Câmara de Ipiaú anuncia devolução antecipada de mais de R$ 50 mil à Prefeitura para compra de cestas básicas

A Câmara Municipal de Ipiaú, através de nota pública emitida pelo Presidente San de Paulista, anunciou nesta segunda-feira (06 de abril) que nos próximos dias estará transferindo aos cofres públicos da Prefeitura Municipal de Ipiaú, a quantia de R$ 50.250,00 (Cinquenta mil, duzentos e cinquenta reais), com o propósito de que estes valores sejam destinados exclusivamente na aquisição de cestas básicas, para serem entregues a famílias carentes e em vulnerabilidade social do nosso município, como forma de providências adotadas pelo Poder Legislativo, objetivando contribuir com as ações que beneficiem a população, minimizando os impactos decorrentes da proliferação da COVID 19.

A nota esclareceu que após pedido apresentado pelos Vereadores Simone Coutinho, Emerson Fit, Pery de Margarete, Edson Marques, Lucas do Social, do Vereador licenciado Jean Kleber e pelo próprio Presidente da Câmara San de Paulista, a equipe técnica da câmara sinalizou a legalidade na pratica de devolução de parte das receitas auferidas a título de duodécimo, cujo crédito é mensalmente transferido aos cofres do Poder Legislativo, a fim de que estes valores fossem aplicados nas ações de auxílio a famílias em vulnerabilidade social, a serem executadas pelo Poder Executivo.

Dessa forma, foi informado a população que nos próximos dias, a Câmara de Vereadores, estará devolvendo aos cofres públicos do Município de Ipiaú, a importância exata de R$ 50.250,00 (cinquenta mil duzentos e cinquenta reais), cujo valor sugere-se seja aplicado integralmente na aquisição de cestas básicas para serem entregues as famílias de baixa renda, assim como para os pais de família que trabalham na informalidade, que atualmente desempenham suas funções de forma autônoma. (mais…)

Como o setor comercial de Ipiaú tem reagido à crise?

Estive conversando com alguns comerciantes da cidade que revelaram certa preocupação com os números da crise em Ipiaú. Além das já esperadas reclamações da diminuição no volume de compras, alguns se queixam da falta de um projeto eficiente traçado entre CDL e demais entidades do comércio e o poder público municipal.

Um comerciante, que preferiu manter-se no anonimato, sugeriu que os representantes da esfera empresarial e da prefeitura realizassem em parceria um plano de marketing para incentivar a atração de clientes de outras cidades, através de anúncios na TV, cartazes nas rodovias que interligam Ipiaú a outros municípios, redução de preços de mercadorias, liquidações além de uma campanha de prêmios mais agressiva para o natal deste ano.

Embora muitos empresários prefiram não comentar o assunto, por temor de que propagar o tema possa provocar uma piora no quadro, a crise é uma realidade também em nossa região, que já estava em crise antes mesmo da crise começar no Brasil. Vale lembrar que o setor de serviços é hoje o grande empregador em Ipiaú.

Não há como enfrentar um momento de desconforto sem falar a respeito dele e neste ponto uma reação em grupo é certamente a melhor alternativa.

Ipiaú on Line / Celso Rommel

Depenando Ipiaú: Inspetoria vai funcionar em Jequié a partir de quinta feira

inspetoriaUma cidade que já está chegando a cinquenta mil habitantes pouco a pouco vai se transformando em cidade dormitório, tendo por sede a vizinha Jequié. Conforme já vínhamos alertando aqui, o escritório local da Inspetoria Fazendária encerra atividades nesta quinta feira (31), após 36 anos funcionando em prédio próprio situado à Praça Rui Barbosa, no centro.

A situação demonstra claramente uma tendência de depenagem dos órgãos públicos da cidade, já refletida em episódios anteriores, quando o escritório do Tribunal de Contas dos Municípios e, bem antes, o Programa de Amparo ao Trabalhador ( PAT, posteriormente transformado em Serviço de Atendimento ao Cidadão – SAC ) também migraram para Jequié.

Lamentávelmente, a classe política local demonstrou novamente pouca ou nenhuma força para reverter a situação. A partir de agora, para auditar certos documentos contábeis que não podem ser demonstrados on line, o ipiauense terá que perder um dia de trabalho percorrendo 116 kms de ida e vinda à cidade sol. O pior é quando chegar lá o penitente perceber que faltou um carimbo e tiver que fazer a viagem de volta.

Anotem: pelo andar da carruagem a próxima vítima deverá ser o escritório da Receita Federal, localizado em frente à agência Banco do Brasil, na Rua Sete de Setembro, a última instituição pública contábil a ainda permanecer funcionando na antiga Cidade Modelo da Bahia.

Celso Rommel/ Ipiaú on Line

Em meio aos ataques da campanha política, alguém trará um projeto viável para salvar a economia ipiauense?

ECONOMIA IPIAU
Estive hoje conversando com um amigo comerciante, ouvindo dele graves reclamações em relação ao paradeiro desse início de ano no comércio ipiauense. Não é pra menos: carnaval, gastos com viagens, o paradeiro desta época é sempre previsível em Ipiaú, bem como em todas as cidades onde não tem Carnaval.

O outro lado da história é que este ano o paradeiro de janeiro e fevereiro em Ipiaú está sendo muito mais intenso, assustando comerciantes e deixando comerciários temerosos da manutenção de seus empregos.

Sim, há uma crise nacional, mas o caso de Ipiaú tem o agravante de que nossas alternativas econômicas se encontram com resposta muito abaixo das nossas necessidades, ao contrário de cidades como Barreiras, Itapetinga, Santo Antônio de Jesus, Eunápolis e Vitória da Conquista, por exemplo. (mais…)