Ipiaú: Crescimento de casos de Covid-19 exigem a conscientização da população na luta contra o vírus

Com novas variantes, os casos de covid-19 voltam a crescer em todas as regiões do Brasil. Em Ipiaú não seria diferente. Apesar de todas as medidas preventivas adotadas pela Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância Epidemiológica e demais setores vinculados à pasta, já foram registrados 104 casos ativos da doença nesta cidade. A variante ômicron é a dominante na maioria dos casos.

A presença de casos ativos indica que o vírus voltou a circular e isso requer mais cuidados, pois pessoas que estão contaminadas transmitem o vírus para outras pessoas, configurando assim um efeito multiplicador.

Diante dessa situação preocupante a secretária Laryssa Dias recomenda o cumprimento dos protocolos indicados pela Anvisa, ou seja, o uso de máscaras, lavar as mãos constantemente, utilizar álcool em gel, evitar aglomerações e manter o distanciamento.

O crescimento das pessoas contaminadas pode sobrecarregar o sistema de saúde, já que atinge pacientes indiscriminadamente.

Para que isso seja evitado a Vigilância Sanitária Municipal vem realizando, diariamente, um intenso trabalho de fiscalização nos diversos estabelecimentos comerciais e orientando a população a adotar medidas preventivas contra a covid-19 e outras doenças transmissíveis. A ação da Vigilância Sanitária também objetiva prevenir, diminuir e eliminar riscos à comunidade.

A vacinação e a testagem prosseguem. Já foram imunizadas 352 crianças na faixa etária de 05 a 11 anos de idade, incluindo aquelas com comorbidade e com deficiência permanente. No ato da imunização é necessária a presença do responsável legal pela criança. Inúmeros adultos foram e continuam sendo vacinados. 7.502 mil receberam a terceira dose do imunizante. A testagem prossegue na Unidade de Saúde Elvidio Santos.

A luta tem sido intensa e constante, mas se faz necessário um maior engajamento da sociedade. É necessário a participação de todos, cumprindo os protocolos recomendados, para minimizar os danos gerados pela pandemia do novo coronavírus e o número de casos da doença.
José Américo Castro
Prefeitura de Ipiaú/Dircom

Brasil tem seis estados em alerta crítico de ocupação de leitos de UTI para Covid-19, aponta Fiocruz

Foto: Divulgação/Observatório Covid-19/Fiocruz

A taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) destinados aos pacientes com a Covid-19 voltou a aumentar no Brasil, de acodo com o último boletim da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), divulgado nesta quarta-feira (26). O mapeamento do observatório da doença, do instituto, aponta que há atualmente seis estados em alerta crítico e 12 em alerta intermediário. A Bahia está entre estes, com 67% de lotação nos espaços da categoria.

A pior taxa é a do Distrito Federal, com 98% dos leitos de UTI ocupados. Apenas oito estados estão fora da zona de alerta. A Fiocruz considera a situação crítica a partir de 80% dos leitos em utilização.

(mais…)

Secretário do Ministério da Saúde defende hidroxicloroquina e diz que vacina não funciona

Foto: Anderson Riedel /PR

O Ministério da Saúde contrariou entidades científicas em documento usado para justificar a rejeição de diretrizes de tratamento da Covid-19 ao SUS e afirma que há eficácia e segurança no uso da hidroxicloroquina contra a Covid-19.

Na mesma nota técnica, a pasta declara que as vacinas não demonstram essas características. Os textos arquivados contraindicavam o uso de medicamentos do chamado kit Covid.

(mais…)

Com avanço da ômicron, prefeituras do Rio e São Paulo adiam desfile das escolas de samba para abril

Foto: Miguel Messina / Liga das Escolas de SP

Após reunião virtual entre os gestores, as Prefeituras do Rio de Janeiro e de São Paulo anunciaram que vão adiar a realização dos desfiles das Escolas de Samba para o fim de semana do feriado de Tiradentes, em abril .

A decisão dos prefeitos Ricardo Nunes (MDB-SP) e Eduardo Paes (PSD-RJ) ocorre devido à escalada da variante Ômicron do coronavírus por todo o Brasil e da influenza.

(mais…)

Barra do Rocha: Município publica novo decreto e toque de recolher para conter novos casos do Coronavírus

O município de Barra do Rocha contabilizou nas últimas 24 horas cerca de 58 casos da COVID-19, o Prefeito José Luiz (PDT) publicou o decreto nº1239, na manhã desta sexta-feira (21), com restrições, toque de recolher e horários de funcionamento dos estabelecimentos, válido até o dia 31 deste mês, onde fica determinada a restrição de locomoção noturna, vedados a qualquer indivíduo a permanência e o trânsito em vias, equipamentos, locais e praças públicas, das 22h às 05h da manhã;

Os estabelecimentos comerciais e de serviços deverão encerrar as suas atividades com até 30 (trinta) minutos de antecedência do período estipulado neste decreto, de modo a garantir o deslocamento dos seus funcionários e colaboradores às suas residências; Restaurantes, bares e congêneres, não funcionarão nos finais de semana; Fica autorizado, em horário comercial diurno, a circulação de ambulantes, para comercialização de produtos e mercadorias; Ficam suspensos, os eventos e atividades com a presença de público superior a 50 (cinquenta) pessoas, ainda que previamente autorizados, que envolvam aglomeração de pessoas, tais como: cerimônias de casamento, eventos urbanos e rurais em logradouros públicos ou privados, circos, parques de exposições, solenidades de formatura, passeatas e afins. Neste período não será permitida a realização de qualquer evento esportivo, independentemente do número de participantes ou espectadores. Os espaços culturais, também, não funcionarão neste período.

(mais…)

Rui Costa anuncia redução de público em eventos de 3 mil para 1.500 pessoas

Foto: Pixabay

O decreto estadual referente à realização de eventos na Bahia passa por uma nova mudança nesta quinta (20). O governador Rui Costa (PT) anunciou, durante a entrega de tratores para associações de produtores rurais e prefeituras no Parque de Exposições, a redução do público em eventos de 3 mil para 1.500 pessoas.

“Queremos diminuir a propagação do vírus. A velocidade e a contaminação dessa variante (Ômicron) são muito mais superiores que a anterior. Então o contágio, como vocês podem ver, está acontecendo de forma muito exponencial, com inclinação muito alta. Eu só quero lembrar que não estamos com o mesmo volume de testagem que estávamos no ano passado, o que nos leva a crer que esse número de 13 mil (contaminados) pode estar subnotificado. Em função disso e desse risco, tomamos a decisão de reduzir para 1.500 pessoas. E reforçamos nossa prioridade de cuidar da vida humana”, declarou o governador.

(mais…)

Governo prepara compra de pílulas da Pfizer contra a Covid

Em meio ao avanço de casos positivos de Covid-19 no Brasil, motivado pela disseminação da variante Ômicron, o Ministério da Saúde avalia a possibilidade de compra da pílula antiviral Paxlovid contra o coronavírus, fabricada pela Pfizer.

O laboratório deve solicitar autorização para uso do novo medicamento à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nas próximas semanas.

De acordo com a farmacêutica, a pílula tem 89% de eficácia na prevenção de hospitalizações e mortes em pacientes de alto risco para a infecção do novo coronavírus.

(mais…)

Nova onda da Covid deve ir até fevereiro, estima pesquisador da Fiocruz

O pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Julio Croda, estima que a terceira onda de casos da Covid-19 deve se arrastar até o fim de fevereiro, no Brasil. A avaliação é feita com base no atual cenário da pandemia e como a variante Ômicron do novo coronavírus tem se comportado nos países em que chegou primeiro.

A gente estima que a curva da variante Ômicron seja entre 30 e 60 dias. Essa nova onda de Covid-19 deve ir até o final de fevereiro, no máximo, início de março”, afirmou o infectologista em entrevista ao Metrópoles ( veja o vídeo abaixo)

A descoberta da variante Ômicron, em meados de novembro de 2021, mudou o curso da pandemia. Em poucas semanas, o vírus ultrapassou as fronteiras de dezenas de países, levando ao aumento expressivo do número de novos casos diários em todo o mundo.

(mais…)

Após cenas de aglomeração, Rui ameaça reduzir “drasticamente” público em evento

O governador Rui Costa (PT) ameaçou tornar mais rigorosas as medidas de controle sanitário em eventos na Bahia. Após observar que os protocolos estabelecidos pelo estado não estão sendo cumpridos, ele afirmou que poderá reduzir “drasticamente” o público permitido em eventos.

“Na última semana, vi imagens de eventos que, claramente, não seguiam as regras estabelecidas por decreto. Se estas cenas continuarem a se repetir, nós vamos reduzir drasticamente o público permitido em eventos. Minha postura seguirá a mesma: a vida e a saúde em primeiro lugar”, escreveu o dirigente nesta segunda-feira (17), nas suas redes sociais.

O último decreto estadual, publicado na última terça-feira (11), já havia reduzido o limite de público para 3 mil pessoas. Além disso, determinou que qualquer evento deve ter a lotação limitada a 50% da capacidade do local em que ocorrerá. O comprovante de vacinação dos clientes também passou a ser uma exigência em bares e restaurantes, além de teatros, estádios e shows.

Metro1

Após lotação em festa em Salvador, Governo da Bahia edita decreto com penalidades

Foto: Divulgação

Está publicado no Diário Oficial do Estado, edição desta sexta-feira (14), o decreto que determina ao Corpo de Bombeiros Militar da Bahia a observação da aplicação de penalidades a estabelecimentos que descumprirem o limite máximo de público nos eventos realizados no Estado. As punições são: advertência escrita; multa; embargo, temporário ou definitivo, de obras e estruturas; interdição total ou parcial de obras, eventos, estabelecimentos, máquina ou equipamento e cassação do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros – AVCB.

Na última segunda-feira (10), após reunião com a secretária de Saúde, Tereza Paim, o governador Rui Costa decidiu reduzir de 5 mil para até 3 mil o número máximo de pessoas em eventos em todo o território baiano, incluindo estádios de futebol. O decreto foi publicado na terça-feira (11) e vale até o dia 25 de janeiro.

(mais…)

Ipiaú: Após testagem, cidade passa de 11 para 36 casos ativos de Covid-19 em 24 horas

 

Após testagem em massa promovida pela Prefeitura Municipal de Ipiaú e realizada ao longo da quarta-feira (12) na praça Rui Barbosa a cidade de Ipiaú registro de salto no número de casos ativos de Covid-19.

Na quarta, o número de ativos era, conforme a Secretaria Municipal de Saúde, 11.

Nesta quinta-feira (13), 24 horas após a testagem, o município passa a ter oficialmente 36 casos ativos da doença.

Agora já são 3.273 casos confirmados desde o começo da pandemia em Ipiaú. Dentre estes, são 3.149 pessoas recuperadas.

Apesar do aumento súbito no número de casos os sintomas manifestados dos pacientes são até o momento leves e nenhum deles precisou de internação hospitalar.

Ipiaú Online

Bahia registra aumento de 234% de infectados com Covid-19 no início de janeiro de 2022

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) divulgou, nesta quinta-feira (13), um aumento de 234% de infectados com coronavírus, de acordo com exames de RT-PCR no Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia  (Lacen). Segundo informações da Sesab, os resultados são dos dias 1º a 12 de janeiro de 2022, comparado ao mesmo período do ano passado.

De acordo com o Lacen, foram analisados mais de três mil exames durante os 12 dias. A cada 100 exames, o número saltou de 6,55 testes positivos para 21,93 neste período.

(mais…)

Nenhum vírus que mata é bem-vindo, diz OMS a Bolsonaro

O comentário do presidente Jair Bolsonaro (PL) de que a variante Ômicron do novo coronavírus é “bem-vinda” no Brasil, foi rebatido pelo diretor de emergências da Organização Mundial da Saúde (OMS), Michael Ryan. As informações são do portal Metrópoles, parceiro do Bahia Notícias.

“Nenhum vírus que mata pessoas é bem-vindo, especialmente quando há indivíduos sofrendo”, afirmou Ryan, durante a conferência semanal da entidade sobre a Covid-19, ao responder sobre a fala do chefe do Executivo brasileiro.

(mais…)

Ministério da Saúde admite que variante Ômicron predomina no Brasil

Foto: Agência Brasil

Com pouco mais de 40 dias circulando no Brasil, a variante Ômicron, da Covid-19, doença causada pelo coronavírus, já é a principal cepa infectante no país.

A confirmação ocorreu nesta terça-feira (11/1). O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, ao chegar à sede da pasta, em Brasília, foi categórico: “A variante Ômicron já é prevalente no Brasil.”

De acordo com documento da OMS, a Ômicron está em circulação em 110 países. Na África do Sul, ela vem se disseminando de maneira mais rápida do que a variante Delta, cuja circulação no país é baixa

A cepa foi identificada pela primeira vez no país em 30 de novembro de 2021. A variante tem se mostrado mais contagiosa que as demais já registradas pelas autoridades sanitárias.

(mais…)

“Se piorar, vamos diminuir ainda mais”, diz Rui sobre limite de público em evento

O governador Rui Costa (PT) afirmou, nesta terça-feira (11), que pode diminuir ainda mais o limite de público permitido em eventos públicos e privados na Bahia. Na segunda-feira (10), o gestor limitou a capacidade, que no decreto anterior era de 5 mil, a 3 mil pessoas.

“Diminuí e posso diminuir ainda mais, quanto maior o número de pessoas ativa”, alertou Rui em coletiva à imprensa nesta terça. Costa comentou ainda que a taxa de pessoas que têm o vírus ativo no organismo, ou seja, capazes de infectar outras, é ainda maior.

“Eu posso garantir que este número é subnotificado”, explicou Rui, ao considerar que, com os casos não notificados, este número certamente ultrapassa os 4 mil contabilizados pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab).