Cachorro é abandonado em madrugada fria e passa a noite uivando de tristeza; veja vídeo

Um cachorro comoveu a web neste fim de semana após ser abandonado na cidade de Praia Grande, em São Paulo. O pet foi abandonado, no sábado (24), na avenida Castelo Branco, bairro Vila Tupi, em frente a uma famosa imobiliária da cidade.

Após o abandono, o animal passou a noite inteira no mesmo local no qual o deixaram, uivando e lamentando a falta de seus donos.

Uma protetora de animais local se sensibilizou com a causa e resgatou o animal para um lar temporário. Ela segue na intenção de entregá-lo para alguém que o ame de verdade. O cachorro é castrado e aparenta boa saúde. A informação é do portal ‘Costa Norte’.

 

Bahia: Secretário de Segurança Pública e chefe de gabinete pedem exoneração

Alvo de buscas das duas novas fases da Operação Faroeste, Maurício Barbosa não é mais secretário de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA).

O pedido de exoneração do cargo está publicado na edição de hoje (15) do Diário Oficial do Estado. A chefe de Gabinete da SSP-BA, a delegada Gabriela Caldas, também está exonerada.

A Secretaria passa a ser comandada pelo número 2 da Pasta, Ary Pereira de Oliveira, conforme decretos assinados pelo governador Rui Costa.

(mais…)

Menino deixa cão em associação porque o pai maltratava o animal

Deixar o animal de estimação numa associação não terá sido uma decisão fácil para Andrés. O menino, de 12 anos, fê-lo, no entanto, para impedir que o pai continuasse a maltratrá-lo e o vendesse.

No passado dia 13 de fevereiro, Andrés abandonou o seu cão de raça pitbull junto a um refúgio, no México. Juntamente com o animal, que colocou dentro de uma caixa, o menino deixou um pelúcia e uma a carta a explicar o porquê daquele ato. (mais…)

Ação pede que supremo proíba abate de animais apreendidos

O PROS ajuizou no Supremo a Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 640, em que tem por objeto dispositivos da Lei de Crimes Ambientais (Lei 9.605/1998) e Decreto 6.514/2008 relativos à destinação de animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos apreendidos em decorrência de abuso e maus tratos. A legenda pede que o Supremo ‘exclua qualquer interpretação da lei e do decreto que autorize o abate desses animais, a fim de resguardar o direito fundamental ao meio ambiente ecologicamente equilibrado e à proteção da fauna e da flora’.

Os dispositivos questionados estabelecem que ‘os animais serão prioritariamente libertados em seu habitat ou, caso essa medida seja inviável ou não recomendável por questões sanitárias, entregues a jardins zoológicos, fundações ou entidades assemelhadas para guarda e cuidados sob a responsabilidade de técnicos habilitados’. (mais…)

Litoral Norte: ONG atinge marca de 40 milhões de tartarugas soltas no mar

Cem tartarugas nascidas na Praia do Forte, no Litoral Norte, foram soltas na areia da praia para o mar. Os animais são filhotes da espécie cabeçuda. Segundo o G1, a soltura dos filhotes foi para celebrar o marco histórico que o Projeto Tamar atingiu de liberar cerca de 40 milhões de tartarugas, entre filhotes, juvenis e adultas, neste ano. A ação ocorreu na última sexta-feira (13).

Filhotes de tartarugas nascem ou são levados para areia sempre a partir do fim da tarde devido aos problemas com o sol. Os animais soltos na sexta tinham menos de um dia de vida e ficaram algumas horas no laboratório do Projeto Tamar, esperando o momento de ganhar a liberdade. Além do marco de 40 milhões de tartarugas soltas, o Projeto Tamar comemorou os 40 anos dedicados à preservação desses animais.

Ainda segundo reportagem, soltos do mar, os filhotes nadam por quase uma semana até chegar em alto-mar. Uma reserva de energia ajuda na tentativa de chegada ao destino, o que faz com que esses animais não precisem se alimentar. A previsão é que daqui a 30 anos, já adultas, muitas irão voltar para desovar nas mesmas praias onde nasceram.

BN

Gato consegue na justiça direito de andar por galeria de Copacabana no RJ

O dono de um gato que tinha sido proibido de andar sem coleira por uma galeria comercial em Copacabana, na Zona Sul do Rio, conseguiu na Justiça o direito de soltar o animal pelo local.

Chamado de Rubinho, o gato foi adotado pelo lojista Pedro Duarte Correia e andava há anos sem coleira pelos corredores do espaço. Em abril do ano passado, a administração da galeria determinou que os animais fossem proibidos de andar, sob o risco de penalidade no caso de descumprimento, segundo o G1. (mais…)