Robinho é condenado em última instância a nove anos de prisão por estupro

A Corte de Cassação de Roma, última instância da justiça italiana, rejeitou o recurso apresentado pelo atacante Robinho e por Ricardo Falco, amigo do jogador, e confirmou a condenação dos dois a nove anos de prisão por violência sexual de grupo cometida contra uma mulher albanesa numa boate de Milão, em 2013. A sentença é definitiva, não cabe mais recurso, e a execução da pena é imediata.

Com a condenação, a justiça italiana poderá pedir a extradição de Robinho e Falco, mas dificilmente eles serão mandados para a Itália, pois a constituição brasileira veta a extradição de brasileiros. Desta forma, a Itália poderá pedir que eles cumpram as penas de prisão em uma penitenciária brasileira.

Para isso, é necessário que a Itália peça a transferência de execução de pena à justiça brasileira e espere que o Supremo Tribunal de Justiça faça a homologação da sentença estrangeira. Mas, segundo a Secretaria de Cooperação Internacional da PGR (Procuradoria Geral da República), “não existe um prazo para o trâmite do processo”.

(mais…)

Quase 4,5 mil voos são cancelados no mundo por avanço da ômicron durante Natal

Foto: Divulgação/Schipol Airport

As companhias aéreas cancelaram entre sexta-feira (24) e a manhã deste sábado (25) quase 4.500 voos em todo mundo e milhares de viagens sofreram atrasos devido à expansão da variante ômicron da Covid-19, informou o site Flightaware, que rastreia voos.

De acordo com o indicador da Flightaware, ao menos 2 mil voos foram cancelados no dia de Natal, incluindo 700 com origem ou destino aos Estados Unidos, e quase 1.500 sofreram atrasos, segundo um balanço até 7h20 GMT (4h20 de Brasília).

Segundo estimativas da Associação Automobilística Americana (AAA), mais de 109 milhões de norte-americanos devem deixar sua área de residência de avião, trem ou carro, entre 23 de dezembro e 2 de janeiro, um aumento de 34% em relação ao ano passado.

OMS classifica nova variante do coronavírus como ‘preocupante’

Reprodução: Shutterstock

A Organização Mundial da Saúde decidiu incluir a cepa B.1.1.259 do coronavírus como uma “variante preocupante”, após análise do Grupo Técnico Consultivo sobre a Evolução do Vírus SARS-CoV-2 realizada nesta sexta-feira, 26. A variante, detectada pela primeira vez na África e já presente em ao menos três continentes, foi nomeada “Omicron” pela OMS.

De acordo com o grupo consultivo, a cepa Omicron foi reportada pela África do Sul à OMS no última dia 24, e sua primeiro infecção conhecida data de uma amostra coletada em 9 de novembro. Em comunicado, o órgão multilateral destaca que a variante possui um grande número de mutações, “algumas das quais preocupantes”, e apresentou alta risco de reinfecção em comparação com outras variantes classificadas como preocupantes, segundo evidências preliminares.

De acordo com a OMS, o surgimento da Omicron coincide com um momento de alta abrupta nos casos de covid-19 na África do Sul, e testes PCR realizados no país indicam uma maior capacidade de disseminação da cepa. Por isso, a entidade recomenda que os países aprimorem a vigilância sobre novos casos, emitem novas informações sobre a variante a uma base de dados pública e promovam estudos sobre a cepa, em nações onde há capacidade de investigação clínica.

Casos de Covid-19 no mundo se aproximam de 250 milhões

Reprodução: Shutterstock

O mundo já se aproxima de ter 250 milhões de casos registrados de Covid-19, segundo a plataforma de monitoramento da Universidade Johns Hopkins.

Ao todo, já são 249.825.817 casos de infecções até às 18h deste domingo (7). Os Estados Unidos continuam sendo o país com maior número de casos, com mais de 46 milhões, seguido por Índia que registra 34 milhões infecções e Brasil com mais de 21 milhões.

Já o número de mortes está em 5.048.445 no mundo. Neste ranking, Estados Unidos também ocupam o primeiro lugar com 754.391 óbitos, seguido pelo Brasil com mais de 608 mil.
Embora as Américas sejam o continente com maior concentração de casos e mortes, é a Europa que tem preocupado a Organização Mundial da Saúde. (mais…)

Brasil e Argentina vão monitorar a Covid-19 na fronteira

Reprodução: Jovem Pan News

O Brasil e a Argentina apresentaram nesta quarta-feira, 03, um projeto conjunto para realizar o monitoramento epidemiológico do novo coronavírus em dois postos de fronteira entre os países. De acordo com um comunicado do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação da Argentina, as tarefas de vigilância sanitária serão realizadas nos postos fronteiriços que ligam Paso de los Libres e Santo Tomé (Argentina) às cidades gaúchas de Uruguaiana e São Borja. “É importante lançar este projeto. A pandemia apresentou enormes desafios a nossos países.

A realização da vigilância epidemiológica molecular ativa do Sars-CoV-2 em cidades vizinhas exige que tomemos todas as precauções e estejamos atentos a novas variantes”, disse o ministro argentino de Ciência, Tecnologia e Inovação, Daniel Filmus, na apresentação do projeto. Ainda segundo o comunicado, o projeto de vigilância epidemiológica consistirá no sequenciamento de amostras colhidas de portadores que testarem positivo para Covid-19 nos postos fronteiriços ou apresentarem sintomas na chegada à fronteira. Também será realizada uma vigilância ativa das variantes do vírus nas áreas de fronteira da província argentina de Corrientes, com o objetivo de detectar variantes preocupantes. “Esta estratégia complementar permitiria a confirmação rápida de qualquer variante não detectada que entrasse na fronteira”, diz o comunicado.

De acordo com dados oficiais, em média 136 caminhões passam pelo posto fronteiriço de Santo Tomé-São Borja, na direção Brasil-Argentina por dia e outros 200 caminhões em média passam pelo posto Paso de los Libres-Uruguaiana, 80% deles conduzidos por brasileiros por dia.

Com alta de casos de Covid, China vacina crianças e anuncia novas restrições

Reprodução: Ag Saúde DF

A Comissão de Saúde da China anunciou nesta segunda-feira, 25, que registrou 35 novos casos de Covid-19 por transmissão local. No país, mais de 1,07 bilhão de pessoas já foram vacinadas contra o vírus. A população é estimada em 1,4 bilhão.

Nos últimos sete dias foram registrados 100 casos. Com a alta de casos, governos de várias regiões e províncias anunciaram o início da vacinação de crianças de 3 a 11 anos. Em junho, o país asiático aprovou as vacinas da Sinovac e da Sinopharm para este público.

Para o público geral, foi anunciado o confinamento de milhares de pessoas. Moradores da capital foram orientados pelo governo a reduzir os deslocamentos não essenciais. As medidas são tomadas a 100 dias do início dos jogos Olímpicos de inverno, previstos para acontecer em 2022 em Pequim. (mais…)

Vale tenta resgatar 39 trabalhadores presos em mina no Canadá

Reprodução: Vale

A mineradora Vale prevê resgatar ainda nesta segunda-feira todos os 39 trabalhadores que estão presos na mina subterrânea Totten em Sudbury, Ontário, no Canadá, desde um incidente na tarde de domingo, informou a companhia em comunicado à imprensa.

Segundo a Vale, uma pá escavadeira que estava sendo transportada no acesso à mina subterrânea se desprendeu, bloqueando o “shaft” e, com isso, indisponibilizando o meio de transporte dos empregados.

Os funcionários sairão por meio de um sistema de escada de saída secundária com o apoio da equipe de resgate da Vale, que já alcançou os mineradores e iniciou a movimentação, segundo a empresa. (mais…)

Líder de movimento “antimáscara” nos EUA morre de Covid, aos 30 anos

Reprodução: Facebook

Caleb Wallace, de 30 anos, líder de um movimento antimáscara nos Estados Unidos, morreu no último sábado (28) de Covid-19.

Segundo a imprensa americana, quando ele apresentou os primeiros sintomas, preferiu não fazer o teste de diagnóstico nem procurar ajuda médica — tomou vitamina C, ivermectina, zinco e ácido acetilsalicílico. Segundo os cientistas, esses medicamentos são ineficazes no combate à doença.

Quatro dias depois, no entanto, Caleb foi internado em um hospital de San Angelo, no Texas. Na semana seguinte, ainda dependendo de respiradores, teve uma piora acentuada no quadro e ficou inconsciente. Em vídeos publicados na internet, o americano criticava a realização do RT-PCR, por causa “do alto número de falsos positivos”. Caleb Wallace deixa a mulher, que está grávida, e três filhas.

Brasil envia ajuda humanitária ao Haiti

Reprodução: Getty

Trinta e dois bombeiros e um representante do Ministério do Desenvolvimento Regional estão a caminho do Haiti, levando cerca de sete toneladas de materiais e equipamentos de emergência, além de 3,5 toneladas de medicamentos e insumos estratégicos do Ministério da Saúde. A missão tem por objetivo ajudar o Haiti a amenizar os problemas decorrentes de um terremoto que atingiu o país no dia 14 de agosto, resultando em mais de 2 mil mortes e 10 mil feridos.

O avião de transporte KC-390 Millennium decolou da Base Aérea de Brasília na manhã de hoje (22) e a previsão é de que, após paradas para abastecimento em Cachimbo (PA) e em Boa Vista (RR), desembarque às 19h25 (horário de Brasília) em Porto Príncipe, a capital haitiana. O retorno a Brasília está previsto para amanhã (23), às 08h20. (mais…)

Terremoto no Haiti deixa ao menos 227 mortos

Ao menos 227 pessoas morreram no Haiti após o terremoto de magnitude 7,2 registrado neste sábado (14), de acordo com um balanço preliminar divulgado pela defesa civil do país. As cidades de Cayes e Jérémie, no sudoeste da ilha, foram as mais atingidas. O primeiro-ministro Ariel Henry decretou estado de emergência por 30 dias.

Segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos, o tremor pôde ser sentido também na República Dominicana, Cuba e Jamaica. Não há mais riscos de tsunami na região.

O epicentro do terremoto foi identificado a 8 km da cidade de Petit Trou de Nippes (no oeste da ilha), a cerca de 150 km da capital Porto Príncipe, e a uma profundidade de 10 km. O terremoto atinge o Haiti em um momento de forte crise política, que começou antes mesmo da morte do presidente Jovenel Moïse, em julho deste ano.

Em meio às Olimpíadas, Tóquio tem recorde de casos diários de Covid-19

Em meio às Olimpíadas, a cidade de Tóquio registrou um número recorde de casos diários de Covid-19 nesta quarta-feira (28). Foram mais de 3 mil novos casos da doença.

Os 3.117 diagnósticos de infecção pelo coronavírus aconteceram nas últimas 24 horas. É o segundo dia consecutivo de recorde na taxa de contágio – nesta terça (27), foram registrados 2.848 novos casos.

Segundo a Folha, diante da disseminação do vírus, a governadora de Tóquio, Yuriko Koike, pediu para que a população evite saídas “desnecessárias” e “não urgentes”.

Poluição ‘pinta’ lagoa em tons de rosa na Argentina

Uma lagoa na região sul da Patagônia, na Argentina, mudou de cor naquele que pode ser considerado um fenômeno impressionante, mas igualmente preocupante. As cores da água, outrora azul cristalinas, estão agora em tons rosa. A mudança teria sido causada pela poluição derivada de um produto químico usado para preservar camarões para exportação.

Trata-se de sulfito de sódio, um produto antibacteriano usado nas fábricas de peixes. O resíduo é responsabilizado por contaminar o rio Chubut, que alimenta a lagoa do Corfo e outros mananciais da região.

Há muito que os moradores locais se queixam de odores desagradáveis e de problemas ambientais causados por esta situação. Mas, na semana passada, isso tornou-se visível quando o lago mudou de cor. Esta não é a primeira vez que isto acontece dado que o lago recebe escoamento do parque industrial de Trelew. Contudo, moradores e ambientalistas se dizem fartos e pedem uma ação em prol da proteção do meio ambiente.

Notícias ao Minuto

Após assassinato do presidente, Haiti declara estado de emergência

O presidente do Haiti, Jovenel Moise, foi morto a tiros por agressores não identificados em sua residência particular de madrugada, um “ato bárbaro”, disse o governo nesta quarta-feira, o que provoca temores de tumultos crescentes na nação caribenha empobrecida.

O assassinato, que foi repudiado pelos Estados Unidos e por países latino-americanos vizinhos, coincidiu com episódios de violência de gangues em Porto Príncipe nos últimos meses, fomentados por uma crise humanitária cada vez maior e um caos político. A desordem transforma muitos distritos da capital em terras sem lei.

Depois de realizar uma reunião de gabinete, o primeiro-ministro interino do Haiti, Claude Joseph, disse em comentários televisionados que o governo declarou um estado de emergência em meio às dúvidas sobre quem assumirá as rédeas do país. (mais…)

OMS: casos globais de covid caem há 7 semanas

Diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus afirmou nesta segunda-feira, 14, que os casos de covid-19 no mundo recuam há sete semanas, na maior sequência até agora desde o início da pandemia. Ele advertiu, contudo, que o número total mascara tendências “preocupantes” em vários países.
Tedros Adhanom disse que o número de casos semanais caiu à mínima desde fevereiro, mas lembrou que as mortes pela doença têm recuado menos.

Com a disseminação de novas cepas, mais contagiosas, é preciso reforçar as medidas para conter os contágios, como o uso de máscaras e o distanciamento, notou.

O diretor-geral ainda destacou o quadro na África, onde segundo ele há “forte avanço” da covid-19. De acordo com Tedros Adhanom, isso é especialmente preocupante, já que o continente possui menos vacinas disponíveis e também enfrenta dificuldades para garantir os insumos médicos para tratar os casos. (mais…)

Pfizer/CEO: daremos 2 bilhões de doses de vacina contra covid-19 a países pobres

O executivo-chefe da Pfizer, Albert Bourla, afirmou nesta terça-feira, 8, que a empresa dará 2 bilhões de doses de vacina contra a covid-19 para os países mais pobres do mundo, em 2021 e 2022, sendo 1 bilhão delas a cada ano. A declaração foi dada durante o evento virtual da GZERO Media.

Em sua fala, Bourla comentou que a Pfizer só não consegue produzir ainda mais vacinas por causa da falta de matéria-prima disponível. Segundo ele, a empresa elevou sua capacidade “de modo dramático” para conseguir atender à forte demanda por esse imunizante.

Bourla ainda disse que nenhuma das variantes do vírus surgidas até agora é resistente à vacina. Segundo ele, pode ocorrer de uma cepa futura seja resistente e é preciso estar preparado para essa eventualidade. O executivo disse que a empresa tem a capacidade de produzir uma nova versão da vacina resistente a uma nova cepa eventual em 100 dias, se necessário.