Facebook proíbe mensagens de ódio e modera publicações políticas

A plataforma irá agora remover anúncios que afirmem que pessoas de certas origens, etnias, nacionalidades, sexo ou orientação sexual representam uma ameaça à segurança ou saúde de outros, anunciou o diretor da empresa, Mark Zuckerberg, num discurso divulgado através do seu perfil do Facebook.

Há várias semanas que o Facebook enfrenta uma pressão crescente da sociedade civil, bem como de alguns dos seus empregados, utilizadores e clientes, para melhor regular os conteúdos que incitam ao ódio.

Mark Zuckerberg adiantou que serão assinaladas todas as mensagens de políticos que quebrem as regras da rede social, incluindo as do Presidente norte-americano, Donald Trump. (mais…)


WhatsApp lança serviço para verificar fake news sobre covid-19

A Aliança Internacional de Checagem de Fatos (IFCN, na sigla em inglês) lança nesta segunda-feira (4) um chatbot (robô) para que as pessoas possam checar a veracidade de mensagens de WhatsApp sobre o coronavírus.

O usuário de WhatsApp adiciona o número de telefone do chatbot a sua lista de contatos e, a partir daí, pode checar se mensagens que recebeu abordando a pandemia são fake news. A IFCN tem uma base de dados de 4.000 mensagens falsas sobre a pandemia que estão circulando. Essa base é atualizada constantemente pelas 80 agências de checagem de 74 países que participam.

O chatbot inicialmente só estará disponível em inglês, mas será lançado em português, espanhol e hindi nas próximas duas semanas. (mais…)

Golpes no WhatsApp: conheça 3 populares e saiba como se prevenir

Antes de existir o WhatsApp, era muito comum receber ligações no telefone fixo de pessoas dizendo que você foi premiado, mas precisa depositar dinheiro para retirar o prêmio ou pedindo dinheiro porque havia sequestrado alguém da sua família.Atualmente os golpes no WhatsApp estão cada vez mais populares, e são feitos de várias formas.

Você saberia identificar quando está prestes a ser vítima de um golpe desse tipo? Então veja a seguir quais são os mais comuns aplicados através do WhatsApp e aprenda a não cair neles.
Golpes mais comuns

É muito importante estar atento aos tipos de golpes no WhatsApp porque eles realmente enganam. Pessoas roubam números de celulares e se passam por parentes e amigos das vítimas, pedindo favores simples (pelo WhatsApp), como ajuda para pagar um boleto via conta online, e é nesse momento que o golpe acontece, pois você não tem ideia de que não é o seu amigo ou parente que está falando com você. (mais…)

Um mês fora das redes sociais, Carlos Bolsonaro reativa conta no Twitter

Quase um mês ausente das redes sociais, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) reativou sua conta no Twitter. Na descrição de seu perfil, Carlos escreveu “vereador da cidade do Rio de Janeiro (ainda podendo opinar sobre o que achar pertinente)”. Em novembro, o filho do presidente Jair Bolsonaro tirou do ar suas páginas no Twitter, Facebook e Instagram.

Na época, interlocutores de Bolsonaro no Palácio do Planalto atribuíram ao presidente a saída do filho das redes. Segundo aliados, o presidente vinha mostrando incômodo com as publicações de Carlos, em especial as que criticavam o Supremo Tribunal Federal (STF).

Metro 1

Instagram escolhe Brasil para testar função de vídeos curtos com música

A partir desta terça-feira (12) os usuários brasileiros do Instagram terão mais um recurso para se expressarem na rede social. Isso porque a empresa vai começar a testar no Brasil uma nova ferramenta de vídeos curtos com música.

Chamada de Cenas, a funcionalidade permitirá que qualquer pessoa grave um filmete de até 15 segundos, fazendo uma coreografia ou uma interpretação dramática de uma canção. É a primeira vez que o Instagram, que pertence ao Facebook, começa o protótipo de uma função pelo Brasil. (mais…)

Whatsapp baniu 1,5 milhão de usuários brasileiros desde as eleições

O Whatsapp baniu cerca de 1,5 milhão de contas brasileiras desde outubro de 2018, pouco antes do segundo turno das eleições presidenciais, até o fim deste mês. Algumas das razões dos banimentos foram disparo em massa de mensagens, uso de robôs, disseminação de fake news e discurso de ódio.

A informação foi divulgada pelo portal de notícias UOL. O número foi conseguido por meio de comunicados da empresa e foi confirmado por especialistas em tecnologia, de acordo com a reportagem. Algumas das contas suspeitas de serem operadas por robôs distribuíam até 14 mensagens diferentes em apenas 30 segundos, o que é detectado como anormal pelos mecanismos da empresa.

Metro 1

WhatsApp pode vir a banir menores de 16 anos

O WhatsApp pode vir a banir os usuários que sejam menores de 16 anos, idade mínima descrita nos termos de serviço do app de mensagens em território europeu depois da entrada do Regulamento Geral de Proteção de Dados.

A idade mínima em questão apenas está vigente na Europa, sendo que nos restantes territórios a idade limite está nos 13 anos. No entanto, apenas serão banidos os usuários que a empresa consiga comprovar estarem abaixo da idade mínima definida, algo que pode ser fácil depois da ‘fusão’ do WhatsApp com o Facebook e o Instagram. (mais…)

Redes sociais estão prejudicando saúde mental dos jovens

As redes sociais estão prejudicando a saúde mental dos jovens, revelou um estudo realizado pela University College London e Imperial College no Reino Unido. A pesquisa contou com a participação de 10 mil pessoas, entre os 13 e os 16 anos, e concluiu que – com a consulta de redes como o Facebook, o Instagram e o Snapchat – o risco de problemas de saúde mental aumenta devido aos seus ‘efeitos secundários’.

Há uma ligação “significativa” entre as crianças que consultam as redes sociais mais de três vezes por dia e aquelas que, mais tarde, revelam sofrer de stress psicológico. De acordo com a Sky News, os pesquisadores concluíram que este problema não é um resultado direto de ‘ir’ às redes mas está sim associado aos efeitos ligados a este hábito.

(mais…)


Instagram deixa de mostrar número de curtidas em postagens

Usuários da rede social Instagram no Brasil perceberam, desde o final da tarde desta quarta (17), uma importante mudança. Entre os recursos da plataforma o número de “curtidas”, também conhecidas como “likes” que uma publicação recebe, não fica mais visível para todos os usuários. O tema foi um dos mais discutidos do dia em outra rede social, o Twitter, e esteve entre os mais buscados no Google.

A mudança no Brasil está entre os testes anunciados em abril deste ano durante um evento de desenvolvedores do Facebook, empresa controladora do Instagram.

A experiência faz parte de uma série de medidas que o Instagram vem anunciando nos últimos meses para combater práticas nocivas na rede, como o discurso de ódio ou o bullying na web. Tais ações são uma resposta a críticas recebidas pela plataforma de que sua arquitetura e lógica de funcionamento favoreceriam um ambiente prejudicial ao bem-estar de seus integrantes.

(mais…)