“Não queremos outros conseguindo”, afirma Trump sobre insumos contra a Covid-19

Em uma declaração polêmica, o presidente americano Donald Trump, afirmou, neste sábado (4), que não permitirá que outros países comprem equipamentos para o combate ao coronavírus. 

Segundo o G1, apoiado por uma lei criada na época da Guerra da Coreia, o político ameaçou empresas privadas caso não atendam as necessidades dos Estados Unidos.

“Precisamos das máscaras. Não queremos outros conseguindo máscaras. É por isso que estamos acionando várias vezes o ato de produção de defesa. Você pode até chamar de retaliação porque é isso mesmo. É uma retaliação. Se as empresas não derem o que precisamos para o nosso povo, nós seremos muito duros”, declarou. 

Máscaras que tinha sido produzidas nos Estados Unidos foram “confiscadas” na Tailândia, segundo informações do ministro do interior da Alemanha, Andreas Geisel. O alemão também afirmou que o governo americano foi responsável por desviar equipamentos que teriam como destino o Brasil e a Europa. 

Cientistas chineses anunciam descoberta contra o Covid – 19

Um grupo de cientistas chineses isolou vários anticorpos que considera “extremamente eficientes” para impedir a capacidade do novo coronavírus de entrar nas células, o que pode ser útil tanto para tratar quanto para prevenir a covid-19.

Atualmente, não existe tratamento comprovadamente eficaz para a doença, que surgiu na China e está se proliferando pelo mundo na forma de uma pandemia que já infectou mais de 850 mil pessoas e matou 42 mil.

(mais…)

Somália é dos lugares mais perigosos do mundo para jornalistas

A Somália tornou-se num dos lugares mais perigosos do mundo para jornalistas, que são alvo de ataques quer do Al-Shabaab, quer das forças de segurança do governo, concluiu a Anistia Internacional num relatório divulgado hoje. “Uma onda de ataques violentos, ameaças, assédio e intimidação de trabalhadores da imprensa está transformando a Somália num dos lugares mais perigosos do mundo para se ser jornalista”, afirmou a Anistia Internacional.

O documento divulgado pela organização internacional de defesa dos direitos humanos relatou a “dramática deterioração” da liberdade de expressão e da liberdade de imprensa, que se tem verificado na Somália desde que o Presidente Mohamed Abdullahi ‘Farmajo’ tomou posse, em fevereiro de 2017.

Pelo menos oito jornalistas foram mortos no país desde então; cinco dos quais morreram em ataques indiscriminados do Al-Shabaab, dois foram mortos por atacantes não identificados e um foi morto a tiros por um agente da polícia federal. (mais…)

Somália decreta ‘emergência nacional’ após nuvem de gafanhotos atacar plantações

O Ministério da Agricultura da Somália decretou “emergência nacional” depois que nuvens de gafanhotos devastaram reservas alimentares na região conhecida como Chifre da África. A área é considerada uma das mais pobres e vulneráveis do mundo. “O ministro da Agricultura declara uma emergência nacional por causa do atual aumento dos gafanhotos, que constituem uma ameaça importante para a frágil situação da segurança alimentar da Somália”, afirma um comunicado, de acordo com a AFP.

Nuvens de gafanhotos no norte da África são um problema histórico. Até mesmo na Bíblia aparecem registros de um relato similar, como uma das pragas do Egito antigo. A Somália é o primeiro país a decretar a emergência para tentar combater a infestação dos insetos. Especialistas alertam que o problema pode trazer consequências catastróficas para a região, que é frequentemente atingida por secas e inundações.

“As fontes de alimento das pessoas de seu gado estão ameaçadas”, afirmou o ministério somali da Agricultura, pois os gafanhotos consomem grandes quantidades de cultivos e de plantas. Os insetos estão presentes em uma faixa de terra que se estende da Etiópia e Somália até o Quênia. No final de janeiro, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) calcula que, no fim de janeiro, uma única nuvem de gafanhotos cobria uma superfície de 2.400 quilômetros quadrados, o equivalente à extensão de Luxemburgo, conforme reprodução do Uol.

BN

‘Mundo está mais preparado para lidar com novos vírus’, diz vice-diretor da Opas

Em meio ao aumento no trânsito global, todos os países devem estar preparados para lidar com possíveis casos do novo coronavírus, afirma o médico sanitarista e vice-diretor da Opas (Organização Pan-Americana de Saúde), Jarbas Barbosa.

Um dos nomes à frente do órgão que representa um braço da OMS (Organização Mundial de Saúde) nas Américas, Barbosa diz que a decisão em declarar emergência internacional em saúde pública deve acelerar ações para deter a transmissão.

Para ele, nenhum país está livre do vírus, mas é possível adotar medidas para conter o avanço a partir dos primeiros registros. (mais…)

Coronavírus: OMS declara emergência global de saúde

A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou hoje (30) que os casos do novo coronavírus 2019 n-CoV são uma emergência de saúde pública de interesse internacional. Com isso, uma ação coordenada de combate à doença deverá ser traçada entre diferentes autoridades e governos. Até agora, 170 pessoas morreram em decorrência da doença na China.

“Devemos lembrar que são pessoas, não números. Mais importante do que a declaração de uma emergência de saúde pública são as recomendações do comitê para impedir a propagação do vírus”, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

Na semana passada a comissão especial passou dois dias em discussão e acabou decidindo que “ainda era cedo” para declarar emergência. Com a alta contínua no número de casos, o órgão de saúde ligado à Organização das Nações Unidas (ONU) elevou a avaliação de risco de “moderado” para “elevado” cinco dias depois das reuniões.

Metro 1

Mudanças climáticas são maior risco global, diz Fórum Econômico Mundial

Para especialistas do Fórum Econômico Mundial problemas relacionados às mudanças climáticas dominam as preocupações para a próxima década. Foi publicado hoje (16) o “Relatório de Riscos Globais 2020”, e pela primeira vez, em 15 edições do relatório, a questão ambiental está em todos os cinco pontos de atenção para governos e mercados.

Foram ouvidos 750 especialistas e tomadores de decisão globais para a compilação deste documento, eles chamaram a atenção para cinco riscos ambientais que podem transformar o mundo nos próximos dez anos.

Os 5 maiores riscos globais são:

1. Eventos climáticos extremos, como enchentes e tempestades

2. Falhas nos combates às mudanças climáticas

3. Perda de biodiversidade e esgotamento de recursos

4. Desastres naturais, como terremotos e tsunamis

5. Desastres ambientais ​​causados pelo homem

Metro 1

Brasil e Israel assinam acordo de combate ao crime organizado

O governo brasileiro assinou mais uma parceria com Israel, desta vez, com foco no combate à corrupção e ao crime organizado. O acordo será publicado amanhã (30) no Diário Oficial da União e prevê pontos de cooperação internacional e troca de conhecimentos.

Segundo nota publicada pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE), órgãos de segurança pública dos dois países vão fazer um intercâmbio de experiências sobre crimes internacionais. A parceria estabelece, dentre outras medidas, troca de informações sobre tráfico de pessoas, tráfico de armas de fogo, munição e explosivos, terrorismo e maneiras de financiar atividades terroristas.

Metro 1

Rinoceronte ‘mais velha do mundo’ morre na Tanzânia aos 57 anos

A rinoceronte negra, considerada a mais velha do mundo, morreu na Tanzânia aos 57 anos, indicaram neste sábado (28) os responsáveis pela zona de conservação de Ngorongoro onde o animal vivia.

Esta rinoceronte fêmea, chamada Fausta, morreu de causas naturais em 27 de dezembro, após ter vivido a maior parte de sua vida em estado selvagem, informaram em nota os responsáveis pela área protegida no norte do país.

“Fausta viveu durante mais tempo que qualquer outro rinoceronte no mundo e sobreviveu à vida em Ngorongoro, em liberdade, durante 54 anos”. Em seguida, foi leva ao refúgio em 2016. (mais…)

Homem rouba banco nos EUA e distribui dinheiro para pessoas desejando ‘Feliz Natal’

Um homem roubou um banco dois dias antes do Natal e distribuiu o dinheiro para as pessoas nas ruas desejando “feliz natal”. O caso aconteceu na cidade Colorado Springs.

Segundo a Folha, o homem roubou o Academy Bank depois de ameaçar os funcionários com uma arma não identificada e sair com uma quantia indeterminada de dinheiro na última segunda-feira (23) ao meio-dia.

Os transeuntes tentam devolver parte do dinheiro roubado ao banco, segundo uma testemunha. No entanto, milhares de dólares ainda estão desaparecidos, disse um policial ao Denver Post.

BN

Homem atira em barbeiro por causa do corte de cabelo do filho

A polícia lançou uma caça após um suspeito ter disparado sobre o funcionário de uma barbearia, no Texas (EUA), por causa do corte de cabelo feito no filho. Segundo as autoridades citadas pelo Independent o tiroteio ocorreu após uma discussão dentro do estabelecimento.

Um detetive contou a um jornal local que o barbeiro tinha ajeitado o corte de cabelo feito ao filho do suspeito, de 13 anos, de graça depois de este ter voltado ao local acompanhado pelo pai. (mais…)

Taison recebe punição de um jogo após reagir a gritos racistas de torcida na Ucrânia

A Associação Ucraniana de Futebol confirmou a suspensão do atacante Taison por um jogo após ele mostrar o dedo do meio e chutar a bola em direção à torcida do Dínamo de Kiev em reação a gritos racistas.

O caso ocorreu no último dia 10 de novembro. A fala racista da torcida começou por volta dos 30 minutos do segundo tempo, depois que o atleta cometeu uma falta em um jogador do time adversário. Depois da reação, ele foi expulso de campo.

O Dínamo também recebeu punição. O clube precisou jogar uma partida com portões fechados, além de pagar uma multa de 500 mil Grívnia, o que corresponde a aproximadamente R$ 87.160,38.

Metro 1

Ossos são encontrados em casa de ex-ditador do Paraguai Alfredo Stroessner

Foram encontrados ossos de quatro pessoas abaixo do piso do banheiro de uma casa em Ciudad del Este, no Paraguai, que pertenceu ao ditador Alfredo Stroessner, que comandou o país durante 35 anos.

Em entrevista a uma TV do Paraguai, o chefe da equipe de memória do Ministério da Justiça, Rogelio Goiburú, afirmou que as investigações vão determinar se os ossos de fato pertencem à vítimas do regime de Stroessner.

BN

Submarino francês desaparecido por 50 anos é encontrado no Mediterrâneo

O submarino francês “La Minerve”, que desapareceu em 1968 com 52 tripulantes a bordo, foi encontrado na costa de Toulon, no sudeste da França. O anúncio foi feito pela ministra do Exército do país, Florence Parly, hoje (22).

“Acabamos de encontrar ‘La Minerve’. É um sucesso, um alívio e uma proeza técnica. Meus pensamentos estão com as famílias, que esperaram tanto tempo por este momento”, escreveu, no Twitter. (mais…)