Bahia: Novo tremor de terra é percebido entre Amargosa e São Miguel das Matas

Um novo tremor de terra foi registrado em Amargosa, no Vale do Jiquiriçá. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (3) pelo Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande Norte (Labsis).

O tremor teve magnitude 1,4 mR, situação que o classifica como de baixa magnitude e de baixa intensidade.

(mais…)

18 meses após manchas de óleo na Bahia, laboratório diz que consumo de peixes não representa riscos

Em agosto de 2019, um intenso vazamento de óleo atingiu o litoral brasileiro e em outubro, as manchas alcançaram as águas da Bahia. Na época, óleo foi detectado no sistema digestivo ou respiratório de todos os animais que foram submetidos a análise. Hoje, 18 meses após o acidente, o consumo de pescados não apresenta riscos à saúde.

“Fazíamos as análises dos pescados e a partir daí recomendávamos o cuidado na ingestão dos frutos do mar. Atualmente, entretanto, desconheço a existência de pronunciamento oficial que proíba o consumo de frutos do mar por causa da contaminação por estas manchas de óleo”, explica Francisco Kelmo, diretor do Instituto de Biologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

De acordo com Kelmo, os resíduos do material ainda estão presentes no litoral baiano. Ele explica que o óleo possui uma alta densidade e ao afundar é rapidamente coberto por sedimentos. Ou seja, há uma quantidade razoável de óleo “enterrado” nas praias da Bahia. Segundo o diretor do instituto, “esse material enterrado continua afetando os animais invertebrados que habitam o fundo do mar e continuará aparecendo na superfície de tempos em tempos na superfície, especialmente durante os períodos de tempestades”. (mais…)

Ipiaú: Meteorologia emite alerta de chuvas fortes na região

O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) publicou alerta laranja para região de Ipiaú avisando de acúmulo de chuvas fortes que deverão cair.

O alerta se iniciou às 11hs nesta segunda-feira (08) com previsão de  chuvas entre 30 a 60 milímetros por hora ou 50 a 100 milímetros por dia.

Conforme o INMET, há risco de alagamentos, deslizamentos de encostas, transbordamentos de rios, em cidades da área de risco, que vai de Ipiaú até Vitória da Conquista.

No alerta constam recomendações: evite enfrentar o mau tempo; observe alteração nas encostas; se possível, desligue aparelhos elétricos e quadro geral de energia; em caso de situação de inundação, ou similar, proteja seus pertences da água envoltos em sacos plásticos e obtenha mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).

Ipiaú Online

Tremor de terra é registrado pelo 2º dia seguido no norte da Bahia

Pelo segundo dia consecutivo, um tremor de terra foi registrado em Jacobina, no norte da Bahia, por volta das 4h46 desta terça-feira (26). Desta vez, o fenômeno atingiu 1,6 pontos de magnitude, de acordo com o Laboratório Sismológico (LabSis) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), responsável por monitorar toda atividade sísmica na região Nordeste.

Segundo o LabSis, não há informações de que moradores da região tenham escutado ou sentido o tremor de terra desta terça. A informação foi confirmada pela prefeitura do município. Ainda de acordo com a prefeitura, também não houve registro de danos materiais na cidade.

Na madrugada da última segunda-feira (25), um tremor de 2,6 pontos de magnitude já havia sido registrado pelo laboratório. Além disso, outros dois tremores aconteceram na cidade há pouco mais de um mês, em 9 de dezembro de 2020. Segundo o LabSis, o primeiro foi de 3,2 e o segundo de 3,0 ponto de magnitude. Na ocasião, diversos moradores relataram medo com o impacto, maior do que o registrado nesta terça-feira.

Moradores de Piatã denunciam mineradora por poluir afluente do Rio das Contas

Moradores mostram que resíduo em pó que mineradora tem lançado no ar está poluindo nascente de rio

Moradores da zona rural da cidade de Piatã, que fica na região da Chapada Diamantina, denunciam que uma mineradora tem poluído as nascentes de rios locais, além de lançar no ar um resíduo em pó que causa problemas respiratórios na população.

O grupo conta que a atividade extrativista no local existe há cerca de nove anos. No entanto, em 2018, as atividades foram assumidas pela mineradora Brazil Iron que tem causado transtornos para a população. Por medo de represálias, os moradores pediram ao G1 para não serem identificados.

“Nós estamos respirando poeira com resíduos de pó de mineração dia e noite. As comunidades consomem a água das nascentes que estão recebendo a lama das carretas e os resíduos de pó com ferro. Algumas pessoas estão deixando de plantar suas hortaliças com medo da contaminação. Muitas vezes as plantas amanhecem com gotas pretas do pó de ferro”, contou uma moradora.

(mais…)

São Miguel das Matas registra novo tremor e idosos e crianças temem retornar para casa

Os abalos sísmicos sentidos em São Miguel das Matas, no Vale do Jiquiriça, quebraram a rotina de dezenas de famílias da cidade de pouco mais de 10 mil habitantes. Segundo o prefeito Zé Renato (PP), o evento sismológico deixou marcas não apenas nas construções, mas, também, no psicológico de idosos e crianças que apresentam dificuldades de retornar à rotina anterior aos tremores que levaram o município a ser pauta nacional.

Nesta sexta-feira (25), quando um novo tremor foi registrado na região, o governo da Bahia homologou o estado de situação de emergência. O novo abalo foi de pouco menos de 2 de magnitude, o que não chega a ser sentido por moradores, conforme informou o gestor.

(mais…)

Amargosa tem casas e igreja rachadas em novo tremor de terra

Um novo terremoto foi registrado em algumas cidades do Recôncavo Baiano na madrugada desta segunda-feira (31). Os tremores foram sentidos principalmente em Amargosa, Brejões e Elísio Medrado. Moradores já tinham feito relatos sobre o fenômeno na manhã e na noite de domingo (30).

Ainda não há detalhes sobre magnitude do novo tremor. Em Amargosa, a prefeitura identificou rachaduras em pelo menos seis casas e na igreja da cidade. Os impactos dos terremotos foram sentidos principalmente na zona rural do município

(mais…)

Tremores registrados neste domingo podem se repetir nos próximos meses, diz geólogo

 

Um alerta para os amedrontados com os tremores de terra sentidos em diversas regiões da Bahia na manhã deste domingo (30): eles poderão se repetir ao longo dos próximos meses. A avaliação foi feita pelo geólogo Eduardo Menezes, do Laboratório de Sismologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). “Eles ocorrem durante um determinado tempo, deve durar algumas semanas, talvez até meses, depende da região”, disse o especialista em mensagem enviada à Defesa Civil da Bahia.

Menezes aponta que, apesar do susto provocado nas pessoas, esses tremores são um fenômeno natural, gerado por falhas geológicas. Já a percepção por parte das pessoas e o consequente susto ocorrem quando eles são registrados nas proximidades de áreas urbanas.

(mais…)


Ipiaú: Moradores relatam ter sentido tremor que abalou várias cidades da Bahia

Na manhã deste domingo (30) moradores de Ipiaú e do distrito de Japumirim, município de Itagibá, relataram ter sentido um tremor de terra. O mesmo relato aconteceu na manhã de hoje em várias cidades da Bahia, especialmente na região do Recôncavo, Vale do Jiquiriçá e Baixo sul: Santo Antônio de Jesus, Amargosa, Alagoinhas, dentre outras.

O tremor teve intensidade inédita, uma vez que chegou a assustar moradores em Santo Antônio de Jesus que deixaram suas casas temendo desabamentos.

O abalo foi especialmente sentido em moradores que apartamentos, que notaram o tremor nos móveis, lustres e camas.

Em Ibirataia há relatos de moradores que perceberam o tremor já desde as primeiras horas da manhã.

Na cidades do recôncavo, moradores comentam que desde quarta-feira (26) tem notado abalos. Neste domingo, conforme relatos, os tremores foram precedidos de estrondos.

Ipiaú Online

Ipiaú: Bombeiros retiram filhote de jacaré da AABB

 

A área da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB) de Ipiaú recebeu na tarde deste sábado (01) a surpreendente visita de um filhote de jacaré.

O réptil apareceu não se sabe de onde, presumívelmente do Rio Água Branca, que passa próximo ao local.

Chegou a assustar algumas pessoas que estavam utilizando a área de lazer mas não atacou ninguém.

Para fazer a retirada do bicho do local, prepostos do Corpo de Bombeiros utilizaram equipamento especial e realizaram toda a operação sem ferir o filhote, que deverá ser reintegrado ao seu habitat natural.

Ipiaú Online

Nuvem de gafanhotos volta a preocupar agricultores brasileiros

A nuvem de gafanhotos que está na Argentina volta a preocupar agricultores no sul do Brasil. Com as temperaturas mais altas, a expectativa é de que ela possa chegar ao Rio Grande do Sul até a próxima quarta-feira (22).

A previsão foi feita na tarde deste sábado (19) à Agência Brasil pelo chefe da Divisão de Defesa Sanitária Vegetal da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do Rio Grande do Sul, Ricardo Felicetti.

Por enquanto, a nuvem de gafanhotos está estável, em Corrientes, na Argentina, a 130 quilômetros do município gaúcho de Barra do Quaraí. As informações sobre os insetos estão sendo repassadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que acompanha a situação com o órgão fitossanitário argentino.

(mais…)

O que é a ‘nuvem de poeira Godzilla’, que viaja 10 mil km do Saara para as Américas

Uma gigantesca mancha opaca encobre há dias parte do Oceano Atlântico. Nas imagens capturadas por satélites, uma nuvem marrom que vai da África até o Caribe cobre os tradicionais azul e branco vistos por satélite.

Esse é um sinal inequívoco de que uma nuvem de ar do Saara — uma massa de ar muito seco e com poeira do deserto africano — se move em direção às Américas. Alguns especialistas chamam ela de “nuvem de poeira Godzilla”. Se trata de um fenômeno recorrente a cada ano, mas que parece ter se intensificado em 2020.

No Caribe, os efeitos já são sentidos. Em vários países existe a recomendação para que os cidadãos usem máscaras e evitem atividades ao ar livre, dada a alta concentração de partículas no ar.

(mais…)

Cor do céu chamou a atenção no dia de Corpus Christi em Ipiaú e outras cidades da Bahia

Os ipiauenses foram presenteados com um pôr do sol de beleza inusitada nesta quinta-feira (11), feriado de Corpus Christi.  O céu apresentou coloração com tons de rosa e lilás.

O fenômeno levou muita gente a cogitar profecias bíblicas sobre céu de sangue e fazer uma analogia com alguma mensagem divina, especialmente no momento em que a humanidade vive o flagelo da pandemia de covid-19.

Contudo, a ciência explica de outra forma. Conforme os especialistas, a situação ocorreu porque havia muitas nuvens no céu, o que dificultava a passagem dos raios de sol pelas camadas médias e altas da atmosfera.

Dessa forma, quando começa a ficar perto da linha do horizonte, o sol passa a refletir os raios na parte de baixo das nuvens. Assim, quanto maior a concentração das nuvens, mais intenso fica esse fenômeno, já que acentua os tons de vermelho, laranja e lilás.

A situação é mais fácil de ocorrer na estação que estamos: no outono (quando há mais nuvens). Além disso, a presença de poluentes na atmosfera pode contribuir para a formação da coloração

Com explicações científicas ou religiosas, a beleza do céu foi apreciada em várias cidades do interior da Bahia.

Ipiaú Online

Projeto de recuperação de nascentes vem sendo desenvolvido pela Prefeitura de Ipiaú

Considerando a vital importância da água para o meio ambiente e para a população, a Prefeitura de Ipiaú, através Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente ( SEAMA), em parceria com as associações da Agricultura Familiar, vem desenvolvendo o “Projeto Nascente é Vida” que tem como objetivo mapear e recuperar todos os olhos d’ água existente no município.

Cerca de 18 nascentes ameaçadas de extinção já foram identificadas e mapeadas nas regiões do Braço Pequeno,Cajueiro e Tinguí. As duas primeiras que já se encontram em fase de recuperação ficam na região do Cajueiro. No entorno delas estão sendo plantadas espécies de essenciais florestais nativas, como ipê rosa, pau brasil, moringa e jenipapo.

O reflorestamento coincide com o transcurso da Semana do Meio Ambiente. O titular da SEAMA, Poleandro Silva, informou que o programa se estenderá pelas demais regiões da zona rural de Ipiaú e deverá contar com a parceria de Instituto BioFabrica do Cacau para fornecimento de mudas de arvores a serem plantadas em volta das nascentes mapeadas.

O secretário acredita que com um bom trabalho de reflorestamento até mesmo as nascentes aparentemente extintas poderão ser revitalizadas. Ele ressalta a importância da preservação das fontes que dão origem aos rios e explica que nas últimas décadas, o desmatamento de encostas, das matas ciliares e o uso inadequado dos solos tem contribuído para a diminuição dos volumes e da qualidade da água, um bem natural insubstituível na vida do ser humano.

“O Projeto Nascente é Vida visa aprimorar a sustentabilidade da pequena propriedade e desenvolver um núcleo de pequenos produtores modelo em preservação de nascentes e demais recursos hídricos naturais do nosso município. Dessa forma estabelecerá meios para despertar uma consciência de uso racional da água bem como da preservação dos seus mananciais”, acrescentou o secretário.( José Américo Castro/Dircom Prefeitura de Ipiaú).

Atlantic Nickel celebra Dia do Meio Ambiente com inauguração de viveiro de mudas da Mata Atlântica

O Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado hoje (05/06) em vários países, foi a data escolhida para a inauguração do novo Viveiro de Mudas da Atlantic Nickel, em Itagibá (BA). O espaço, localizado numa área de fácil acesso aos empregados e visitantes, concentra a produção de espécies nativas da Mata Atlântica, bioma que abriga as atividades de produção de concentrado de níquel da empresa.

Por ano, são esperadas a reprodução de 30 mil mudas de qualidade no ambiente, que contará com um sistema automático de irrigação, garantindo um menor consumo de água. São espécies como Pau Brasil, Jacarandá da Bahia, Pau Ferro, Ingá de metro, Copaíba, dentre outras replantadas dentro da Área de Preservação Permanente e da Área de Reserva Legal da unidade operacional. Ao todo, o complexo ambiental protegido pela empresa abrange 550 hectares.

“As mudas serão replantadas em até três meses. O nosso viveiro é rustificado e totalmente à base de luz solar”, conta Edson Oliveira, analista de Meio Ambiente. O espaço será utilizado, ainda nesse ano, para visitações de estudantes e comunidades, além de estar aberto à visitação dos próprios empregados e contratados. “Preparamos um espaço de interação entre o meio ambiente e o homem, mostrando o quanto valorizamos a conservação do meio biótico”, conclui o técnico.

Assessoria de Comunicação

Atlantic Nickel