Ipiaú: Meteorologia prevê tempo chuvoso para o final de semana

 

A previsão da meteorologia é de que a chuva continue ao longo deste final de semana em Ipiaú e região. Conforme o site Climatempo, Ipiaú deverá ter uma breve trégua na manhã de sábado (10 ) mas volta a receber chuva na parte da tarde, continuando ao longo da noite e de todo o domingo (11), quando estão previstos “sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora”.

Durante o final de semana a temperatura varia entre 32 e 19 graus. Ainda conforme a meteorologia, a temporada de chuvas só deve dar um tempo na próxima quarta feira (14).

Ipiaú Online


Ipiaú e região: Chuvas fortes chegando, diz meteorologia

 

A madrugada desta terça feira (06) foi de chuva na região de Ipiaú. A cidade já vem aguardando essa temporada há alguns dias, visto que choveu forte na semana passada em Ilhéus e Itabuna, alagando ruas, e em Conquista muita chuva foi registrada na noite de segunda feira (05).

Um alerta foi emitido pela meteorologia de que muita chuva acompanhada de fortes ventos e raios devem chegar à região nas próximas 24 horas. Conforme os especialistas, o temporal deve atingir toda a região sul, sudoeste e centro sul da Bahia, além do norte de Minas Gerais.

Ipiaú Online

Ipiaú: Papamel denuncia uso de agrotóxicos em fazendas na beira do Rio das Contas

Prática condenada e criticada por todos os organismos ambientais, dado o risco que oferece a saúde da população e dos animais, especialmente os aquáticos, a população da região de Ipiaú está sob ameaça da aplicação de herbicidas nas margens dos Rio das Contas e também em suas ilhas fluviais por proprietários rurais que criam gado. A denúncia está sendo feita pelo Grupo Ecológico Humanista Papamel, que solicita providências por parte das autoridades.

O ambientalista Emídio Neto, coordenador da entidade, comentou da sua preocupação. ” Na ilha fluvial que fica defronte a Fazenda de Políbio pelo lado de Itagibá e da Estação Ecológica Rio das Contas, pelo lado de Ipiaú essa prática tem se repetido, impunemente. Atenção ADAB e Prefeitura Municipal de Ipiaú e Itagibá. A defesa do Meio Ambiente, mais que um dever, é uma obrigação constitucional. Solicitamos medidas urgentes”, disse.

Ipiaú Online

Ubaitaba: Mais de 200 aves silvestres foram resgatados pela Polícia Rodoviária

Foram resgatados na madrugada desta terça-feira, 18, 200 animais silvestres. O caso ocorreu durante uma fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF) da Bahia no KM 444 da BR 101, região do município de Ubaitaba.

Segundo a PRF-BA, os agentes localizaram um condutor de um veículo Renault/Clio, engatando marcha ré ao notar a presença policial. Os policiais conseguiram alcançar o automóvel e durante a fiscalização em seu interior, foram encontradas diversas gaiolas vazias.

Ao ser questionado, o motorista informou que estava transportando duas aves da espécie papa-capim. Porém, ao fiscalizar o interior do automóvel, foram encontradas caixas abaixo das gaiolas vazias. Dentro do material foram localizadas 200 aves silvestres, que eram transportadas de forma ilegal.

(mais…)

Incêndio ameaça nascente do Rio de Contas na Chapada Diamantina

Um incêndio de grandes proporções, que começou há três dias, se alastra pela Serra da Tromba, região localizada entre os municípios baianos de Abaíra e Piatã, na Chapada Diamantina.

Segundo reportagem da TV Bahia, equipes de brigadistas voluntários já foram encaminhados ao local para tentar conter as chamas. Moradores afirmam que os primeiros focos do incêndio começaram a aparecer na região da nascente do Rio de Contas, que corta 14 municípios baianos, dentre eles Ipiaú.

Varela


Bahia: Cratera misteriosa aumenta de tamanho e já passa dos 77 metros

Um novo estudo realizado no local onde se abriu a cratera misteriosa em Vera Cruz constatou que o buraco aumentou de tamanho. Segundo a Dow Química, empresa responsável pela extração de salmoura no povoado, a erosão subiu de 71,7 metros de comprimento, para 77,9 metros.

Ainda de acordo com o estudo, a largura do buraco também aumentou. Saiu de 29,7 metros para 33. Somente a profundidade registrou redução. Antes ele tinha 45,4 metros de altura, agora está 44,9. A nova medição foi feita no dia 31 de julho e apresentada à população local na quarta-feira (8).

As causas do fenômeno ainda não foram descobertas. Em nota, a Dow informou que segue avançando no processo de investigação e acompanhamento do fenômeno geológico conhecido como vazio subterrâneo (sinkhole, em inglês).

Investigação
O buraco surgiu no dia 1° de junho no pequeno povoado de Matarandiba, no município de Vera Cruz, na llha de Itaparica, e despertou a atenção dos moradores. Na primeira medição realizada pela própria empresa, no mesmo dia em que um de seus técnicos encontrou a cratera na área aberta em meio a mata, o buraco tinha 69 metros de comprimento por 29 metros de largura com a profundidade de 46 metros.

Correio

CEPLAC e ADAB lançam protocolo contra praga pior que a vassoura-de-bruxa

A Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (CEPLAC) e Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB) lançaram o Protocolo de Biossegurança que objetiva a adoção de medidas de biossegurança para a prevenção da Monilíase do Cacaueiro em território nacional e baiano.

A Monilíase é uma praga quarentenária ausente em nosso país, ainda mais agressiva que a vassoura-de-bruxa, e ataca só os frutos do cacaueiro e de outras espécies de Theobroma. Pelas perdas que causa, representa uma grande ameaça às lavouras de cacau brasileira. (mais…)

Ipiaú: Professor Eritan inicia movimento pela manutenção do Horto Florestal

O professor e biólogo Eritan Alves encabeçou na manhã de domingo (05) em Ipiaú uma visita cidadã de reconhecimento do estado de manutenção do Horto Florestal de Ipiaú através do intitulado Projeto Áreas Verdes Urbanas.

A área, que no ano passado chegou a ser invadida por famílias do movimento sem teto, foi percorrida pelo educador e colaboradores que constataram sinais de desrespeito para com o meio ambiente, com lixo residencial espalhado e até móveis velhos deixados embaixo das árvores.

Na opinião de Eritan, servindo como ponto de encontro de usuários de drogas e esconderijo de criminosos, o Horto Florestal carece de um trabalho de mobilização social para que seja resgatado da situação em que se encontra.

O trabalho do professor Eritan foi o de chamar a atenção da comunidade para a falta de cuidado para com uma área verde estabelecida em Lei Municipal que a cidade dispõe de forma privilegiada e que poderia estar servindo como espaço de lazer, suprindo assim uma das grandes carências da cidade.

Ipiaú Online

Ipiaú Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente inicia projeto “ VERDE É VIDA” nas praças

A Prefeitura Municipal de Ipiaú, através da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente iniciou o projeto “VERDE É VIDA”, com o objetivo de plantar mudas de árvores nativas nas praças públicas do município.

O intuito do projeto é incentivar a população a frequentar as praças, oferecendo sombra, uma melhor qualidade do ar, maior contato com a fauna (pássaros, borboletas e insetos polinizadores), além da beleza paisagística, celebrando a vida e a natureza na sua plenitude.

O projeto teve início nesta terça-feira (01/08) com o plantio de 04 árvores nativas da região na Praça Rui Barbosa e a participação de 30 alunos da 5ª Série do Colégio Dom Bosco, que obtiveram experiências nos plantios.

O Secretário de Agricultura e Meio Ambiente Elvídio Júnior e equipe, aproveitaram a oportunidade para orientar e educar os estudantes sobre a importância da preservação da natureza, enfatizando os grandes benefícios e destacando sobre a “produção de chuvas, abastecimento e recarga dos rios, lagos e aquíferos, a purificação do ar e a produção de flores e frutos.

O plantio de árvores nas praças de Ipiaú continuará tendo a participação dos alunos das escolas do município, buscando sobretudo, envolver toda a comunidade, afim de criar uma consciência ambiental, fundamental para o desenvolvimento de futuras gerações.

O Projeto ‘VERDE É VIDA” também, de acordo com o Secretário, terá monitoramento e atenção especial da equipe da Secretaria, visando acompanhar o desenvolvimento e identificar a taxa de sobrevivência de todas as arvores plantadas.

DIRCOM/Prefeitura

Descaso: Areia extraída ilegalmente em Rio de Contas é usada até para pavimentar estrada

Um dos quatro principais cursos d’água da Bahia, com comprimento de 620 quilômetros, o Rio das Contas vem sofrendo com poluição e degradação das suas margens por causa da extração ilegal de areia para construção civil, que avança sem ser incomodada por órgãos ambientais, conforme informações do Correio.

A extração de areia ocorre em praticamente todo o rio, mas a situação mais grave está entre as cidades de Ipiaú e Jequié, onde a atividade é realizada por parte de carroceiros e canoeiros, que pegam areia nas margens do rio, e de mineradoras, com dragas instaladas no leito.

Em Ipiaú, a areia é extraída de forma ilegal até por empresas contratadas para fazer obras em estradas federais que cortam a região, conforme o flagrante feito há um ano areal do Arara, onde um caminhão caçamba que foi retirar areia acabou ficando atolado no local.

O caso foi denunciado pelo Grupo Ecológico Humanista Papamel, presidido pelo ambientalista Emídio Souza Barreto Neto, que usou as redes sociais para tornar a situação pública.

“O areão do Arara é um Patrimônio Cultural e Ambiental do município de Ipiaú. A falta de ações de proteção e gestão ambiental participativa tem permitido que veículos de todos os portes trafeguem, inclusive atolando e ficando encalhado dentro do Rio das Contas, como o que ocorre desde ontem até o presente momento”, escreveu Neto.

A Prefeitura de Ipiaú declarou que não tem gestão sobre a extração de areia do Rio das Contas, uma atribuição do Inema. Em Ipiaú, a única mineradora que atua é a mineradora Xavier S. & Silva LTDA, de propriedade do engenheiro ambiental Nerivan Xavier dos Santos.

O problema vem sendo investigado pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) desde 2015, após denúncias de grupos ambientais ao Ministério Público Federal (MPF), que repassou o caso para o órgão baiano. Depois de passar por vários promotores, o caso está desde 2017 com o promotor ambiental Maurício Cavalcante, que atua em Jequié.

(mais…)

Ipiaú: Capivaras voltam a aparecer nas ilhas do Rio de Contas

No passado conta-se que era comum encontra-las nas margens do Rio de Contas em toda região de Ipiaú. Com o tempo, as mudanças climáticas e a caça indiscriminada, as capivaras desapareceram, buscando locais mais seguros para procriar.

Por razões ainda não definidas, esses animais estão de novo sendo vistos nas ilhas que se formaram no meio do rio, na área urbana de Ipiaú. A presença de uma fêmea com filhotes chamou a atenção de transeuntes que passavam pela ponte do Japumirim na manhã de sábado ( 07).

Ipiaú Online


Ipiaú: CETEP recebe ciclo de palestras sobre preservação ambiental

Nesta última sexta-feira (08/06) foi realizado no auditório do Centro Territorial de Educação Profissional (CETEP) do Médio Rio das Contas, um ciclo de palestras sobre meio ambiente.

O evento contou com a presença do Colegiado de Desenvolvimento Territorial (CODETER), Secretaria de Agricultura e Meio ambiente, APROC, e o CETEP. A organização visa que a abordagem ao tema de preservação ao meio ambiente seja constante para contribuir na formação de cidadãos atentos a essa causa. A palestra envolveu profissionais, alunos e convidados.

A escola foi presenteada com mudas de frutas e essências florestais, as mudas serão plantadas na próxima segunda-feira na área do CETEP. Após o término das palestras, algumas áreas do CETEP foram visitadas. A área do cacau está sendo orientada pela CEPLAC em parceria com o CETEP, Secretaria de Agricultura de Ipiaú, APROC e TMRC.

Ipiaú Online

Leur Lomanto Jr lamenta degradação do Rio de Contas

O Deputado Estadual Leur Lomanto Jr. (DEM), ao fazer comentário do Dia Municipal do Meio Ambiente (05) de junho, abordou a degradação do Rio de Contas e a necessidade de sua recuperação. Leur Jr. discorreu o seguinte: “Hoje é um dia de conscientização mundial. Quero aproveitar para levantar, mais uma vez, a questão do descaso com o Rio de Contas que passa por 15 cidades do interior do estado da Bahia, como Jequié, Ipiaú e Ubaitaba, um importante recurso natural que contribui para atividades de irrigação, geração de energia, mineração além do abastecimento de água dos municípios próximos”.

Leur ressaltou que há alguns anos, ele exerceu o cargo de Presidente da Comissão do Meio Ambiente da ALBA, fazendo proposta de junção de esforços entre todas as esferas de governo para inserir uma política ambiental que viabilizasse a revitalização do Rio de Contas. O Deputado continuou a dizer que: “porém até hoje a situação continua a mesma, com a ausência de políticas estaduais e municipais de fiscalização e requalificação do Rio”. Concluindo disse: “Precisamos refletir sobre a preservação da natureza e nos conscientizarmos de que grande parte deste cuidado depende de nós”.

Ipiaú Online

Ipiaú: População ribeirinha alerta para a lenta extinção do Rio das Contas

A reportagem do IPIAÚ ONLINE foi contactada por integrantes da população ribeirinha do município, especialmente os residentes das imediações da região do Emburrado, às margens do Rio das Contas, que lançaram uma alerta para o que consideram uma “lenta e gradual extinção do rio”.

A moradora Dolene Bajun relata o crescimento anormal de baronesas e o nível cada vez mais baixo da água ano a ano: “Moro aqui desde criança.Meu avô fez aqui um cais para evitar enchentes, só que hoje muitas áreas que eram de água viraram pastos”, disse.

Mesmo com a estação chuvosa, o rio que dá nome ao território segue correndo fraco. Não é nem a sombra do que foi, por exemplo, nos anos setenta, quando enchentes chegavam a atingir as proximidades da Praça Salvador da Matta.

Para muitos ribeirinhos a situação tem se tornado cada vez mais grave. O temor, segundo dizem,  com a derrubada das matas ciliares e as mudanças no clima, é  que não sobre mais rio para as gerações futuras.

Ipiaú Online

Japumirim: Integrantes do MST planejam assentar 300 famílias na área da Mirabela

 

Os manifestantes invadiram a Mirabela através da Portaria 2. (Fotos: Noel Rodrigues / Ipiaú Online)

Na manhã desta segunda-feira (23), integrantes do Movimento Sem Terra ocuparam novamente parte da Fazenda Santa Rita, de propriedade da Mirabela Mineração (ver matéria).

A equipe de jornalismo do IPIAÚ ONLINE esteve no local, e durante a nossa chegada nos deparamos com um grupo de militantes que negociava com um funcionário de uma empresa terceirizada  acerca da liberação de um material que se encontrava dentro da propriedade da Mirabela.

Após negociações, o material foi liberado para retirada

O material em questão, tratava-se de ferramentas utilizadas por uma equipe encarregada de cultivar mudas de plantas e árvores, utilizadas no reflorestamento de áreas degradas ou como compensação por área desmatada.

Durante a negociação, foi solicitada a presença de representantes da Mirabela, bem como da nossa reportagem, para registrar a entrega dos materiais ao proprietário. – “Nós entregamos o material, agora mediante a presença de algum representante da Mirabela e também da imprensa, para depois que sumir não sermos acusados de ter roubado algum material desse “, disse um dos líderes do movimento, se resguardando de possíveis desentendimentos futuros quanto ao material.

Trincheiras foram cavadas anteriormente na intenção de impedir o avanço dos invasores.

Com a autorização dos militantes, acompanhamos parte da equipe encarregada da liberação dos materiais, e durante o trajeto até o local, nos deparamos com várias trincheiras abertas, que segundo um dos integrantes do movimento foram feitas após a última ocupação, com a intenção de impedir que veículos do MST tivessem acesso até áreas internas da propriedade.

Parte dos militantes já estavam montando suas barracas.

Ao IPIAÚ ONLINE foi dito por um dos líderes que que até aquele momento cerca de 60 famílias já se encontravam no local, mas que a expectativa é que aproximadamente 300 famílias passem a ocupar a área já a partir desta terça (24).

De acordo com informações obtidas, os integrantes desse movimento são pessoas de várias cidades da região que lutam pelo direito de plantar e produzir para o sustento de seus familiares. E a intenção deles é de que algum representante do governo ceda aquela área (que segundo eles encontra-se abandonada e improdutiva), ou determine outro local para que eles possam fazer a ocupação e instalação de um acampamento para produção de alimentos.

Em entrevista ao IPIAÚ ONLINE, um dos líderes do movimento (que não teve sua identidade informada) expôs alguns dos motivos para a ocupação da área de propriedade da Mirabela Mineração. Acompanhe os áudios:

E ainda completou:

Nós tentamos contato durante a tarde com os gestores da Mirabela Mineração para comentar sobre a ocupação, contudo, não obtivemos êxito.

Prepostos da Polícia Militar realizaram rondas nas imediações, porém como não havia nenhum conflito e nenhuma ordem judicial de reintegração de posse havia a ser cumprida, naquele momento nada puderam fazer.

Ipiaú Online