Ipiaú: Professor Eritan inicia movimento pela manutenção do Horto Florestal

O professor e biólogo Eritan Alves encabeçou na manhã de domingo (05) em Ipiaú uma visita cidadã de reconhecimento do estado de manutenção do Horto Florestal de Ipiaú através do intitulado Projeto Áreas Verdes Urbanas.

A área, que no ano passado chegou a ser invadida por famílias do movimento sem teto, foi percorrida pelo educador e colaboradores que constataram sinais de desrespeito para com o meio ambiente, com lixo residencial espalhado e até móveis velhos deixados embaixo das árvores.

Na opinião de Eritan, servindo como ponto de encontro de usuários de drogas e esconderijo de criminosos, o Horto Florestal carece de um trabalho de mobilização social para que seja resgatado da situação em que se encontra.

O trabalho do professor Eritan foi o de chamar a atenção da comunidade para a falta de cuidado para com uma área verde estabelecida em Lei Municipal que a cidade dispõe de forma privilegiada e que poderia estar servindo como espaço de lazer, suprindo assim uma das grandes carências da cidade.

Ipiaú Online

Ipiaú Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente inicia projeto “ VERDE É VIDA” nas praças

A Prefeitura Municipal de Ipiaú, através da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente iniciou o projeto “VERDE É VIDA”, com o objetivo de plantar mudas de árvores nativas nas praças públicas do município.

O intuito do projeto é incentivar a população a frequentar as praças, oferecendo sombra, uma melhor qualidade do ar, maior contato com a fauna (pássaros, borboletas e insetos polinizadores), além da beleza paisagística, celebrando a vida e a natureza na sua plenitude.

O projeto teve início nesta terça-feira (01/08) com o plantio de 04 árvores nativas da região na Praça Rui Barbosa e a participação de 30 alunos da 5ª Série do Colégio Dom Bosco, que obtiveram experiências nos plantios.

O Secretário de Agricultura e Meio Ambiente Elvídio Júnior e equipe, aproveitaram a oportunidade para orientar e educar os estudantes sobre a importância da preservação da natureza, enfatizando os grandes benefícios e destacando sobre a “produção de chuvas, abastecimento e recarga dos rios, lagos e aquíferos, a purificação do ar e a produção de flores e frutos.

O plantio de árvores nas praças de Ipiaú continuará tendo a participação dos alunos das escolas do município, buscando sobretudo, envolver toda a comunidade, afim de criar uma consciência ambiental, fundamental para o desenvolvimento de futuras gerações.

O Projeto ‘VERDE É VIDA” também, de acordo com o Secretário, terá monitoramento e atenção especial da equipe da Secretaria, visando acompanhar o desenvolvimento e identificar a taxa de sobrevivência de todas as arvores plantadas.

DIRCOM/Prefeitura

Descaso: Areia extraída ilegalmente em Rio de Contas é usada até para pavimentar estrada

Um dos quatro principais cursos d’água da Bahia, com comprimento de 620 quilômetros, o Rio das Contas vem sofrendo com poluição e degradação das suas margens por causa da extração ilegal de areia para construção civil, que avança sem ser incomodada por órgãos ambientais, conforme informações do Correio.

A extração de areia ocorre em praticamente todo o rio, mas a situação mais grave está entre as cidades de Ipiaú e Jequié, onde a atividade é realizada por parte de carroceiros e canoeiros, que pegam areia nas margens do rio, e de mineradoras, com dragas instaladas no leito.

Em Ipiaú, a areia é extraída de forma ilegal até por empresas contratadas para fazer obras em estradas federais que cortam a região, conforme o flagrante feito há um ano areal do Arara, onde um caminhão caçamba que foi retirar areia acabou ficando atolado no local.

O caso foi denunciado pelo Grupo Ecológico Humanista Papamel, presidido pelo ambientalista Emídio Souza Barreto Neto, que usou as redes sociais para tornar a situação pública.

“O areão do Arara é um Patrimônio Cultural e Ambiental do município de Ipiaú. A falta de ações de proteção e gestão ambiental participativa tem permitido que veículos de todos os portes trafeguem, inclusive atolando e ficando encalhado dentro do Rio das Contas, como o que ocorre desde ontem até o presente momento”, escreveu Neto.

A Prefeitura de Ipiaú declarou que não tem gestão sobre a extração de areia do Rio das Contas, uma atribuição do Inema. Em Ipiaú, a única mineradora que atua é a mineradora Xavier S. & Silva LTDA, de propriedade do engenheiro ambiental Nerivan Xavier dos Santos.

O problema vem sendo investigado pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) desde 2015, após denúncias de grupos ambientais ao Ministério Público Federal (MPF), que repassou o caso para o órgão baiano. Depois de passar por vários promotores, o caso está desde 2017 com o promotor ambiental Maurício Cavalcante, que atua em Jequié.

(mais…)


Ipiaú: Capivaras voltam a aparecer nas ilhas do Rio de Contas

No passado conta-se que era comum encontra-las nas margens do Rio de Contas em toda região de Ipiaú. Com o tempo, as mudanças climáticas e a caça indiscriminada, as capivaras desapareceram, buscando locais mais seguros para procriar.

Por razões ainda não definidas, esses animais estão de novo sendo vistos nas ilhas que se formaram no meio do rio, na área urbana de Ipiaú. A presença de uma fêmea com filhotes chamou a atenção de transeuntes que passavam pela ponte do Japumirim na manhã de sábado ( 07).

Ipiaú Online

Ipiaú: CETEP recebe ciclo de palestras sobre preservação ambiental

Nesta última sexta-feira (08/06) foi realizado no auditório do Centro Territorial de Educação Profissional (CETEP) do Médio Rio das Contas, um ciclo de palestras sobre meio ambiente.

O evento contou com a presença do Colegiado de Desenvolvimento Territorial (CODETER), Secretaria de Agricultura e Meio ambiente, APROC, e o CETEP. A organização visa que a abordagem ao tema de preservação ao meio ambiente seja constante para contribuir na formação de cidadãos atentos a essa causa. A palestra envolveu profissionais, alunos e convidados.

A escola foi presenteada com mudas de frutas e essências florestais, as mudas serão plantadas na próxima segunda-feira na área do CETEP. Após o término das palestras, algumas áreas do CETEP foram visitadas. A área do cacau está sendo orientada pela CEPLAC em parceria com o CETEP, Secretaria de Agricultura de Ipiaú, APROC e TMRC.

Ipiaú Online


Leur Lomanto Jr lamenta degradação do Rio de Contas

O Deputado Estadual Leur Lomanto Jr. (DEM), ao fazer comentário do Dia Municipal do Meio Ambiente (05) de junho, abordou a degradação do Rio de Contas e a necessidade de sua recuperação. Leur Jr. discorreu o seguinte: “Hoje é um dia de conscientização mundial. Quero aproveitar para levantar, mais uma vez, a questão do descaso com o Rio de Contas que passa por 15 cidades do interior do estado da Bahia, como Jequié, Ipiaú e Ubaitaba, um importante recurso natural que contribui para atividades de irrigação, geração de energia, mineração além do abastecimento de água dos municípios próximos”.

Leur ressaltou que há alguns anos, ele exerceu o cargo de Presidente da Comissão do Meio Ambiente da ALBA, fazendo proposta de junção de esforços entre todas as esferas de governo para inserir uma política ambiental que viabilizasse a revitalização do Rio de Contas. O Deputado continuou a dizer que: “porém até hoje a situação continua a mesma, com a ausência de políticas estaduais e municipais de fiscalização e requalificação do Rio”. Concluindo disse: “Precisamos refletir sobre a preservação da natureza e nos conscientizarmos de que grande parte deste cuidado depende de nós”.

Ipiaú Online

Ipiaú: População ribeirinha alerta para a lenta extinção do Rio das Contas

A reportagem do IPIAÚ ONLINE foi contactada por integrantes da população ribeirinha do município, especialmente os residentes das imediações da região do Emburrado, às margens do Rio das Contas, que lançaram uma alerta para o que consideram uma “lenta e gradual extinção do rio”.

A moradora Dolene Bajun relata o crescimento anormal de baronesas e o nível cada vez mais baixo da água ano a ano: “Moro aqui desde criança.Meu avô fez aqui um cais para evitar enchentes, só que hoje muitas áreas que eram de água viraram pastos”, disse.

Mesmo com a estação chuvosa, o rio que dá nome ao território segue correndo fraco. Não é nem a sombra do que foi, por exemplo, nos anos setenta, quando enchentes chegavam a atingir as proximidades da Praça Salvador da Matta.

Para muitos ribeirinhos a situação tem se tornado cada vez mais grave. O temor, segundo dizem,  com a derrubada das matas ciliares e as mudanças no clima, é  que não sobre mais rio para as gerações futuras.

Ipiaú Online

Japumirim: Integrantes do MST planejam assentar 300 famílias na área da Mirabela

 

Os manifestantes invadiram a Mirabela através da Portaria 2. (Fotos: Noel Rodrigues / Ipiaú Online)

Na manhã desta segunda-feira (23), integrantes do Movimento Sem Terra ocuparam novamente parte da Fazenda Santa Rita, de propriedade da Mirabela Mineração (ver matéria).

A equipe de jornalismo do IPIAÚ ONLINE esteve no local, e durante a nossa chegada nos deparamos com um grupo de militantes que negociava com um funcionário de uma empresa terceirizada  acerca da liberação de um material que se encontrava dentro da propriedade da Mirabela.

Após negociações, o material foi liberado para retirada

O material em questão, tratava-se de ferramentas utilizadas por uma equipe encarregada de cultivar mudas de plantas e árvores, utilizadas no reflorestamento de áreas degradas ou como compensação por área desmatada.

Durante a negociação, foi solicitada a presença de representantes da Mirabela, bem como da nossa reportagem, para registrar a entrega dos materiais ao proprietário. – “Nós entregamos o material, agora mediante a presença de algum representante da Mirabela e também da imprensa, para depois que sumir não sermos acusados de ter roubado algum material desse “, disse um dos líderes do movimento, se resguardando de possíveis desentendimentos futuros quanto ao material.

Trincheiras foram cavadas anteriormente na intenção de impedir o avanço dos invasores.

Com a autorização dos militantes, acompanhamos parte da equipe encarregada da liberação dos materiais, e durante o trajeto até o local, nos deparamos com várias trincheiras abertas, que segundo um dos integrantes do movimento foram feitas após a última ocupação, com a intenção de impedir que veículos do MST tivessem acesso até áreas internas da propriedade.

Parte dos militantes já estavam montando suas barracas.

Ao IPIAÚ ONLINE foi dito por um dos líderes que que até aquele momento cerca de 60 famílias já se encontravam no local, mas que a expectativa é que aproximadamente 300 famílias passem a ocupar a área já a partir desta terça (24).

De acordo com informações obtidas, os integrantes desse movimento são pessoas de várias cidades da região que lutam pelo direito de plantar e produzir para o sustento de seus familiares. E a intenção deles é de que algum representante do governo ceda aquela área (que segundo eles encontra-se abandonada e improdutiva), ou determine outro local para que eles possam fazer a ocupação e instalação de um acampamento para produção de alimentos.

Em entrevista ao IPIAÚ ONLINE, um dos líderes do movimento (que não teve sua identidade informada) expôs alguns dos motivos para a ocupação da área de propriedade da Mirabela Mineração. Acompanhe os áudios:

E ainda completou:

Nós tentamos contato durante a tarde com os gestores da Mirabela Mineração para comentar sobre a ocupação, contudo, não obtivemos êxito.

Prepostos da Polícia Militar realizaram rondas nas imediações, porém como não havia nenhum conflito e nenhuma ordem judicial de reintegração de posse havia a ser cumprida, naquele momento nada puderam fazer.

Ipiaú Online

Ipiaú: Vereador Lucas de Vavá propõe Projeto de Lei em prol dos animais abandonados

Vereador Lucas de Vavá. (Foto arquivo pessoal)

Durante a seção ordinária da Câmara Municipal de Vereadores de Ipiaú desta primeira semana de abril, foi votado em plenário e aprovado pelos edis o Projeto de Lei do Vereador Lucas Louzado, que cria o Dia Municipal e a Semana Municipal da Adoção, Proteção e Bem-estar dos Animal.

O Projeto de Lei proposto pelo Vereador Lucas de Vavá, tem como objetivo fortalecer as ações promovidas por ONGs, Canil Municipal, grupos de proteção e protetores independentes dos animais abandonados e vítimas de maus-tratos de Ipiaú.

A Luta pelos direitos dos animais e seu bem-estar é crescente em todo o Brasil, sendo que em nosso município temos a grandeza de ter muitos cidadãos engajados para que os nossos animais vítimas de crueldade tenha uma vida digna.

A expectativa é que a Semana da Adoção, Proteção e Bem-estar dos Animais traga conhecimento e orientação sobre a posse responsável, sendo que as escolas, grupos de proteção animal, bem como outros órgãos do poder público municipal poderão promover eventos relacionados ao tema, como palestras, exibição de material audiovisual e atividades lúdicas, visando despertar a conscientização dos alunos para a necessidade de proteção aos animais.
Com esse Projeto de Lei do Dia Municipal e a Semana Municipal da Adoção, Proteção e Bem-estar dos Animai, o vereador Lucas pretende prestar uma homenagem a todos os animais que já foram vítimas de atos cruéis e a todos os voluntários da causa animal, que lutam diariamente por essas vidas que merecem o nosso respeito.

O Projeto agora será encaminhado para apreciação da prefeita municipal para análise e sansão.

ASCOM Ver. Lucas Louzado (Lucas de Vavá)

Bahia: Fábrica da Heineken em Alagoinhas pode ser fechada

Segundo publicação, por questões ambientais, fábrica da Heineken em Alagoinhas pode ser fechada.

De acordo com informações do jornalista Mauricio Lima, do blog Radar, do site da revista Veja, a empresa Heineken pode ter que fechar a fábrica situada na cidade de Alagoinhas.

Segundo a publicação, a Heineken herdou dos japoneses da BrasilKirin problemas com a extração de água do subsolo para produção das bebidas, o que caracterizaria descumprimento de normas ambientais. De acordo com as acusações, esse processo está sendo feito de forma clandestina.

A unidade situada em Alagoinhas chega a faturar quase 2 bilhões por ano.

News em Foco

Valença: Forte chuva deixa ruas alagadas

(Foto: Joberth Melo / Atualiza Bahia)

A forte chuva que cai durante este sábado (24) ocasionou o alagamento de ruas na cidade de Valença, no baixo sul da Bahia.

Problema já recorrente, a água ficou com nível alto na Rua Raul Malbuisson (Caminho do Meio). O calçadão, a Rua Quintino Bocaiuva, e a Rua do Leite (uma das travessas da Avenida ACM) também ficaram alagadas.

De acordo com o Clima Tempo, a previsão é de chuva até sexta-feira (30), na cidade de Valença. A temperatura varia entre os 22º a 29º.

Atualiza Bahia

O Povo na Bronca: Moradores da Rua Jequié denunciam que árvores estão sendo envenenadas

Várias árvores já morreram. (Fotos: Noel Rodrigues / Ipiaú Online)

Na manhã desta quinta-feira (22), moradores da Rua Jequié entraram em contato com o IPIAÚ ONLINE e solicitou a visita de nossa equipe ao local, para registrar um crime bárbaro que vem ocorrendo naquela rua.

De acordo com os moradores, há aproximadamente 30 dias, pessoas não identificadas começaram a “envenenar” as árvores existentes naquela localidade.

Uma das árvores já se encontra com todas as folhas secas.

Segundo relatos, alguns moradores têm avistado na calada da noite, alguns indivíduos mexendo nas árvores, e ao perceberem qualquer movimentação de moradores, fogem em disparada, não sendo possível a identificação desses elementos.

No local, segundo os moradores, não é possível realizar a construção de nenhum imóvel pois, segundo estes, o espaço é reservado para a construção de uma praça pública pela prefeitura, além de ser considerado terreno de Marinha.

Árvore já com sinais de envenenamento.

Moradores já realizaram denúncias através de emissoras de rádio, contudo, até o momento, nenhum representante da prefeitura ou da Secretaria de Meio Ambiente compareceu ao local para tomar alguma atitude no sentido de tentar recuperar as árvores.

O ato de envenenar as árvores se caracteriza como crime de dano em planta de ornamentação em local público. A pena pode ser de 6 meses a 1 ano de prisão.

É triste ver que em tempos onde se prega a preservação do meio ambiente e a natureza, pessoas ainda tenham em mente a maldade em fazer o mal para quem só nos traz o bem. Árvore é vida!

Ipiaú Online

Elson Andrade: Dia Mundial da Água e a distribuição do líquido em Ipiaú

Em plena era da informação, em 2018, governo, ambientalistas e acadêmicos, urbanista, especialistas ligados a empresas de saneamento e ao agronegócio, divergem ao largo da visão dos movimentos sociais e ONGs, no 8º Fórum Mundial da Água no DF, sobre o acesso universal a água de forma sustentável.

Abaixo, selecionamos algumas confusões associadas ao manejo dos recursos hídricos no País, rebatidas ao caso de Ipiaú.

Há abundância de água no Brasil, e portanto todos têm acesso?

Mito. De fato, o Brasil detém a maior reserva de água doce superficial do planeta. São 12% da parcela mundial, garantidos pelas imensas bacias hidrográficas formadas pelos rios e seus afluentes. Mas a distribuição desse recurso é desigual no território brasileiro. Só a Bacia do Amazonas retém 68% de toda a água de superfície do País, justamente em uma região onde vivem apenas cerca de 7% da população total. Por outro lado, as populosas regiões.

(mais…)


Quase extinto: Último rinoceronte branco macho no mundo, morre no Quênia

Sudan, rinoceronte branco do norte ganha perfil no Tinder .

“Sou único. Sou o último rinoceronte branco macho no planeta Terra. Não quero parecer um aproveitador, mas o destino da minha espécie depende, literalmente, de mim. Atuo bem sob pressão. Meço 1,82 metros e peso 2.267 quilos, se isso importa”, descreve em seu perfil.

Animal que sofria de uma infecção na pata direita teve um perfil no Tinder em 2017 que procurava arrecadações para reprodução ‘in vitro’ de sua espécie
O último rinoceronte branco macho no mundo, chamado de Sudão, foi sacrificado nesta segunda-feira depois que veterinários constataram o agravamento de sua doença. A informação foi divulgada nesta terça-feira pela direção da reserva natural queniana de Ol Pejeta, onde o animal vivia desde 2009. “Sua doença piorou significativamente nas últimas 24 horas. Ele não conseguia se levantar e estava passando muito mal”, explicou a equipe da reserva, que trabalhou junto com especialistas do zoológico tcheco Dvur Kralove e o Serviço de Conservação da Fauna queniana (KWS). (mais…)

Ipiaú: Prefeitura resolve problema histórico de falta de água em Córrego de Pedras

A Prefeitura Municipal de Ipiaú junto com o Governo do Estado , através da CERB (Companhia de Engenharia e Recursos Hídricos da Bahia) realizou na última semana a perfuração de um poço artesiano na localidade de Córrego de Pedras . Após o estudo geofísico que definiu o local da perfuração em direção ao aquífero foram iniciados os trabalhos preparatórios para a execução da obra que contará com mais de 4 km de tubulação de 114 mm de diâmetro e outros equipamentos.

A vazão do poço foi calculada em 27 mil litros de água por hora. Nos períodos de estiagem prolongada a população de Córrego de Pedras sofre com a falta de água e isso exige abastecimento através de carros pipas ou outros metros pouco eficazes. Com a perfuração do poço artesiano o problema sofrerá uma significativa redução.

A prefeita Maria das Graças vem se movimentando no sentindo de buscar recursos que resultem em um abastecimento mais eficaz e seguro. A Secretária de Agricultura e meio Ambiente do Município de Ipiaú informou que também serão perfurados poços artesianos nas localidades do Cajueiro,“Passa com Jeito”e Horta Comunitária.

O beneficio se estenderá pelas regiões Tinguí e Bom sem Farinha, Braço Pequeno e Sapucaia. Na Fazenda do Povo a obra do serviço de abastecimento de água através de poço artesiano está em fase de conclusão. O conjunto da obra reúne nove pontos de abastecimento. Nessa parceria com o Governo do Estado a Prefeitura de Ipiaú vem construindo ramais de acessos para os locais dos poços e dando todo o apoio logístico necessário.

ASCOM PMI