Mundo dos esportes se une contra o racismo

As imagens chocantes da morte do afro-americano George Floyd provocaram um movimento de solidariedade nos vários esportes, originando uma verdadeira cadeia de manifestações na mídia social. Conheça alguns dos atletas e times que se manifestaram contra o racismo.

A morte de George Floyd, no final do mês de Maio, nos Estados Unidos da América, pelas mãos de um policial, correu o mundo e provocou reação também aqui, no Ipiaú. Um pouco em todos os meios e setores, se sentiu uma grande revolta pelo acontecimento, que motivou uma verdadeira união contra o racismo.

Ainda aguardando o retorno dos esportes no Brasil e também a legalização dos jogos e apostas no país, os amantes das várias modalidades se vão mantendo atentos a todos os acontecimentos relacionados com seus atletas e times prediletos pelas redes sociais, tendo assistido a várias manifestações anti-racistas ao longo da última semana.
Como sabemos, o mundo dos esportes é também um mundo onde os acontecimentos racistas acontecem com alguma frequência, não sendo estranho que muitos atletas tenham sentido a necessidade de deixar suas impressões sobre esse caso.

Conheça algumas das principais manifestações contra o racismo que os atletas e times internacionais de várias modalidades tiveram em suas redes sociais.

Movimentos anti-racistas: quem se manifestou?

Foram vários atletas e times, de inúmeras modalidades que, ao redor do mundo, usaram a mídia digital para manifestar a sua opinião sobre a morte de George Floyd e o racismo em geral.

A estrela da NBA, Michael Jordan, foi um desses atletas, tendo usado o Twitter para demonstrar a sua insatisfação. Como ele, também Jaylen Brown, atleta de basquete dos Boston Celtics, se manifestou.

Entre os atletas de futebol, nomes como Marcus Thuram ou Alisson Becker foram também parte do movimento. Como eles, também alguns clubles – como o famoso Liverpool – utilizaram as redes sociais para demonstrar o seu posicionamento contra o racismo.

Na Fórmula 1, um esporte que, como sabemos, é dominado por brancos, o atleta Lewis Hamilton deixou clara a sua insatisfação quanto ao silêncio dos seu colegas de modalidade, referindo que é importante deixar clara a insatisfação face ao racismo na atualidade.

No tênis, as atletas Coco Gauff e Serena Williams fizeram também publicações que demonstram seu posicionamento contra o racismo.

O racismo no futebol

Ainda que essa onda anti-racista tenha surgido na sequência da morte de George Floyd, um afro-americano, que foi morto por um policial, de uma forma bem violenta, após sua detenção por haver utilizado, alegadamente, 20 dólares falsos para pagar seus cigarros, a verdade é que não podemos esquecer que o racismo é também uma realidade dos esportes.

Se contam vários exemplos internacionais e brasileiros de casos em que o racismo esteve presente em campo. Casos como o jogo do Santos contra Mogi Morim pelo Campeonato Paulista ou do volante Tingana partida contra o Real Garcilaso-PER, na Copa Libertadores da América estão ainda presentes na memória, recordando que existe um caminho a percorrer na luta contra o racismo nos esportes.

Homens do meme do caixão mandam recado: “fiquem em casa ou venham dançar com a gente”

Um grupo de homens carregando um caixão e dançando no meio de um funeral tornou-se um dos maiores memes durante a quarentena por conta da pandemia do coronavírus. Eles realmente existem e são de Gana, na África, e aproveitaram a visibilidade mundial para alertar sobre a doença. No Twitter, um dos dançarinos mandou o recado:

“Fique em casa. Ou venha dançar com a gente”, disse Benjamin Aidoo, um dos homens do “meme do caixão”.

(mais…)

Nova Zelândia diz ter ‘eliminado’ coronavírus e relaxa confinamento

A Nova Zelândia anunciou ter “eliminado” o novo coronavírus em seu território ao registrar apenas um novo caso de covid-19 e zerado as transmissões comunitárias — as que ocorrem entre pessoas dentro de uma mesma região geográfica. “Não há grandes contágios locais. Ganhamos a batalha”, disse a primeira-ministra, Jacinda Ardern, nesta segunda-feira (27).

O diretor-geral de Saúde neozelandês, Ashley Bloomfield, afirmou que o número baixíssimo de contágios “nos dá a confiança de termos alcançado a meta da elminação — que nunca significou zerar contágios, mas significa que nós sabemos onde nossos casos estão e de onde estão vindo”.

O sucesso das medidas de confinamento e de restrição de mobilidade adotadas pelo país logo no início da pandemia não significa a erradicação do vírus, ou seja, que ele tenha deixado de circular dentro das ilhas que formam a Nova Zelândia. Por isso, as regras de confinamento total impostas no final de março serão aliviadas a partir desta segunda, mas não suspensas por completo.

(mais…)

Embaixada da Itália no Brasil pede a italianos que deixem imediatamente o país

A Embaixada da Itália no Brasil publicou um comunicado neste sábado (11), em que pede que italianos retornem ao país de origem com urgência.

O anúncio acontece logo após a atualização dos dados do Ministério da Saúde sobre o novo coronavírus. Até a tarde deste sábado, foram confirmados mais de 20 mil casos e 1.124 mortes por COVID-19.

(mais…)

Na Colômbia cidadãos são presos pelos pés por desrespeito a quarentena

Na última semana, a prefeitura municipal de Tuchín, em Córdoba, na Colômbia, aumentou a punição aos moradores que desrepeitam as regras de isolamento social decretadas para evitar o avanço do novo coronavírus na região.

Agora, aqueles que são flagrados vagando pelas ruas sem motivo, infringindo a quarentena obrigatória, podem receber o castigo de serem presos pelos pés em uma estrutura de madeira conhecida como cepo em uma das praças públicas da cidade.

(mais…)

Rainha da Inglaterra está com Covid-19, diz site inglês

O site inglês UCR World News afirma que o Palácio de Buckingham teria confirmado, na sexta-feira (27), que a Rainha Elizabeth II, de 93 anos, foi diagnosticada com Covid-19. Se comprovado, esse seria o segundo membro da realeza infectado pelo vírus Sars-Cov-2; o primeiro foi o príncipe Charles, de 71 anos.

Ainda segundo o site, a imprensa britânica afirma que a contaminação da rainha já era esperada devido a uma de suas agendas realizadas na semana passada em que teria sido exposta à doença depois de um encontro com o primeiro ministro britânico, Boris Johnson, diagnosticado ontem.

(mais…)

Primeiro ministro britânico está com coronavírus

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, de 55 anos, está infectado com o coronavírus, de acordo com uma nota do governo divulgada nesta sexta-feira (27). O político conservador teve sintomas leves e vai se isolar.

De acordo com um comunicado do governo britânico, ele vai continuar a liderar os esforços contra a epidemia.

Segundo um porta-voz do governo, os sintomas apareceram na quinta-feira, um dia após Johnson ter ido ao Parlamento do país para uma sessão de perguntas e respostas.

A mídia britânica afirma que outros ministros poderão se isolar, por terem tido contato com Johnson.

G1

Coronavírus: Itália anuncia segunda morte e Irã a quinta

A segunda vítima do Covid-19 na Itália é uma mulher da região norte da Lombardia. Sexta-feira (21) à noite tinha sido anunciado a morte de um homem de 77 anos, perto de Pádua, na região vizinha de Veneto.

O país registra neste sábado (22) 30 casos do novo coronavírus, onde a epidemia tem se alastrado no norte.

A primeira vítima mortal era natural de Veneza e estava hospitalizada há dez dias no hospital de Schiavonia devido a outros problemas de saúde.

(mais…)


Coronavírus: Itamaraty vai repatriar brasileiros que estão na China

Por meio de nota conjunta emitida neste domingo(2), o Ministério das Relações Exteriores e o Ministério da Defesa anunciaram que o governo brasileiro adota todas as medidas necessárias para trazer de volta ao Brasil os cidadãos brasileiros que se encontram na província de Hubei, especificamente na cidade de Wuhan, na China, região de origem da epidemia do coronavírus. Serão trazidos todos os brasileiros que se encontram naquela região e que manifestarem desejo de retornar ao Brasil.

(mais…)

Brasileiros em Wuhan gravam apelo a Bolsonaro por retirada da China

Um grupo de brasileiros na China fez um apelo ao governo de Jair Bolsonaro para a retirada de cidadãos do país afetado pelo surto do coronavírus.

Na carta-aberta, gravada em um vídeo publicado no YouTube na manhã deste domingo, 2, eles lembram as operações de evacuação já feitas por diversos países e dizem estar dispostos a passar pelo período de quarentena fora do território brasileiro. A carta-aberta é datada de 30 de janeiro, e todos os que assinam a carta são residentes —alguns ainda estão em Wuhan, na província de Hubei, epicentro do surto, e outros já deixaram a região.

(mais…)

Surgida na China, coronavírus chega à Malásia e à Austrália

Três casos da doença respiratória foram confirmados neste sábado (25) na Malásia, no país do sudeste asiático, e outro na Austrália. De acordo com o G1, já são 12 os países em 4 continentes afetados pela infecção que surgiu na China e já matou 41 pessoas desde o início do ano.

Na Austrália, o caso confirmado é de um homem que chegou a Melbourne, no sudeste do país, há uma semana procedente da cidade de Wuhan, epicentro do surto na China. Ainda de acordo com a nota, na última sexta (24), os Estados Unidos confirmaram o 2º caso da doença no país, e a França registrou três, os primeiros na Europa. Também há casos no Nepal, na Tailândia, Vietnã, Arábia Saudita, Coreia do Sul e Japão.

Embaixador do Reino Unido é detido no Irã

As autoridades iranianas detiveram neste sábado (11) o embaixador do Reino Unido no Irã, Rob Macaire. Ele foi preso em um vigília pelas vítimas do avião derrubado por um míssil iraniano, que acabou se transformando em um protesto contra o governo local.

Rob Macaire ficou preso por cerca de 1 hora, e a TV estatal iraniana informou que o diplomata foi detido por “incitar os protestos”.

Na manhã deste domingo (12), Macaire escreveu em uma rede social para agradecer as mensagens de apoio que recebeu e explicou que não participava das manifestações.

(mais…)

Irã admite que derrubou avião ucraniano por engano

O Irã anunciou neste sábado (11) que seus militares derrubaram “sem querer” o avião ucraniano que caiu na quarta-feira (8) perto de Teerã. Na tragédia morreram 176 pessoas. O presidente iraniano, Hassan Rouhani, chamou o desastre de “erro imperdoável”.

Militares informaram que o avião voava perto de um local sensível e foi derrubado devido a um “erro humano”. O comunicado lido na TV estatal diz que as partes ​​responsáveis serão punidas.

(mais…)

Pastores brasileiros são detidos em Portugal acusados de tráfico de pessoas

Três pastores brasileiros foram detidos nesta quinta-feira (9) em Portugal, acusados de tráfico de pessoas e auxílio à imigração ilegal.

De acordo com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), responsável pelas prisões, os líderes evangélicos atraíam cidadãos no Brasil com a promessa de trabalho e legalização da situação migratória no país europeu.

Durante a ação, que incluiu cinco mandados de busca na zona da Grande Lisboa, foram encontrados cerca de 30 estrangeiros, que eram alojados pelos pastores nos locais em que ocorriam os cultos — em condições muito precárias, segundo a autoridade imigratória. (mais…)

Vídeo sugere que o avião ucraniano tenha sido derrubado por míssil

O jornal “The New York Times” divulgou nesta quinta-feira (9) um vídeo que aparenta mostrar o momento em que o avião ucraniano que caiu no Irã, matando 176 pessoas, é atingido por um míssil:

“Para analisar o vídeo, confirmamos que ele foi filmado perto da rota de voo do avião a partir de Teerã. Ele mostra uma explosão quando um míssil atingiu o avião, mas o avião não explodiu: continuou voando por vários minutos e voltou para o aeroporto”, explicou o diário americano.

(mais…)