Petrobras comunica aumento de 2,7% no preço da gasolina

 

Após 53 dias sem reajustes, a Petrobras comunicou na última segunda-feira (18), que o preço da gasolina vai sofrer alta de 2,7%, nesta terça-feira (19) que equivale um aumento de R$ 0,05 no litro do combustível.

O preço do diesel também será elevado, em R$ 0,026 por litro, segundo fontes. É um aumento médio de 1,2%, duas semanas após o último ajuste, quando houve corte de 3%. De acordo com a estatal a elevação no preço do litro do combustível acontece em razão da evolução da alta do petróleo e escalada do dólar, que atingiu o maior valor nominal da história.

(mais…)

Record e SBT recebem 52% da verba do governo federal destinada à publicidade

As emissoras Record e SBT receberam 52% da verba para publicidade televisiva empenhada pela Secretaria de Comunicação da Presidência da República (Secom), entre janeiro e outubro deste ano.

O número corresponde a R$ 14,1 milhões, segundo dados do próprio portal da Secom. A Record liderou o empenho com R$ 7,9 milhões, enquanto o SBT ficou com R$ 6,2 milhões.

O montante destinado à publicidade pode ser utilizado para divulgar atos, obras, programas e políticas públicas do governo federal. Ainda segundo a base de dados da própria secretaria, foram esses recursos que bancaram a campanha da Nova Presidência, principal ação contratada em 2019. (mais…)

Tarifas do pedágio da BA-099 ficam mais caras a partir de amanhã

As tarifas do pedágio da BA-099, entre a Estrada do Coco e Linha verde, ficam mais caras a partir de amanhã (11). O reajuste de 5,73% faz parte da readequação tarifária anual prevista pelo contrato de concessão.

A tarifa aplicada para automóveis, caminhonetes e furgão passará de R$ 6,60 para R$ 7 em dias úteis e de R$ 10 para R$ 10,50 aos finais de semana e feriados. (mais…)

Em novo revés, EUA mantém veto a carne bovina brasileira e frustram Bolsonaro

Em mais um gesto que frustrou o governo Jair Bolsonaro, os EUA negaram a abertura de seu mercado para a carne bovina in natura do Brasil, pleito que estava incluído nas negociações de uma parceria estratégica acertada com o presidente Donald Trump.

A decisão dos EUA é resultado de uma inspeção técnica liderada pelo Departamento de Agricultura no Brasil, cujo relatório foi disponibilizado para o governo brasileiro na quinta-feira (30).

(mais…)

Conta de luz fica mais cara em novembro

A bandeira tarifária para o mês de novembro será a vermelha, no patamar 1, quando há um acréscimo de R$ 4 para cada 100 quilowatts-hora consumidos. As informações foram divulgadas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), nesta sexta-feira (25). Em outubro, a bandeira foi a amarela, cujo acréscimo na conta é de R$ 1.

Segundo a agência, a decisão de elevar o patamar da bandeira se deve ao fato de que, apesar de novembro ser o mês de início do período chuvoso nas principais bacias hidrográficas do país, o regime de chuvas está abaixo da média histórica.

Ainda de acordo com a Aneel, nesse cenário aumenta a demanda de acionamento de usinas termelétricas, cujo custo de produção é mais alto, o que incide sobre da energia.

Metro 1

Promessa de gás de cozinha pela metade do preço não é cumprida

Em junho deste ano, o ministro da Economia, Paulo Guedes, prometeu que o preço do botijão do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) residencial, conhecido como gás de cozinha, cairia até 50% com a abertura do mercado do setor no país, por causa da maior competição entre empresas. Na época, o Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) aprovou resolução com diretrizes para dar início à abertura do mercado de gás no Brasil.

Mas, essa ainda não é a realidade no mercado. O gás de cozinha, está mais caro nas refinarias da Petrobras desde terça-feira (22). A informação foi divulgada pelo Sindicato Nacional das Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás) e confirmada pela empresa.

Durante a campanha, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) também prometeu baixar para apenas R$ 30 o valor do botijão no seu mandato. Dez meses depois, o preço médio do botijão já é R$ 69,10 podendo alcançar R$ 115. O preço do gás residencial subiu de 4,8% a 5,3%. O gás vendido para as indústrias também terá reajuste de 2,9% a 3,2%.

Metro 1

Gás de botijão residencial aumenta para as distribuidoras

O gás de cozinha residencial (GLP) aumentará 5% nas distribuidoras e o GLP industrial e comercial 3%, a partir da meia-noite desta terça-feira (22). O anúncio foi feito pelo Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás) em nota à imprensa e confirmado pela Petrobras.

Os aumentos são médias, pois o valor terá variação, para maior ou menor, dependendo da área de distribuição nacional, segundo o Sindigás. O preço para o consumidor final poderá ser diferente, pois as distribuidoras acrescem ao percentual de aumento os custos com mão de obra, logística, impostos e margem de lucro. (mais…)

Anunciada mega reserva de alumínio entre Nazaré e Itacaré

O geólogo João Cavalcanti, tido como o mago da mineração na Bahia, anunciou ontem que descobriu uma mega reserva de alumínio entre Nazaré e Itacaré, ou seja, do sul do Recôncavo ao norte da região cacaueira, passando por todo o baixo sul.

Segundo ele, a concentração é maior entre Nazaré e Valença, mas, no conjunto, a reserva é respeitável: conforme as estimativas iniciais, algo que oscila entre 500 milhões a um bilhão de toneladas. Uma equipe de geólogos está na área fazendo estudos.

 Cavalcanti diz que a descoberta foi por mero acaso. Transitando pela BA-001, que interconecta Nazaré a Ilhéus, passando pelo baixo sul (Valença, Taperoá, Nilo Peçanha, Ituberá, Igrapiúna e Camamu), observou que nos cortes da estrada havia algo muito parecido com bauxita:

– Ora, bauxita é alumínio. Mandei estudar, e bingo! É bauxita mesmo. Ele afirma que, pelas circunstâncias da região, a jazida é algo como uma galinha dos ovos de ouro:

– Fica entre o Porto Sul, em Ilhéus, e o Porto de Aratu, em Salvador. A área é altamente antropizada (muito mexida por humanos), grande parte é de pastos. E de quebra a rede de alta-tensão passa bem em cima, o que significa facilidade com a energia.

A Tarde/ Levi Vasconcelos

Ipiaú: Leilão do pré-sal deverá gerar receita de mais de 3 milhões para o município a partir de dezembro

 

A exemplo de outros municípios ( confira na lista abaixo ), a prefeitura de Ipiaú também vai  ser agraciada com recurso extra neste final deste ano, referente ao leilão do pré-sal.

Com a pressão dos prefeitos e parlamentares a divisão de recursos do leilão do pré-sal que está chegando para os municípios também deverá abastecer os cofres da terra de Rio Novo.

Ipiaú vai receber da cessão onerosa – o leilão do pré-sal, marcado para novembro a quantia de R$ 3.234.505,11, a maior parte já no dia 27 de dezembro.

O dinheiro, que poderá ser usado para cobrir o rombo da previdência ou para investimentos, ainda pode subir de valor, a depender do resultado do leilão.

Ipiaú Online

Confira quanto cada município baiano deverá receber na partilha do leilão do pré-sal 

Dívida rural ipiauense já ultrapassa os R$ 25 milhões em tempos apocalípticos… Seguuura patrão!

Se não bastasse o tradicional e histórico uso indevido do crédito rural para outros fins, desviados ao consumo e/ou acumulo de patrimônio, ao invés de aplicados na produção, o qual desviou recursos provenientes de financiamentos rurais, e não na aplicação no desenvolvimento, conservação e aumento da produtividade das fazendas de cacau…

Agora, ainda temos que enfrentar, neste fim de feira, mais uma ladeira íngreme, do Spread Bancário (é a diferença entre a taxa que as instituições financeiras captam dinheiro dos agentes econômicos superavitários, menos a taxa a maior, que eles cobram ao emprestar este mesmo dinheiro aos agentes deficitários). Spread este, que não perdoa o passado e cobra caro pela inadimplência costumeira, estatisticamente registrada, percebida, precificada futuramente.

(mais…)

Cacau vai tentar sair do buraco pelos caminhos do semiárido

Os caminhos para tentar tirar do buraco mais de 11 mil produtores de cacau com dívidas que ultrapassam R$ 1 bilhão, a herança maldita da vassoura-de-bruxa, estão sendo traçados sem a abertura de novas trilhas.

Ou melhor, seguem as vias já existentes, especialmente o Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), operado pelo Banco do Nordeste.

Segundo o deputado Sandro Régis, que está no time que apadrinha a causa, a ministra Tereza Cristina (Agricultura) formou um grupo de trabalho com a missão de formatar uma medida provisória específica para o caso.

Proposta — Pelo que está sendo gestado, a ideia é uma redução da dívida em até 95%, deixar o saldo devedor com juros de 1% a 3% para ser quitado em parcelas a serem pagas de 2021, a primeira, até 2030. Além disso, aciona-se o Plano Safra para garantir novos financiamentos, já que hoje o cacau está fora das linhas de crédito. Fala Sandro:

– Não está se inventando nada. Apenas pedindo para o cacau o mesmo tratamento que se dá ao semiárido.

Até o fim do mês a MP estará pronta, após o que irá para a apreciação do ministro Paulo Guedes (Economia) e, enfim, para a Câmara.

Se tudo correr como o previsto, será a primeira vez na história do cacau pós-vassoura-de-bruxa que algo foi feito. Antes, nenhum governo, nem FHC, Lula, Dilma e Temer, deu pelotas.

Levi Vasconcelos / A Tarde

Saque FGTS: Caixa estende horário de atendimento nesta sexta e vai abrir no sábado


As agências da Caixa Econômica Federal vão abrir no próximo sábado, das 9h às 15h, para liberação do saque de até R$ 500 em contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

A Caixa também vai trabalhar com horário estendido por duas horas, nesta sexta-feira (13), início do saque, e nas próximas segunda (16) e terça-feiras (17).

Assim, as agências, que normalmente abrem às 11h, vão iniciar o atendimento às 9h. Aquelas que abrem às 10h, iniciarão os trabalhos às 8h e as que abrem às 9h, atenderão a partir das 8h e terão uma hora a mais ao final do expediente. No caso de agências que abrem às 8h, serão duas horas a mais ao final do horário de atendimento.

“Vamos avaliar o movimento desses dias para ver se teremos que abrir mais calendários especiais nas semanas seguintes”, disse o vice-presidente de Distribuição, Atendimento e Negócios da Caixa, Valter Nunes. Ele participou hoje (12) de transmissão no Facebook, juntamente com o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, e o vice-presidente de FGTS da Caixa, Paulo Angelo, para tirar dúvidas sobre o saque imediato.

(mais…)

Saiba como parar de pagar tarifas bancárias e juros abusivos – veja como!

Para

Se num passado não muito distante a inflação era o grande “fantasma” dos brasileiros, hoje em dia o grande vilão de nosso povo são as extorsivas e ilegais taxas de juros e tarifas bancárias cobradas pelos agentes financeiros, em especial os bancos e operadoras de cartão de crédito e débito, com práticas de abuso, em afrontando cabalmente ao disposto em nossa Carta Magna e resolução do Banco Central, que deu direito a existência e manutenção de contas bancárias, básica, sem qualquer cobrança de tarifa e/ou juros abusivos.

(mais…)

‘Prévia’ do PIB do Banco Central recua 0,13% no 2º trimestre e indica início de ‘recessão técnica’

A economia brasileira registrou retração de 0,13% no segundo trimestre de 2019, segundo o Índice de Atividade Econômica (IBC-Br), uma espécie de “prévia” do Produto Interno Bruto (PIB), divulgado pelo Banco Central (BC) nesta segunda-feira (12).

O recuo de 0,13% entre abril e junho deste ano foi verificado na comparação com o primeiro trimestre de 2019. O número foi calculado após ajuste sazonal, uma “compensação” para comparar períodos diferentes de um ano.

Como o nível de atividade já havia recuado 0,2% nos três primeiros meses deste ano, contra o último trimestre do ano passado, a economia brasileira pode ter entrado em uma “recessão técnica” – que se caracteriza por dois trimestres seguidos de tombo do PIB.

(mais…)

Preço do gás de cozinha é reduzido e novo valor entra em vigor na próxima segunda-feira (5)

A Petrobras reduziu o preço do gás de cozinha (GLP) vendido nas refinarias às distribuidoras para botijões de 13 quilos de R$ 26,20 para R$ 24,06. O novo preço entra em vigor na próxima segunda-feira (5) nas unidades da empresa. Segundo o Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás), a queda do GLP residencial oscilará entre 6,5% e 12% nas refinarias.

De acordo com a Petrobras, para ser comercializado em botijões de 13 quilos, o gás de cozinha tem o preço de venda formado pela média das cotações dos gases butano e propano no mercado europeu, mais uma margem de 5%. Os reajustes passaram a ser trimestrais em janeiro do ano passado.

(mais…)