Aulas na rede estadual no modelo híbrido iniciam no dia 26 de julho, anuncia Rui

A Bahia poderá iniciar a partir do dia 26 de julho as atividades escolares no modelo híbrido em todos os 417 municípios. O anúncio foi feito pelo governador Rui Costa (PT) na noite desta terça-feira (13), durante o programa online Papo Correria. A decisão ocorre em função da redução nos índices da Covid-19 no estado.

Como anunciado anteriormente, para garantir o distanciamento e conter a possibilidade de aglomerações, as turmas funcionarão presencialmente com 50% da capacidade e as atividades atenderão a um rodízio que concilia aulas presenciais e remotas.

(mais…)

Prefeitura de Ipiaú entrega mais uma remessa de kits escolares

Buscando garantir a aprendizagem de qualidade para os alunos da educação infantil durante esse período de aulas remotas, a Prefeitura de Ipiaú, através da Secretaria de Educação e Cultura, entregou, na última quinta-feira,8, mais uma remessa de kits com materiais escolares que oferecem condições para que as crianças, orientadas pelos professores, possam realizar as atividades educativas com as suas famílias em suas próprias casas.

Foram disponibilizados mais de 687 kits que chegam às mãos dos alunos e de seus respectivos pais ou responsáveis, nesta segunda-feira,12.

Cada kit é composto por borracha ponteira, sulfite colorido, tinta guache, apontador, giz de cera, cartolina, papel crepon, lápis de cor, grafite e outros itens. A entrega do material nas unidades contou com a presença da Coordenadora Técnica da Educação Infantil, Vanderlane Sena.

A coordenadora informa que a distribuição de kits teve início no primeiro semestre, quando ainda era titular da Secretaria de Educação, o professor Luís Sergio Alves.

Nessa ocasião foram entregues 725 kits às crianças matriculadas nas nove creches da cidade. Agora no segundo semestre, a atual Secretaria de Educação e Cultura, Nancy Miranda, vem dando continuidade aos trabalhos e atendendo ao pedido da prefeita Maria das Graças no que se refere ao empenho para que os estudantes se sintam motivados a continuar aprendendo. ( José Américo Castro).

Rui Costa diz que aulas voltam ainda em julho e que data será anunciada nesta terça (13)

As aulas nas escolas estaduais da Bahia vão retornar ainda neste mês de julho de forma presencial e semipresencial, como assegurou o governador Rui Costa (PT), durante conversa com a imprensa na manhã desta terça-feira (13). A data para a volta será decidida durante uma reunião e anunciada hoje.

De acordo com ele, metade das turmas deve ir às unidades de ensino segunda, quarta e sexta, enquanto a outra parte acompanha as aulas de maneira remota. Na terça, quinta e sábado, aqueles que assistiram às aulas online voltam para o ensino presencial.

“Neste primeiro momento será de forma híbrida, mas assim que os casos caírem ainda mais vamos retornar de forma integral. Hoje anuncio a data da volta às aulas que será, necessariamente, neste mês de julho”, disse.

As aulas foram suspensas no estado em março de 2020, logo após a identificação dos primeiros casos da Covid-19 em moradores da cidade de Feira de Santana que retornavam de uma viagem à Itália, à época, epicentro da doença no mundo. (BNews)

Governador prevê anunciar data de volta às aulas na próxima semana

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), afirmou nesta sexta-feira (9) que deve anunciar na próxima semana a data de retorno às aulas na rede estadual de ensino. Em entrevista coletiva na cidade de Cipó, ele voltou a dizer que a retomada do calendário letivo só será autorizada se os números de mortes e casos de Covid-19 continuarem a desacelerar.

“Eu anunciei, logo depois do São João, que nos iríamos esperar 10 ou 15 dias para ver a situação dos casos. O ritmo de queda diminuiu, mas continuam caindo. Se os números continuarem em queda, como estão, semana que vem anunciaremos a data exata do retorno às aulas. Porque o prejuízo já foi grande para a educação e é hora de recuperar todo esse tempo perdido”, declarou.

Metro1

Projeto Piloto com a finalidade do retorno às aulas tem início em Ipiaú


Na última segunda-feira, 05, teve início em Ipiaú o Projeto Piloto do retorno gradativo escalonado das aulas presenciais em 7 escolas da rede privada. O Projeto Piloto tem vigência de 30 dias e a participação das escolas no projeto é facultativa, assim como das crianças, que devem ser autorizadas pelos seus responsáveis, e dos profissionais de educação.

Apenas as turmas da educação infantil estão liberadas para participar neste primeiro momento, como aprovado por unanimidade pelo Conselho Municipal de Educação no dia 15 de junho. Para o ensino fundamental e médio o início do projeto piloto aguarda o deferimento favorável do Conselho Estadual de Educação.

A equipe da Secretaria de Saúde do município composta pela secretária Laryssa Dias, pela coordenadora da Vigilância Sanitária, Vanessa Fonseca e pela coordenadora de Vigilância Epidemiológica, Gabriele Prazeres visitou as escolas na abertura do projeto para realizar a vistoria que será periódica para avaliar as condições e os protocolos sanitários; a adesão dos profissionais de educação e entregar o termo de autorização às escolas que aderiram ao Projeto Piloto.

As escolas previamente tiveram a capacitação com base no protocolo sanitário junto a Secretaria Municipal de Saúde.

O Projeto Piloto é um estudo que será realizado com um grupo pequeno que será orientado, treinado e monitorado, e servirá de base para a retomada das aulas presenciais futuramente e foi aprovado

O funcionamento das escolas que aderiram ao Projeto

Com 50% da capacidade total da sala de aula conforme orientação do protocolo de operacionalização das atividades para o retorno às aulas semipresenciais, aprovado pelo Comitê Intersetorial Gerenciamento Municipal, constituído por representações de diversas instituições que atuam no município, dentre as quais a Prefeitura Municipal (através das secretarias de Educação e Saúde), APLB/Sindicato, Ministério Público, escolas das redes pública e privada e outras instituições.

Cada instituição de ensino poderá funcionar apenas com uma turma de cada série da educação infantil.

As turmas funcionarão no período de três horas/dia, de segunda a sexta-feira, em turno e horário à escolha da instituição.

Prefeitura de Ipiaú/Dircom

Ipiaú: Escola Nova Geração divulga comunicado informando a respeito do retorno das aulas presenciais

A Escola Nova Geração cumprindo seu compromisso com as famílias, continua se aprimorando e se qualificando a fim de oferecer serviço educacional de qualidade a todos seus estudantes.

Em parceria com as Secretarias da Educação e da Saúde de Ipiaú a Escola iniciou o retorno gradual às aulas presenciais, seguindo as orientações do Projeto Piloto aprovado pelo Comitê Intersetorial de Gerenciamento Municipal de Ipiaú, cumprindo os protocolos de segurança sanitária determinados pela Secretaria da Saúde.

Prezando pela excelência e com o objetivo de garantir segurança e proteção à sua comunidade escolar, a Nova Geração modificou algumas estruturas e rotinas administrativas/pedagógicas a saber:

  • Reorganizou e adequou os espaços físicos escolares; 
  • Vacinou 100% dos seus professores e funcionários contra COVID 19;
  • Reduziu a presença dos alunos em sala de aula em 50% respeitando o distanciamento social; 
  • Obrigatoriedade do uso de máscara;
  • Restringiu o acesso ao interior da escola para apenas alunos e profissionais da educação, entre outros.

Nunca houve necessidade de tamanha parceria entre escola e família como agora! Todos estão tendo muito trabalho para se reinventarem com muita dedicação dos professores e colaboração das famílias!

A Escola Nova Geração reafirma seu compromisso com as famílias buscando continuamente eficiência com as questões didático-pedagógicas e com o vínculo afetivo, estando atenta ao emocional da criança!

Ipiaú, 07 de julho de 2021

                                                                        A Direção

Estrutura do curso superior de pedagogia e temas para TCC

O curso superior na área de Pedagogia é um dos mais buscados no Brasil, nos dias de hoje, apresentando concorrência similar à cursos como Direito, Medicina e Engenharias.

Portanto, o curso atualmente apresenta uma das mais altas relações candidato / vaga de todos os cursos superiores do Brasil.

Segundo o portal Mundo Vestibular, o curso de Pedagogia é procurado hoje por mais de 650 mil candidatos ao redor de todo o país.

Pensando em como a pedagogia é a escolha de muitos jovens, atualmente, hoje iremos ver alguns detalhes sobre a estrutura do curso superior em pedagogia, o vestibular deste curso e também alguns exemplos de trabalhos de TCC de pedagogia prontos, para vermos o quão diverso este curso pode ser.

Como funciona o curso de pedagogia?

Como dissemos acima, hoje iremos ver alguns exemplos de TCC prontos e também a atuação do pedagogo. 

Mas, como exatamente funciona este curso superior? Quanto tempo demora para realizar uma graduação em pedagogia e qual a grade curricular deste curso?

De acordo com o Blog Unyleya o curso em pedagogia possui duração média de 4 anos e a atuação dos pedagogos é voltada para o âmbito educacional e da aprendizagem.

Ainda, o objetivo do pedagogo formado é o de ministrar aulas nos anos iniciais das instituições educacionais. Ou seja, o pedagogo irá dar aulas para  educação infantil e para os anos primários da educação fundamental.

Além de sua atuação como professor, o pedagogo ainda é responsável por avaliar as condições de infraestrutura nas escolas e instituições de ensino onde ele está inserido.

O pedagogo também será capacitado para a elaboração de materiais educacionais e pedagógicos para o ensino infantil, podendo optar pelo material didático utilizado em sala de aula.

Fora as questões estruturais, o objetivo do curso de pedagogia, então, é o de formar profissionais capazes de lecionar nos níveis iniciais da educação.

O pedagogo é responsável também pela elaboração de metodologias didáticas e lúdicas, que possam garantir uma otimização na aprendizagem de seus alunos.

Grade curricular do curso de Pedagogia

De acordo com o website Guia da Carreira, a grade curricular deste curso tende a variar de universidade para universidade. Contudo, algumas disciplinas em comum que existem no curso são:

  • Alfabetização e Letramento
  • Avaliação Educacional e de Ensino
  • Educação Inclusiva
  • Filosofia da Educação
  • Didática
  • Educação e Tecnologias
  • Língua Brasileira de Sinais
  • Relações Humanas
  • Gestão Educacional e Escolar
  • Psicologia do Desenvolvimento e da Aprendizagem

Além disso, o curso de pedagogia é oferecido por inúmeras instituições de ensino ao redor do Brasil. como por exemplo:

Universidade

   Custo

Anhanguera

Particular

UNOPAR

Particular

UFMA

Pública

UNIR

Pública

UFMG

Pública

UFPR

Pública

Ainda, para se graduar no curso de pedagogia é necessária a apresentação de um Trabalho de Conclusão de Curso, o TCC, ao fim dos quatro anos de curso.

Temas de TCC em pedagogia

Agora que vimos a duração do curso, alguns detalhes estruturais dentro da pedagogia, como a grade curricular, é hora de vermos alguns exemplos de projetos acadêmicos na área:

  • Jogos e brincadeiras na Educação Infantil
  • Fluência em leitura oral e alfabetização
  • Educação em instituições carcerárias
  • Música na Educação Infantil
  • Melhorias no Sistema de Ensino
  • Inclusão Digital nas escolas
  • Violência nas escolas
  • O papel do professor na Educação Inclusiva
  • Transição da Educação Infantil para Educação Fundamental

Todos estes exemplos de TCC e projetos de pesquisa possuem uma clara ênfase no desenvolvimento educacional e também no aprendizado infantil, o que torna a pedagogia uma área essencial para o desenvolvimento de um cidadão.

Ainda é essencial ressaltar que alguns destes temas possuem relevância acentuada durante o período de pandemia, como por exemplo a Inclusão Digital nas escolas e também as Melhorias no Sistema de Ensino.

Conclusão

A pedagogia é uma área que está intimamente ligada com o processo educacional de crianças e jovens dentro de ambientes escolares formais e informais.

Portanto, a pedagogia é essencial no desenvolvimento crítico e cidadão de jovens, não apenas em questões escolares e relacionadas ao aprendizado.

Retorno gradativo às aulas presenciais em Ipiaú foi aprovado pelo Conselho Municipal de Educação


Pela unanimidade dos seus membros o Conselho Municipal de Educação aprovou na tarde de ontem, terça-feira (15), o Projeto Piloto do retorno gradativo escalonado das aulas presenciais da educação infantil no município de Ipiaú. Elaborado pela Secretaria Municipal de Saúde, o projeto será aplicado, em escolas das redes pública e privada, num período de 30 dias, com início no próximo dia 05 de julho.

De acordo com a proposta, cada instituição contará com número limitado de participantes, não superior a 50% da capacidade total da sala de aula, conforme orientação do protocolo de operacionalização das atividades para o retorno às aulas semipresenciais, aprovado pelo Comitê Intersetorial Gerenciamento Municipal, constituído por representações de diversas instituições que atuam no município, dentre as quais a Prefeitura Municipal (através das secretarias de Educação e Saúde), APLB/Sindicato, Ministério Público, escolas das redes pública e privada e outras instituições.
O estudo tem a finalidade de analisar e identificar variáveis epidemiológicas e resposta comportamental aos protocolos sanitários em relação ao retorno das aulas presenciais no município e poderá a qualquer momento ser revogado pelo poder público a depender dos dados epidemiológicos relacionados ao Covid-19.

É facultativa a participação das escolas, das crianças que devem ser autorizadas pelos pais ou responsáveis, e dos profissionais de educação.

COMO FUNCIONARÁ
No período de execução do Projeto Piloto, cada instituição de ensino poderá funcionar, à sua escolha, apenas com uma turma de cada série por etapa da educação básica. Assim sendo: uma turma de cada série da educação infantil. As turmas funcionarão no período de três horas/dia, de segunda a sexta-feira , em turno e horário à escolha da instituição. Para o ensino fundamental e médio o início do projeto piloto aguardará o deferimento favorável do Conselho Estadual de Educação.

Nesse período de execução do Projeto Piloto a Vigilância Sanitária Municipal realizará inspeções periódicas, e sem aviso prévio, nas escolas, com ênfase na biossegurança e vigilância em saúde, no intuito de contribuir para avaliação das condições de funcionamento da escola no contexto de convivência com a COVID-19.

TERMO DE COMPROMISSO
Participarão das aulas somente os alunos cujo os pais e/ou responsáveis assinarem um Termo de Compromisso elaborado e de inteira responsabilidade da instituição escolar. Nos casos em que os pais optaram em não retornar presencialmente, os estudantes continuam sendo assistidos remotamente.

Os estabelecimentos que optarem em realizar a adesão ao Projeto Piloto deverão solicitar vistoria prévia à Secretaria Municipal de Saúde, no setor de Vigilância Sanitária, para verificação das adequações conforme orientação do protocolo de operacionalização das atividades para retorno às aulas semipresenciais, o qual já foi enviado para todas as escolas.

“ É inquestionável que o retorno das atividades presenciais das escolas seja extremamente desejável, mas deve ser realizado de uma maneira responsável para que não torne o problema da pandemia ainda mais grave”, salienta um trecho do documento elaborado pela Secretaria de Saúde, por meio da titular da pasta, Laryssa Dias com Gabriele Prazeres, coordenadora da Vigilância Epidemiológica do município, Ellen Maynart Cunha Souza (especialista em gestão em saúde e metodologia do ensino superior) e Vanessa Fonseca, coordenadora da Vigilância Sanitária Municipal.

José Américo Castro. Prefeitura de Ipiaú/Dircom

Lei que garante R$ 3,5 bi para internet de alunos e professores é publicada

Está publicada no Diário Oficial da União de hoje a Lei 14.172, que determina o repasse de R$ 3,5 bilhões para garantir o acesso à internet, com fins educacionais, a alunos e professores da educação básica pública.

A norma só foi possível após o Congresso Nacional rejeitar, em sessão no início de junho, o veto total do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao projeto que originou a lei (PL 3.477/2020).

(mais…)

Ipiaú ainda não retomará as aulas presenciais mas aplicará projeto piloto

Em reunião realizada na manhã da última terça-feira, 25, no prédio da Prefeitura Municipal, a Secretaria de Saúde de Ipiaú, representada pela titular da pasta, Laryssa Dias, apresentou ao Comitê Municipal Intersetorial de Gerenciamento da Educação, o Projeto Piloto de retomada gradativa das atividades escolares.

Na oportunidade os membros do comitê presentes na reunião votaram, por unanimidade, em favor da aplicação do projeto. Em dezembro do ano passado, o Comitê teve acesso ao protocolo sanitário desenvolvido pela Secretaria para a segurança da comunidade educacional.

O Comitê Municipal Intersetorial de Gerenciamento da Educação foi criado em outubro de 2020 pela prefeita Maria das Graças Mendonça. O Comitê é formado formado por representantes das secretarias municipais de Educação e Cultura, Planejamento e Administração, Infraestrutura, e Saúde, assim como dos conselhos municipais de Assistência Social da Criança e do Adolescente e do Conselho Tutelar, além da Vigilância Epidemiológica Municipal, Câmara de Vereadores, APLB/Sindicato, escolas das redes pública e privada, entidades da sociedade civil organizada, Polícia Militar e Ministério Público.

O Projeto Piloto é um estudo que será realizado com um grupo pequeno que será orientado, treinado e monitorado, e servirá de base para a retomada das aulas presenciais futuramente. Será um trabalho minucioso que terá os dados avaliados e apresentados à comunidade em seguida. “Não é um retorno às aulas, é um Projeto Piloto para que no futuro as aulas sejam retomadas”, é o que afirma Laryssa Dias, secretária de Saúde.

Ela explica que para a escola participar do Projeto Piloto tem alguns requisitos que precisam ser cumpridos pela instituição, que passará por inspeção da Vigilância Sanitária para atestar se o espaço está de acordo com o protocolo sanitário para evitar contaminação pelo coronavírus. O protocolo aponta a necessidade de regras de higienização, distanciamento e imunização.

Durante a reunião com o Comitê Intersetorial, a secretária Laryssa Dias fez um breve relato a respeito das condições físicas das unidades escolares de Ipiaú e destacou que nas escolas da rede privada já se verifica adequações quanto às exigências sanitárias da Secretaria Municipal de Saúde.

A participação no Projeto Piloto é facultativa, pois depende da concordância dos pais dos estudantes. Para os alunos que não forem autorizados a participar está assegurado a continuidade das aulas remotas sem prejuízo de acesso ao conteúdo.

Ainda não há uma data para que o Projeto Piloto comece a funcionar, mas as escolas interessadas devem se cadastrar na Secretaria de Saúde. Isso deverá acontecer após uma análise do Ministério Público e do Conselho Municipal de Educação. Outro detalhe é que esse funcionamento está condicionado às determinações dos decretos governamentais.
José Américo Castro – Prefeitura de Ipiaú/Dircom

Prefeitura de Ipiaú realiza ações para retorno das aulas presenciais

As secretarias municipais de Saúde e de Educação e Cultura realizaram algumas reuniões com os representantes das escolas do município como também, já solicitaram à Vigilância Sanitária as vistorias das escolas públicas e particulares, que tem sido realizada desde a semana passada. Além disso, enviou às instituições de ensino o protocolo para um retorno seguro e tem realizado treinamentos para os profissionais de higienização e alimentação.

A secretária de saúde, Laryssa Dias informa que a comissão de profissionais irá se reunir novamente para estudar a viabilidade de um projeto piloto, com o objetivo de avaliar a segurança na escolas, do ponto de vista das condições sanitárias e epidemiológicas em relação aos profissionais da educação e aos alunos, no retorno às aulas presenciais.

A secretária de saúde lembrou também que a vacinação dos profissionais de educação está avançando. No momento, profissionais de educação com idade a partir de 40 anos podem se vacinar no município.
Prefeitura de Ipiaú/Dircom

Prefeitura de Ipiaú se reúne com escolas particulares para discutir retorno das aulas presenciais

A Prefeitura de Ipiaú, através do Secretário da Educação e Cultura, Luís Sergio Alves, e da coordenadora da Vigilância Sanitária do município, Vanessa Fonseca, voltou a se reunir com representantes das escolas particulares para discutir o protocolo unificado de segurança para o retorno às aulas presenciais tanto na rede privada, quanto na rede pública de ensino.

Na oportunidade foram dirimidas dúvidas, ouvidas sugestões e repassadas orientações quanto aos procedimentos a serem adotados nas unidades escolares.
Durante o encontro, ocorrido na última semana na Sala de Reuniões da Secretaria de Educação, foram discutidos temas como estruturação das escolas, uso obrigatório de máscaras, distanciamento entre os estudantes, necessidade de sanitização dos ambientes, transporte escolar e o calendário de vacinação dos trabalhadores da educação.

A Vigilância Sanitária fará a fiscalização de todos os espaços, e as escolas que não cumprirem o protocolo serão notificadas e suspensas.
Sabendo da importância do retorno das aulas para os alunos, pais, mestres da educação e comunidade em geral, o secretário Luís Sérgio Alves disse que não tem medido esforços para que isso aconteça o quanto antes possível.

O secretário ressaltou a importância da vacinação dos professores e servidores da educação possibilitando assim uma previsibilidade de retorno às aulas presenciais em creches e pré-escolas para o início do segundo semestre. Não haverá obrigatoriedade de retorno, tendo em vista que as aulas serão semipresenciais.

Com 30 dias após o retorno das aulas nessas unidades, não havendo casos de Covid-19, ou com casos mínimos da doença, no âmbito escolar, a Secretaria de Educação e Cultura terá um parâmetro para indicar a liberação das demais categorias. “Entretanto, o principal critério para o retorno das aulas é a diminuição da taxa de ocupação dos leitos de UTI”, explicaram o Secretário da educação e a Coordenadora da Vigilância Sanitária.

Se as condições forem favoráveis ao retorno das aulas, a Secretaria de Educação e Cultura e a Secretaria de Saúde consultarão o Ministério Público que deverá emitir parecer a respeito do assunto.

Da reunião na Secretaria de Educação e Cultura participaram representantes dos colégios Santo Agostinho, Dom Bosco, Aprovado e Batista, além das escolas Nova Geração e Ciranda das Letras. Também estiveram presentes a presidente do Conselho Municipal de Educação, Rosemay Almeida e as coordenadoras técnicas pedagógicas Mencia Bastos Bonfim e Vanderlane Sena.

José Américo Castro
Prefeitura de Ipiaú/Dircom

Aulas presenciais retomam nesta segunda-feira em Salvador; confira as regras

Seguindo uma decisão da Prefeitura de Salvador, as aulas presenciais retomam nesta segunda-feira (3) em Salvador. Elas funcionarão de forma híbrida: com aulas em salas de aula em dias alternados durante a semana.

Entre as regras para o retorno, estão os protocolos sanitários contra o coronavírus, como o distanciamento social, o uso de máscaras e a higiene constante das mãos e dos locais. Além disso, a temperatura dos funcionários e alunos será medida nas entradas e saídas das escolas e o tempo de permanência em salas de aula e uso do banheiro, bebedouro e outras áreas comuns terá um controle maior.

O tempo de intervalo entre as aulas ocorrerá de forma intercalada para evitar aglomerações. A merenda será servida nas salas, onde os alunos ficarão numa distância mínima de 1,5 metros entre eles. Metro1

“Chegou a hora “, comemora prefeito de Salvador ao manter data de retorno das aulas presenciais nesta segunda-feira

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), afirmou, na manhã desta sexta-feira (30), que o retorno das aulas na capital baiana está mantido para esta segunda-feira (30), mesmo diante dos protestos e ameaças de greve dos professores.

“As escolas estão preparadas e temos a certeza de que a hora é agora”, disse. O gestor também comemou que a capital amanheceu sem fila na regulação para a UTI de Covid-19, tanto adultos quanto pediátricos.

(mais…)

IFBA de Jequié abre inscrições para cursos técnicos online e gratuitos

Estão abertas, até 16 de abril, as inscrições do Processo Seletivo Gratuito para os cursos técnicos do IFBA

Em Jequié estão sendo disponibilizados os cursos de Eletromecânica e Informática nas modalidades Integrada (Ensino Médio com Técnico, para quem já concluiu o ensino fundamental) e Subsequente (Ensino Técnico, para quem já concluiu o 2o grau).

Para se inscrever, conhecer os cursos ofertados e saber mais, acesse www.selecao.ifba.edu.br ou entre em contato através do WhatsApp (73) 3525-9667.

Este ano não o IFBA não terá prova de seleção. O ingresso será totalmente on-line por meio da análise de histórico escolar.

É tudo on-line e gratuito.

Ascom