-19. Em um vídeo postado no último dia 24 de maio, ele falou sobre a “cultura da quarentena”, fazendo projeções para o pós-isolamento.

“Para aqueles que nunca entenderam profundamente o que é cultura, está podendo vivenciar agora a cultura do abraço, do carinho, do afeto, do estar próximo… Isso está cancelado por um bom tempo. Só espero que depois de toda essa experiência a humanidade tire a essência dessa lição e seja bem melhor”, refletiu.

Portugal morreu na noite desta segunda-feira (3). Ele estava internado no Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), no Cabula, e foi vítima de falência cardíaca aguda. Diversos políticos baianos lamentaram a morte do ex-secretário de Cultura do Estado. O governador Rui Costa (PT) decretou luto oficial em toda a Bahia. (BNews)