Criança de apenas 6 anos teria previsto a morte de Marília Mendonça enquanto dormia; entenda

Depois do sepultamento de Marília Mendonça, uma suposta previsão da tragédia começou a ganhar força nas redes sociais. A premonição teria sido feita por uma criança de apenas 6 anos enquanto dormia na noite anterior ao acidente aéreo que matou a cantora, na última sexta-feira (5), no interior de Minas Gerais.

A mãe da criança, de prenome Thainá, foi quem contou através do seu perfil no Twitter. Em um post feito às 22h24, do dia 4 de novembro, ela compartilha ainda em tom de brincadeira: “Miguel dormindo falando kk Marília Mendonça morreu”, publicou.

(mais…)

Facebook muda de nome e agora se chama Meta

Reprodução: TecTudo

Em um dia repleto de ideias futuristas, o Facebook apresentou de forma mais detalhada como o metaverso deverá trabalhar. No entanto, a empresa decidiu fazer uma mudança maior: “mudar de nome”. Dessa forma, nasce a Meta, uma holding que controlará o Facebook, WhatsApp, Instagram e outras plataformas e projetos do Facebook.

“A palavra ‘Meta’ vem da palavra grega que significa ‘além’. Para mim, simboliza que sempre há algo a mais para construir. Há sempre um novo capítulo para uma históra. Para nós, é uma história que começou em um dormitório e cresceu além de tudo o que podíamos imaginar”, anunciou Mark Zuckerberg, CEO da Meta e cofundador do Facebook.

“Estou orgulhoso do que já construímos até agora e animado pelo o que vem a seguir. Na medida em que avançamos no que é possível hoje, além das limitações das telas, para além dos limites e distâncias físicas e rumo a um futuro onde todos possam estar presentes uns com os outros, criar novas oportunidades e experimentar coisas novas”, afirmou o executivo. (mais…)

Facebook derruba vídeo de Bolsonaro em que presidente associa vacina da Covid à Aids

Foto: Facebook / Jair Bolsonaro

O Facebook retirou do ar neste domingo (24) uma transmissão ao vivo em que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) associa a vacina contra a Covid-19 com casos de Aids. A afirmação foi feita durante transmissão da live semanal na última quinta-feira (21).

É a primeira vez, no entanto, que as redes comandadas por Mark Zuckerberg decidem restringir conteúdo do presidente.

O vídeo não está mais disponível nem no Facebook nem no Instagram.

(mais…)

Facebook e Instagram voltam a funcionar após 6 horas fora do ar

Foto: Pexels / Lucas Sammarco

Após uma tarde fora do ar, o Facebook e o Instagram começaram a normalizar os serviços no início da noite desta segunda-feira (4), enquanto WhatsApp segue com os serviços interrompidos.

O que aconteceu?
Os aplicativos e as versões web do WhatsApp, Instagram, Facebook e Messenger ficaram fora do ar no começo da tarde desta segunda-feira (4), por volta de 12h30. Segundo as empresas, a falha — global — aconteceu por conta de um problema entre a comunicação do servidor de origem e o dispositivo de rede.

(mais…)

WhatsApp retorna a normalidade após mais de 6 horas fora do ar

 

Foto: Pexels

O aplicativo de mensagens mais famoso do mundo retornou a sua normalidade por volta das 20hs desta segunda-feira (05).

O WhatsApp ficou por mais de 6 horas fora do ar, um tempo recorde, gerando dificuldades de comunicação não só no Brasil mas no mundo inteiro.

Também o Facebook e Instagram, que estavam desconectados, voltaram a funcionar.

Ipiaú Online

Queda do Facebook ocorre um dia após ex funcionária revelar que delatou empresa

Foto: Reprodução CBS News

A queda das redes sociais do Facebook ocorre um dia após a ex-funcionária Frances Haugen, de 37 anos de idade, revelar ser a delatora da empresa. Ela trabalhou como gerente de produto na equipe de desinformação cívica da rede social e usou documentos internos para comprovar os danos que teriam sido causados pela companhia.

Haugen entregou vários documentos ao The Wall Street Journal, veículo de imprensa norte-americano, que vem publicando informações sensíveis ao Facebook desde o mês passado.

(mais…)

WhatsApp, Instagram e Facebook estão fora do ar

Foto: Tracy Le Blanc/ Pexels

WhatsApp, Instagram e Facebook estão fora do ar nesta segunda-feira (4). Segundo o Down Detector, plataforma que monitora o funcionamento de serviços digitais, as reclamações de usuários começaram por volta do meio-dia.

A falha nas duas redes sociais e no aplicativo de troca de mensagens não atinge apenas os brasileiros. O Down Detector aponta que há problemas em praticamente todos os países da América do Sul, como Argentina, Chile, Uruguai e Colômbia. Há também relatos de usuários nos EUA e na Europa com dificuldades de usar as plataformas.

Ainda não há informações oficiais sobre o que aconteceu para provocar essa instabilidade. A reportagem procurou as três empresas para esclarecer o motivo da queda do serviço.

No Twitter, o perfil oficial do WhatsApp e o do Facebook fizeram a mesma postagem sobre o caso: “Estamos cientes de que algumas pessoas estão enfrentando problemas com o WhatsApp no momento. Estamos trabalhando para que as coisas voltem ao normal e enviaremos uma atualização aqui assim que possível”.

Enquanto isso, usuários usam o Twitter, que segue funcionando, para tentar descobrir o que está acontecendo e fazer piada sobre a situação.

O WhatsApp ocupa a primeira posição dos assuntos mais comentados no Twitter, e o Telegram aparece na sequência. Isso porque o aplicativo concorrente costuma ser uma alternativa para seguir trocando mensagens em situações como a de hoje.

R7

Facebook derruba rede de desinformação sobre vacinas que tinha Brasil como alvo

O Facebook derrubou de suas plataformas uma rede internacional de desinformação sobre vacinas que vinha atuando de forma organizada na Rússia desde novembro de 2020, com intuito de espalhar notícias falsas sobre os imunizantes da AstraZeneca e da Pfizer em regiões específicas do mundo, entre elas o Brasil. As informações foram reveladas nesta terça-feira, 10, no Relatório de Comportamento Inautêntico Coordenado (CIB, na sigla em inglês), documento publicado mensalmente pela empresa.

Ao todo, foram removidas 65 contas do Facebook e 243 contas do Instagram, todas ligadas à empresa de marketing Fazze, com registro no Reino Unido, mas com operações na Rússia. Segundo o relatório da empresa de tecnologia, o público-alvo da campanha de desinformação orquestrada pela Fazze eram usuários da Índia, do Brasil, de outros países da América Latina e, em menor grau, dos Estados Unidos.

A Fazze foi banida das redes sociais do grupo por violar a política contra interferência estrangeira da plataforma (quando um país tenta manipular o debate público de outra região, por exemplo), algo que, diz o Facebook, se enquadra como “comportamento inautêntico coordenado”, que são “esforços coordenados para manipular o debate público para um fim estratégico, onde contas falsas são centrais para a operação”. (mais…)

Ex-diretor do Facebook diz ao Congresso que rede é tão viciante quanto cigarros

O depoimento enviado ao Congresso dos Estados Unidos, o ex-diretor financeiro do Facebook, Tim Kendall, afirmou que a rede social foi construída intencionalmente para ser tão viciante quanto cigarros.

Perante o Subcomitê de Comércio e Proteção ao Consumidor da Câmara, Kendall diz que a rede social é tão nociva à seus usuários, que ele teme que cause uma guerra civil.

(mais…)

Facebook proíbe mensagens de ódio e modera publicações políticas

A plataforma irá agora remover anúncios que afirmem que pessoas de certas origens, etnias, nacionalidades, sexo ou orientação sexual representam uma ameaça à segurança ou saúde de outros, anunciou o diretor da empresa, Mark Zuckerberg, num discurso divulgado através do seu perfil do Facebook.

Há várias semanas que o Facebook enfrenta uma pressão crescente da sociedade civil, bem como de alguns dos seus empregados, utilizadores e clientes, para melhor regular os conteúdos que incitam ao ódio.

Mark Zuckerberg adiantou que serão assinaladas todas as mensagens de políticos que quebrem as regras da rede social, incluindo as do Presidente norte-americano, Donald Trump. (mais…)

WhatsApp lança serviço para verificar fake news sobre covid-19

A Aliança Internacional de Checagem de Fatos (IFCN, na sigla em inglês) lança nesta segunda-feira (4) um chatbot (robô) para que as pessoas possam checar a veracidade de mensagens de WhatsApp sobre o coronavírus.

O usuário de WhatsApp adiciona o número de telefone do chatbot a sua lista de contatos e, a partir daí, pode checar se mensagens que recebeu abordando a pandemia são fake news. A IFCN tem uma base de dados de 4.000 mensagens falsas sobre a pandemia que estão circulando. Essa base é atualizada constantemente pelas 80 agências de checagem de 74 países que participam.

O chatbot inicialmente só estará disponível em inglês, mas será lançado em português, espanhol e hindi nas próximas duas semanas. (mais…)

Golpes no WhatsApp: conheça 3 populares e saiba como se prevenir

Antes de existir o WhatsApp, era muito comum receber ligações no telefone fixo de pessoas dizendo que você foi premiado, mas precisa depositar dinheiro para retirar o prêmio ou pedindo dinheiro porque havia sequestrado alguém da sua família.Atualmente os golpes no WhatsApp estão cada vez mais populares, e são feitos de várias formas.

Você saberia identificar quando está prestes a ser vítima de um golpe desse tipo? Então veja a seguir quais são os mais comuns aplicados através do WhatsApp e aprenda a não cair neles.
Golpes mais comuns

É muito importante estar atento aos tipos de golpes no WhatsApp porque eles realmente enganam. Pessoas roubam números de celulares e se passam por parentes e amigos das vítimas, pedindo favores simples (pelo WhatsApp), como ajuda para pagar um boleto via conta online, e é nesse momento que o golpe acontece, pois você não tem ideia de que não é o seu amigo ou parente que está falando com você. (mais…)

Um mês fora das redes sociais, Carlos Bolsonaro reativa conta no Twitter

Quase um mês ausente das redes sociais, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) reativou sua conta no Twitter. Na descrição de seu perfil, Carlos escreveu “vereador da cidade do Rio de Janeiro (ainda podendo opinar sobre o que achar pertinente)”. Em novembro, o filho do presidente Jair Bolsonaro tirou do ar suas páginas no Twitter, Facebook e Instagram.

Na época, interlocutores de Bolsonaro no Palácio do Planalto atribuíram ao presidente a saída do filho das redes. Segundo aliados, o presidente vinha mostrando incômodo com as publicações de Carlos, em especial as que criticavam o Supremo Tribunal Federal (STF).

Metro 1

Instagram escolhe Brasil para testar função de vídeos curtos com música

A partir desta terça-feira (12) os usuários brasileiros do Instagram terão mais um recurso para se expressarem na rede social. Isso porque a empresa vai começar a testar no Brasil uma nova ferramenta de vídeos curtos com música.

Chamada de Cenas, a funcionalidade permitirá que qualquer pessoa grave um filmete de até 15 segundos, fazendo uma coreografia ou uma interpretação dramática de uma canção. É a primeira vez que o Instagram, que pertence ao Facebook, começa o protótipo de uma função pelo Brasil. (mais…)

Whatsapp baniu 1,5 milhão de usuários brasileiros desde as eleições

O Whatsapp baniu cerca de 1,5 milhão de contas brasileiras desde outubro de 2018, pouco antes do segundo turno das eleições presidenciais, até o fim deste mês. Algumas das razões dos banimentos foram disparo em massa de mensagens, uso de robôs, disseminação de fake news e discurso de ódio.

A informação foi divulgada pelo portal de notícias UOL. O número foi conseguido por meio de comunicados da empresa e foi confirmado por especialistas em tecnologia, de acordo com a reportagem. Algumas das contas suspeitas de serem operadas por robôs distribuíam até 14 mensagens diferentes em apenas 30 segundos, o que é detectado como anormal pelos mecanismos da empresa.

Metro 1