Mucuri: Fragmentos de óleo são vistos em praias vizinhas a Nova Viçosa

Fragmentos de substância semelhante a óleo foram registrados nesta terça-feira (5) no litoral de Mucuri, extremo sul baiano e último município antes da divisa com o Espírito Santo. Contatada pelo Bahia Notícias, a Defesa Civil de Mucuri disse que as partículas foram localizadas no limite do município com Nova Viçosa, na mesma região.

“Não podemos dizer que é óleo ainda porque não houve confirmação da Marinha. As partículas são bem pequenas, medindo cerca de um centímetro”, disse Lúcia Almeida, coordenadora da Defesa Civil local. Segundo ela, o órgão tem feito monitoramento diário das praias para verificar a presença do material e efetuar a possível limpeza.

Ilhéus: Secretaria descarta intoxicação por óleo em turista mineiro

Secretaria de Saúde de Ilhéus, no litoral sul baiano, disse em boletim nesta terça-feira (5) que o turista mineiro não sofreu intoxicação por óleo. Segundo o comunicado, o diagnóstico inicial de Anderson Gabriel, de 38 anos, é de queimadura de primeiro grau. Exames feitos pelo homem não tiveram alterações e as costas dele apresentam quadro de descamação.

(mais…)

Marinha envia seus dois maiores navios para auxiliar no combate ao vazamento de óleo no Nordeste

Os dois maiores navios da Marinha do Brasil saem do Rio de Janeiro nesta segunda-feira (4) em direção ao Nordeste do país para ajudar no combate ao vazamento de óleo que atingiu as praias da região. A medida foi tomada mais de 60 dias após o óleo chegar à costa brasileira.

O primeiro, Atlântico, deixa o Arsenal de Marinha, na Zona Portuária do Rio, ao meio-dia. O segundo, o navio-doca multipropósito Bahia, deixará a Base Naval do Mocanguê, na Baía de Guanabara, às 15h. Além dessas duas grandes embarcações, uma fragata, seis aeronaves e um terceiro navio também sairão do local.

(mais…)

Vazamento de óleo pode ser do pré-sal, aponta pesquisador que encontrou mancha gigante

As manchas de petróleo que atingem o litoral do Nordeste brasileiro desde setembro podem ter origem em um grande vazamento abaixo da superfície do mar, afirmou um pesquisador do Laboratório de Análise e Processamento de Imagens de Satélites (Lapis), vinculado à Universidade Federal de Alagoas (Ufal), após três semanas de processamento de dados.

O pesquisador Humberto Barbosa, do Lapis, identificou um “enorme vazamento de óleo, em formato de meia lua, com 55 quilômetros de extensão e 6 quilômetros de largura, a uma distância de 54 quilômetros da costa do Nordeste”, localizado no sul da Bahia, de acordo com comunicado publicado nesta quarta-feira no site da instituição.

As medidas da mancha citadas no estudo compreendem uma área com tamanho semelhante à da cidade de Fortaleza.

Essa possibilidade citada no estudo, contudo, foi contestada na quarta-feira pelo comandante da Marinha, Ilques Barbosa Junior, que apontou como causa mais provável do derrame alguma embarcação que navegava pela costa do país.

(mais…)

Óleo já atingiu Canavieiras, Uruçuca e Maraú; confira a lista de praias afetadas

As manchas de óleo que atingem o litoral do Nordeste chegaram as cidades de Ituberá, Uruçuca, Canavieiras e Igrapiúna, segundo informações da Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec). Com esses registros, sobe para 18 o número de municípios atingidos pela substância. O estado está em situação de emergência.

De acordo com o órgão, os agentes da Defesa Civil registraram pequenas pelotas de óleo nos quatro municípios na quinta-feira (24). Não há detalhes sobre quais praias foram afetadas.

(mais…)

Municípios do baixo-sul da Bahia são recomendados a remover óleo adequadamente

O Ministério Público Federal (MPF) expediu recomendação para que os municípios costeiros do baixo-sul da Bahia iniciem e/ou mantenham a despoluição e a limpeza do óleo cru em praias através de métodos adequados, seguindo as orientações técnicas estabelecidas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Dentre os municípios que foram requeridos a adotar a medida de maneira imediata estão Ilhéus, Itacaré, Maraú, Cairu, Una, Canavieiras e Camamu.

Direcionadas aos municípios afetados pela poluição que atinge a costa do Nordeste desde setembro, as medidas propostas pelo Ibama orientam sobre a remoção eficaz, correta e segura do óleo, para a limpeza das praias afetadas e recuperação do ecossistema costeiro. Elas trazem explicações para a “remoção manual”, “remoção manual assistida por máquina”, “remoção mecânica”, “gestão de resíduos”, “remoção manual de óleo em manguezais” e “remoção manual em áreas rochosas”, entre outras.

(mais…)

Vídeo: Manchas de óleo chegam em Barra Grande, na Península de Maraú

As manchas de óleo que atingem o litoral do nordeste brasileiro chegaram em duas praias de Barra Grande, na Península de Maraú, nesta quarta-feira (23). As praias atingidas são Bombaça e Três Coqueiros.

Os moradores da região registraram o momento em que as manchas chegaram ao local. De acordo com a prefeitura de Maraú, os órgãos responsáveis já foram acionados e a limpeza será iniciada.

Além da equipe de limpeza da prefeitura, voluntários e empresários já se mobilizaram para contribuir com a retirada das substâncias das praias.

Varela

Praias do Nordeste devem ter resquícios do óleo pelos próximos 20 anos, diz pesquisador

As praias do Norte e Nordeste que foram atingidas por manchas de óleo devem ficar com resquícios do material poluente pelos próximos 20 anos. A informação foi dada pelo oceanógrafo David Zee, da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), ao jornal O Dia.

De acordo com uma pesquisa da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), há grandes chances do Espírito Santo e do Rio de Janeiro também serem atingidos pela mancha.

“As praias do Norte e Nordeste vão ficar com resquícios do óleo pelos próximos 20 anos. Se chegar ao Sul da Bahia, o Espírito Santo é a bola da vez”, observou o oceanógrafo. Segundo os pesquisadores, a entrada no Rio de Janeiro se daria pelos municípios de São Francisco de Itabapoana, Barra de São João e Quissamã, no Norte do estado.

Mancha de óleo chega a Ilhéus e Itacaré; veja o vídeo

As manchas de óleo que atingem o litoral nordestino desde o dia 30 de agosto, chegaram ao sul da Bahia neste sábado (19) e atingiram dois dos principais destinos turísticos da região: Itacaré (248 km de Salvador) e Ilhéus (310 km da capital), informa a Folha de S.Paulo.

“Em Itacaré, as manchas foram identificadas nas praias de Itacarezinho, Tiririca e Resende. As três estão entre as praias mais famosas do sul da Bahia e são conhecidas por ser um dos melhores pontos do litoral brasileiro para a prática de surfe. Em Ilhéus, pequenas manchas foram encontradas na praia de Olivença, uma das mais frequentadas pelos turistas”, informa a reportagem.

 

Pescadores relatam presença de óleo próximo a Morro de São Paulo

Um grupo de pescadores relatou o aparecimento de manchas de óleo na Baía de Camamu, perto de Morro de São Paulo, no Baixo Sul do estado, nesta quinta-feira (17). O registro foi feito perto da localidade de Garapuá. O grupo mostrava as manchas no náilon da rede de pesca, conforme informações da TV Bahia.

Desde o dia 3 de outubro as manchas de óleo chegaram à costa baiana. As primeiras cidades com registro da presença das manchas foram Jandaíra, Conde e Esplanada.

Óleo na Bahia: Leão assinará decreto de emergência nesta segunda-feira

O governador da Bahia em exercício, João Leão, assina nesta segunda-feira (14), às 11h30, na Governadoria, o Decreto Estadual de Emergência para liberação de recursos para os municípios atingidos por manchas de óleo no litoral. Estarão presentes também representantes da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema), Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), Ibama, Corpo de Bombeiros, Ministério Público Federal, Ministério Público Estadual, Defesa Civil Estadual, além de membros das prefeituras de cidades afetadas.

João Leão assumiu o governo do Estado após a viagem de Rui Costa (PT) para a Europa, onde acompanha a cerimônia de canonização de Irmã Dulce.  Ele deve permanecer no cargo por 10 dias. Ao todo, segundo informações da Prefeitura de Salvador, já são 35 quilos de material retirados desde de sexta-feira (11) nas praias de Jardim de Alah, Jardim dos Namorados, Piatã, Itapuã e Buracão (Rio Vermelho.

Bnews

Satélite europeu identifica manchas de óleo de 21 kms em direção à Bahia

Manchas de óleo com 21 quilômetros quadrados e outra de 3,3 quilômetros quadrados foram identificadas por um satélite da União Europeia se aproximando do litoral da Bahia e de Sergipe, de acordo com apuração da Folha de S. Paulo junto ao professor do curso de Oceanografia da Universidade Federal da Bahia (Ufba), Pablo Santos.

Segundo a reportagem, as manchas fora identificadas às 7h55 desta sexta-feira (11). O texto indica que no momento, as manchas se encontravam a 100 quilômetros da costa brasileira.

(mais…)

PF instaura inquérito para investigar possível crime ambiental no litoral do Nordeste

A Polícia Federal instaurou um inquérito para apurar a origem de uma substância que deixou manchas de óleo no litoral das praias brasileiras, principalmente no Nordeste, sem atingir o litoral baiano.

De acordo com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), o petróleo que está poluindo as praias não é originado do Brasil.

A investigação acontece desde o início do mês de setembro, concentrada na Superintendência Regional da PF, no Rio Grande do Norte. A situação também está sendo monitorada com contribuição da Marinha do Brasil, a Universidade Federal Rural de Pernambuco e o Ministério da Defesa.

Voluntários participam do Dia Mundial da Limpeza em Salvador

Salvador se somou ao movimento World Cleanup Day (Dia Mundial da Limpeza), programa global destinado a combater o problema de resíduos sólidos, incluindo os detritos marinhos, visando contribuir para as ações de conscientização ambiental previstas no Plano Nacional de Combate ao Lixo no Mar. Centenas de voluntários realizaram atividades sociais de limpeza nas praias do Farol da Barra, Porto da Barra, São Tomé de Paripe, Boa Viagem e Patamares, na manhã deste sábado, 21.

Garrafas plásticas, palitos, papéis, vidros, cestas de vime, pneus, bitucas de cigarro e latinhas foram os itens encontrados na areia das praias e nas águas do mar e da Baía de Todos os Santos. Na Barra, 60 militares do Comando do 2º Distrito Naval da Marinha do Brasil, em parceira com os mergulhadores do projeto Fundo da Folia e ativistas do Greenpeace Brasil, realizaram ações de coleta e conscientização do Cristo ao Porto da Barra.

(mais…)