Operação Tiradentes flagra 1.379 motoristas alcoolizados

Reprodução: PRF

A Operação Tiradentes, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), flagrou neste feriado de Tiradentes um número 37% superior de pessoas dirigindo alcoolizadas do que o registrado na Operação Semana Santa. Segundo balanço divulgado pela PRF nesta segunda-feira (25), entre a quinta-feira (21) e ontem (24), foram realizados 52.504 testes de alcoolemia e 1.379 flagrados com o nível de álcool acima do permitido.

Ainda segundo o balanço, 4.460 motoristas foram autuados por ultrapassagem proibida e 3.504 motoristas e passageiros pelo não uso do cinto de segurança. Em comparação ao mesmo período de 2019, houve uma redução de 9% em relação à infração de ultrapassagem e aumento de 31% em relação ao não uso do cinto de segurança.

Nos quatro dias de operação, 91.368 pessoas foram abordadas e 80.474 veículos foram fiscalizados em todas as rodovias do país. Para a força tarefa, foram empregados 9.877 policiais. (mais…)

Bolsonaro decreta “indulto individual” ao deputado Daniel Silveira

O presidente Jair Bolsonaro (PL) anunciou, nesta quinta-feira (21/4), que assinou um decreto de “graça constitucional” ao deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ). “Um decreto que vai ser cumprido”, disse Bolsonaro, em uma transmissão ao vivo nas redes sociais.

Na prática, o decreto de indulto perdoa os crimes cometidos pelo parlamentar. O ato, segundo o presidente, deve ser publicado em edição extra do Diário Oficial da União (DOU).

(mais…)

Maioria dos preços dos combustíveis volta a subir, diz ANP; diesel tem recuo

Reprodução: Shutterstock

A redução de 5,6% promovida pela Petrobras no gás de cozinha no último dia 9 já perdeu efeito e o combustível voltou a subir na semana de 10 a 16 de abril, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). A gasolina também teve leve alta, enquanto o diesel registrou ligeiro recuo na comparação com a semana anterior.
O preço médio do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) de 13 quilos, ou gás de cozinha, subiu de R$ 113,54 para R$ 113,66, com o mais caro voltando ao patamar de R$ 160,00, contra R$ 150,00 uma semana antes, no Centro-Oeste. O mais barato foi encontrado a R$ 78,00 no Nordeste.

A gasolina subiu 0,3%, para o preço médio de R$ 7,219 o litro, com o preço mais alto e o mais baixo registrados no Sudeste, de R$ 8,499 e R$ 6,099, respectivamente. O preço médio de venda do diesel no País caiu 0,2%, ara R$ 6,587 o litro, com o mais caro a R$ 7,900 na região Norte e o mais barato a R$ 5,200 na região Sudeste. (mais…)

+ Milionária: Ministério da Economia aprova nova loteria da Caixa Econômica

O Ministério da Economia aprovou nesta segunda-feira (18) a criação de uma nova modalidade lotérica pela Caixa Econômica Federal. A + Milionária e entrará em vigor em 2 de maio e não permitirá acúmulo do prêmio nos certames em que não houver ganhador. A data do primeiro sorteio ainda não foi divulgada.

Cada aposta será exigida uma indicação de 1 a 6 números na matriz 1 e até 2 números na matriz 2. A aposta simples custará R$6. Foram autorizados sorteios pelo menos uma vez por semana, ficando sob critério da Caixa a frequência. A data do primeiro sorteio da “+Milionária” ainda será definida.

“É admitida, ainda, a aposta ‘teimosinha’, que compreende a repetição, em número finito de concursos sequentes e contíguos, dos mesmos prognósticos registrados em determinado concurso, a partir deste”, informa a portaria.

Anvisa pede mais dados sobre Coronavac para autorizar uso em crianças de 3 a 5 anos

Foto: Ravena Rosa / Agência Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou na sexta-feira (15) ter solicitado ao Instituto Butantan mais dados sobre a Coronavac, para analisar a segurança do uso em crianças de 3 a 5 anos.

Segundo a agência, os estudos enviados pelo Butatan são insuficientes para recomendar a liberação do imunizante contra a Covid-19 para esta faixa etária. Atualmente, a vacina Coronavac é usada na população adulta e em crianças e adolescentes de 6 a 17 anos. Em 11 de março, o Instituto Butantan pediu que o imunizante fosse recomendado também para crianças de 3 a 5 anos.

Após o envio dos dados complementares solicitados pela Anvisa, a agência reguladora tem até 30 dias para realizar a avaliação do uso emergencial do imunizante nessa faixa etária.

Brasil supera 82 milhões de vacinados com dose de reforço contra covid

Reprodução: Getty Images

O número de pessoas vacinadas contra a covid-19 no Brasil com dose de reforço ou adicionais chegou nesta terça-feira, 11, a 82.348.041. Em relação às pessoas que tomaram ao menos uma porção do imunizante, o número está em 176.338.392 , o equivalente a 82,08% dos brasileiros. O número acumulado de pessoas com a segunda dose é de 162.270.361 (75,53%). Nas últimas 24 horas, 152.396 receberam a segunda dose do imunizante; reforço ou adicionais foram 526.005, de acordo com dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa junto a secretarias de 24 Estados.

Somando as vacinas de primeira e segunda dose aplicadas, além da terceira de reforço, o Brasil administrou 734.007 doses nesta segunda-feira. Já em relação à vacinação pediátrica (para crianças de 5 a 11 anos), o Brasil aplicou 11.129.655 doses, o equivalente a 54,29% deste público.

Em termos proporcionais, Piauí é o Estado que mais vacinou sua população até aqui: 92,76% dos habitantes receberam ao menos a primeira dose. A porcentagem mais baixa é encontrada em Amapá, onde 61,43% receberam a vacina. Em números absolutos, o maior número de vacinados com a primeira dose está em São Paulo (41 milhões), seguido por Minas Gerais (17 milhões) e Rio de Janeiro (13 milhões).

Conta de luz deve ficar com bandeira verde até o final do ano, diz ONS

O diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Luiz Carlos Ciocchi, afirmou nesta segunda-feira (11) que a conta de luz dos brasileiros pode passar os próximos meses de 2022 sem taxas extras para bancar usinas térmicas.

Depois de oito meses de vigência da bandeira de escassez hídrica, na segunda quinzena de abril a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) adotará a chamada bandeira verde na conta de luz.

Com as fortes chuvas de verão, o governo decidiu antecipar o fim da taxa extraordinária, que duraria até o fim de abril.

Brasil: Sem dinheiro para gás, jovem morre queimada cozinhando com álcool

Angélica Rodrigues, de 26 anos, morreu depois de ter 85% do corpo queimado enquanto tentava cozinhar com álcool (etanol) na cidade de São Vicente, no litoral de São Paulo. A diarista morava sozinha em um barraco na periferia da cidade e, como estava desempregada, não tinha dinheiro para comprar o gás – que na época já custava mais de R$110.

O caso aconteceu em março e a jovem chegou a ficar 15 dias internada no hospital da cidade esperando uma vaga em uma unidade de referência no tratamento de queimados em São Paulo. Mesmo após ter sido transferida, com ajuda de um político local, para o Hospital Geral Vila Penteado, em São Paulo, Angélica não resistiu e morreu na última quarta-feira (6). O corpo dela foi enterrado no início da tarde deste domingo (10), em Praia Grande.

(mais…)

Ao falar sobre o tema aborto, Bolsonaro chama Lula de ‘genocida de inocentes’

De olho na repercussão da pauta do aborto no eleitorado, o presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a comentar as recentes falas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sobre o tema para se contrapor ao petista, seu principal adversário na disputa pelo Palácio do Planalto e líder nas pesquisas de intenção de voto.

“Ele não tem qualquer respeito com a vida humana. Lula é genocida de inocentes, quando ele prega abertamente o aborto no Brasil”, declarou o presidente em entrevista ao grupo “O Liberal”, do Pará.

(mais…)

Mais de 18 milhões ainda não tomaram segunda dose contra Covid

Reprodução: Getty Images

Dados do Ministério da Saúde mostram que 18,1 milhões de brasileiros não compareceram para tomar a segunda dose da vacina contra Covid.

De acordo com a pasta, essas pessoas já atingiram o intervalo máximo entre as doses, que é de cinco meses para os imunizantes da Pfizer e AstraZeneca e 21 dias para a Coronavac. No estado de São Paulo, o intervalo entre as doses da Pfizer é de oito semanas (cerca de dois meses).

Caso o intervalo entre as doses tivesse sido cumprido, o Brasil já teria mais de 88% do público-alvo com pelo menos duas doses das vacinas ou a dose única. (mais…)

Crianças recebem vacina errada contra a Covid-19 em Pernambuco

Foto: Reprodução/Gabriel Borges

Equipes de saúde do governo de Pernambuco acompanham 41 crianças que receberam, de forma equivocada, doses da vacina contra a Covid-19 da Janssen no município de Afogados da Ingazeira (PE).

Segundo informações estaduais e municipais, seis dessas crianças apresentaram efeitos colaterais mais fortes, como náuseas e vômitos. Todas as 41 serão monitoradas pelos próximos 30 dias por autoridades de saúde, que devem monitorar a resposta do organismo à dose não recomendada para crianças.

No Brasil, crianças entre 5 e 11 anos podem ser imunizadas com duas doses infantis da Pfizer; já a Coronavac pode ser utilizada na faixa etária de 6 a 11 anos. Ambas possuem a aprovação e a segurança atestada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Ministério da Saúde confirma primeiro caso de ômicron XE no Brasil

Foto: NIAID

O Ministério da Saúde confirmou nesta quinta-feira (7) o primeiro caso da nova variante ômicron XE, da Covid-19, no Brasil. A mutação é uma recombinação das sublinhagens BA.1 e BA.2 da cepa do coronavírus. A informação, segundo a pasta, foi notificada pelo Instituto Butantan.

Uma recombinação ocorre quando um indivíduo é infectado com duas ou mais variantes ao mesmo tempo, resultando em uma mistura de seu material genético dentro do corpo do paciente. Segundo a Agência de Segurança da Saúde do Reino Unido (UKHSA), mais de 600 casos foram confirmados até agora no país e ela aparenta ser 9,8% mais transmissível do que a BA.2.

O Ministério da Saúde do Brasil disse que “mantém o constante monitoramento do cenário epidemiológico da Covid-19” e reforçou “a importância do esquema vacinal completo para garantir a máxima proteção contra o vírus”. Até o momento, menos da metade (49,39%) dos brasileiros adultos receberam a dose de reforço.

Salário mínimo ideal deveria ser de R$ 6.394,76 em março, calcula Dieese

Foto: Agência Brasil

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) calcula que o valor do salário mínimo ideal para suprir todas as despesas de um trabalhador e de sua família no Brasil deveria ser de R$ 6.394,76, o que equivale a mais de cinco vezes ao atual de R$ 1.212,00.

A estimativa do departamento se refere ao mês de março. Em fevereiro, o valor ficou em R$ 6.012,18.

Segundo o Dieese, esse seria o pagamento mínimo para sustentar uma família de quatro pessoas no mês de março no Brasil, considerando gastos com moradia, transporte, alimentação, saúde, educação, vestuário, higiene, lazer e previdência.

Em março, todas as capitais enfrentaram o aumento para os alimentos na comparação com o mês anterior. A maior alta ocorreu no Rio de Janeiro, com 7,65%. Já a menor, em Salvador, com 1,46%.

Meteoro é registrado no céu de quatro cidades do Nordeste

Um meteoro foi registrado cruzando o céu dos estados de Alagoas e Sergipe, na noite desta terça-feira (5). As imagens foram capturadas por volta das 18h, no horário de Brasília, por câmeras do portal Clima Ao Vivo.

O fenômeno foi registrado nas cidades de Maceió (AL), Aracaju (SE), Estância (SE) e Gracho Cardoso (SE).

Também conhecido como “estrela cadente”, o meteoro é um fenômeno luminoso produzido na passagem de algum objeto espacial –como asteroides e cometas – na atmosfera terrestre.

“Meteoro não é sólido, não é líquido e nem gasoso, é apenas luz”, explica o astrônomo Marcelo Zurita. A intensidade da luz do meteoro depende do tamanho do objeto.

CNN

Brasil volta a ter mais de 65 milhões de inadimplentes

Foto: Marcelo Casal Jr / Agência Brasil
O Brasil registrou 65,2 milhões de consumidores inadimplentes em fevereiro, divulgou hoje (5) a Serasa. Essa marca não era atingida desde maio de 2020, no início da pandemia da covid-19. Esses cidadãos têm R$ 263,4 bilhões em dívidas negativadas (em atraso).

Apenas em fevereiro, o número de inadimplentes subiu 0,54%. Cada brasileiro deve, em média, R$ 4.042,08. A estatística se baseia no fato de que cada número do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) tem, em média, 3,4 dívidas ativas.

Em relação ao perfil dos inadimplentes, os homens representam 50,2% dos devedores, contra 49,8% das mulheres. Na divisão por faixa etária, a maior parte tem entre 26 e 40 anos de idade (35,3%), seguida pela faixa de 41 a 60 anos de idade (34,9%). (mais…)