Adab orienta produtores de Ipiaú a adotarem ações preventivas contra Monilíase do Cacaueiro

Em estado de alerta após a constatação de um foco da doença Monilíase do Cacaueiro, no Acre , a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), intensificou o monitoramento nas plantações de cacau deste estado e vem orientando os produtores a adotarem ações preventivas para o impedimento da chegada da enfermidade em território baiano.

Foi com esse objetivo que técnicos da Adab realizaram uma recente visita de campo nas regiões do Braço Pequeno e Cajueiro, zona rural de Ipiaú, onde dialogaram com agricultores familiares, solicitando aos mesmo que informem ao órgão qualquer anormalidade em seus cacaueiros.

O secretário da Agricultura e Meio Ambiente do município, Poleandro Silva, acompanhou a equipe e disse que também estará atento à situação e buscará seguir as recomendações da Nota Técnica elaborada pela Secretaria de Agricultura do Estado ( Seagri) que estabelece ações estratégicas para o impedimento da chegada da doença.

Poleandro informou que a Bahia executa, desde 2007 , o Projeto Fitossanitário de Prevenção à Monilíase do Cacaueiro, o qual contempla ações de educação fitossanitária, capacitação técnica, identificação de pontos de ingresso e rotas de risco, além de levantamentos de detecção da praga e cursos de emergência.

PIOR QUE A VASSOURA-DE-BRUXA
A monilíase, causada pelo fungo Moniliophthora roreri, é uma das mais sérias doenças do cacaueiro, infectando os frutos em qualquer fase de desenvolvimento e, em condições favoráveis, pode causar perdas de até 100% da produção. Ela já se encontra em todos os países produtores de cacau da América Latina. O foco detectado no Acre colocou o Brasil em estado de alerta.

Nas regiões onde a monilíase se instalou, a sua ação tornou-se mais destrutiva do que a causada pela vassoura-de-bruxa (Moniliophthora perniciosa), doença que provocou uma catástrofe na Região Cacaueira do Sul da Bahia, eliminando mais de 250 mil empregos diretos e provocando uma enorme redução da produção de cacau.
José Américo Castro
Prefeitura de Ipiaú/Dircom

Ipiaú: Agricultores familiares da região do Braço Pequeno foram cadastrados no Prodeter

Na última quinta-feira , 12, o secretário de Agricultura e meio Ambiente de Ipiaú, Poleandro Silva, e o assessor de crédito da agência local do Banco do Nordeste, Magno Novaes, estiveram reunidos com 30 agricultores familiares da região do Braço Pequeno, para tratar de assuntos referentes ao Prodeter- Programa de Desenvolvimento Territorial- e cadastrar os produtores com novas linhas de crédito para o financiamento da lavoura do cacau.

Na oportunidade o secretário falou a respeito do Prodeter, que trabalha a partir dos eixos da sustentabilidade social, econômica e ambiental, incorporando um conjunto de estratégias com objetivo de fortalecer as cadeias produtivas priorizadas, enquanto Magno Novaes explanou sobre os programas Agroamigo Mais que atende agricultores familiares enquadrados no Pronaf em operações de até R$ 20 mil, e limite de endividamento de até R$ 40 mil, e Agroamigo Crescer, criado para atender agricultores familiares com renda bruta anual de até R$ 23 mil, que explorem área de até quatro módulos rurais e empreguem mão de obra da família.

A Prefeita Maria das Graças Mendonça apoiou a implantação do Prodeter, reconhecendo que o mesmo trouxe com a expectativa de aquecer a economia local e estimular a preservação e recomposição de remanescentes da Mata Atlântica, através da implantação do sistema agroflorestal, tendo o cacau como a principal cultura.
José Américo Castro
Prefeitura de Ipiaú/Dircom

Risco de praga deixa cacauicultores em alerta

A incidência da praga conhecida como monilíase do cacaueiro já voltou a ser identificada no Brasil, exigindo o cuidado da Federação da Agricultura e Pecuária da Bahia (Faeb), no sentido de contribuir para proteção das lavouras do Sul do Estado.

Tão logo ficou confirmada a presença do Moniliophthora roreri, a entidade passou a manter contatos mais frequentes com o Ministério da Agricultura, visando evitar a expansão da doença.

(mais…)

Prefeitura de Ipiaú orienta produtores para estimular aumento na cadeia produtiva do leite

Além de serviços voltados ao preparo do solo, através do Programa “Mais Agricultura”, a Prefeitura de Ipiaú, por meio da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente (Seama) vem dando orientação técnica ao produtor rural tanto para o setor de hortifrutigranjeiros, quanto na bovinocultura.

Com foco nesta atividade, o secretário Poleandro Silva e a Médica Veterinária Vanessa Fonseca, técnica do Serviço de Inspeção Municipal (SIM), estiveram na Fazenda São José, localizada na região do Cajueiro, onde orientaram o proprietário da área sobre a importância dos manejos de pastagem e sanitário para pecuária leiteira e outras alternativas de alimentação para o gado.

“O manejo é um conjunto de ações que visa obter da melhor produtividade do leite e carne sem afetar o desenvolvimento da forrageira e a qualidade do solo”, explicou o titular da Seama, Poleandro Silva.

José Américo Castro
Prefeitura de Ipiaú/Dircom

Ipiaú: PAA vai beneficiar 300 famílias assistidas pela Secretaria de Ação Social

Nesta semana o projeto de Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) da Associação dos Produtores Rurais da Fazenda do Povo elaborado pelo técnico de projetos, Maurício Santos foi aprovado e protocolado na CONAB na presença do próprio Maurício e de Poleandro Silva, Secretário de Agricultura e Meio Ambiente de Ipiaú.

O Projeto irá beneficiar dois públicos distintos. O primeiro são as agricultoras familiares da Fazenda do Povo que fazem a venda e o segundo serão cerca de 300 famílias em situação de insegurança alimentar ou nutricional atendidas pela Secretaria de Ação Social que irão receber os alimentos.

O projeto da Associação dos Produtores Rurais da Fazenda do Povo é no valor de 80 mil reais e está dentro da modalidade doação simultânea que consiste na compra dos alimentos pelos governos, que em seguida são doados às entidades da rede socioassistencial.

O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) é uma das principais políticas de apoio e incentivo a agricultura familiar no Brasil. Por meio dessa iniciativa agricultores, cooperativas e associações vendem seus produtos para órgãos públicos.

Jennifer Bomfim
Prefeitura de Ipiaú/Dircom

Ipiaú representará o Território Médio de Rio de Contas na Feira Baiana da Agricultura Familiar

Duas entidades de Ipiaú estarão participando da 11ª Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária, evento organizado pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), que tem início neste sábado, 5, e prossegue até o dia 13, domingo, reunindo o maior número de produtos dos diferentes sistemas produtivos.

A Associação dos Produtores do Braço Pequeno e Associação dos Produtores de Cacau e Chocolate (APROC) irão representar o Território Médio de Rio de Contas pela segunda vez no evento que este ano, em decorrência da pandemia da Covid-19, acontece na versão virtual com 27 armazéns, um para cada Território de Identidade.

Os produtos foram transportados para Salvador na última terça-feira (01), e serão comercializados através da loja virtual no site www.feiradaagriculturafamiliar.com.br , que terá também lives com artistas da Bahia e o espaço Trilhas, que apresentará história, cultura e turismo de cada Território de Identidade.

A Associação dos Produtores do Braço Pequeno estará expondo a sua produção de biscoitos de cacau, amendoim e cebola, e cocadas de cacau. Já a Aproc estará apresentando amêndoas caramelizadas e desidratadas, chocolates cacau premium, gourmet e vegano.

Poleandro Silva, Secretário de Agricultura e Meio Ambiente de Ipiaú, disse que a Feira como meio de valorização da agricultura familiar e uma oportunidade para que associações se profissionalizem cada vez mais. visto que, o intercâmbio com produtores de diversos lugares também fomenta novos negócios.

José Américo Castro
Prefeitura de Ipiaú/ Dircom

ADAB e Ministério da Agricultura disparam alerta na Bahia contra sementes misteriosas

Algumas encomendas contendo sementes chegaram pelos Correios sem que o destinatário houvesse solicitado e as embalagens estão sendo tratadas como um mistério a ser desvendado em Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Goiás e Mato Grosso do Sul.

Para afastar os riscos que ainda são imensuráveis, a ADAB (Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia), autarquia responsável pela fiscalização do trânsito, armazenamento e comercialização de sementes, mudas e plantas, em parceria com a Superintendência Regional do MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) alerta ao público sobre a importância do não aproveitamento das embalagens misteriosas, que não devem ser abertas ou jogadas no lixo, mas encaminhadas imediatamente aos órgãos competentes para passar por perícia.

(mais…)

Volume de chuvas acima da média leva Bahia a safra recorde de milho

A Bahia tem previsão de produzir uma safra recorde de grãos em 2020. A estimativa é do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que divulgou nesta terça-feira (11) a atualização do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA).

O milho é o grande responsável por esse aumento. A tendência é que 1,8 milhão de toneladas sejam produzidas neste ano e isso representa um aumento de quase 32% em relação ao ano passado. Em julho, a estimativa para o estado é de uma produção de 9.534.331 toneladas de grãos neste ano, a maior da série histórica do acompanhamento de safra do IBGE, iniciado em 1972.

Analista de dados do IBGE, Mariana Viveiros explica que apesar de puxar a estimativa para cima, o milho não é o principal grão produzido pela Bahia, que tem na soja o seu artista principal. Municípios da região Oeste como Barreiras e Luís Eduardo Magalhães são os destaques nesse tipo de colheita.

(mais…)

Ipiaú marca presença inédita na Feira Baiana da Agricultura Familiar

Representando o Território do Médio Rio das Contas, a Associação dos Produtores Rurais da Região do Braço Pequeno, participou pela primeira vez da Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária. O evento, em sua 10ª edição, aconteceu no período de 23 de novembro a 1º de dezembro, no Parque de Exposições de Salvador, em paralelo à 28ª edição da Feira Internacional da Agropecuária (Fenagro).

A delegação ipiauense se destacou por apresentar produtos de boa qualidade que chamaram a atenção de atacadistas e demais compradores. O armazém do Médio Rio das Contas foi um dos mais visitados da feira. A Prefeitura Municipal de Ipiaú, através da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, garantiu apoio logístico aos agricultores e vem estimulando os mesmo a expandirem seus negócios.

Poleandro Silva, Secretário Municipal da Agricultura e Meio Ambiente, lembra que dentre outras experiencias exitosas, neste contexto, está a Feira Municipal de Agricultura Familiar, realizada a cada quarta-feira, na Praça Alberto Pinto, em frente ao prédio da Câmara de Vereadores. A presidente da Associação do Braço Pequeno, elogiou o evento em Salvador e disse que vai procurar estruturar a entidade para que no próximo ano um maior numero de associados esteja presente na feira.

“Em um ambiente agradável, com dezenas de armazéns destinados à exposição do que é produzido pelas associações e cooperativas da agricultura familiar, o pessoal de Ipiaú não poderá faltar. O ano que vem estaremos lá novamente”, assegurou. ( José Américo Castro/Dircom Prefeitura de Ipiaú).

Cientistas de quatro instituições obtêm molécula que pode agir contra a vassoura-de-bruxa

 

 

Da Unicamp em Campinas-SP., para a redação do IPIAÚ ONLINE. Reprodução e difusão no interesse popular.

O desenvolvimento de uma molécula fungicida contra a vassoura-de-bruxa reuniu, sob a coordenação do professor Gonçalo Amarante Guimarães Pereira, uma equipe interdisciplinar de cientistas dos Institutos de Biologia (IB) e Química (IQ) da Unicamp, do Centro de Energia Nuclear na Agricultura da USP, do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM) e da Universidade de Warwick, do Reino Unido.

O trabalho, parte da tese “Desenvolvimento direcionado de inibidores da enzima mitocondrial Oxidase Alternativa (AOX) com ação antifúngica contra Moniliophthora perniciosa, fungo causador da vassoura-de-bruxa do cacaueiro”, de Mario Ramos de Oliveira Barsottini, é considerado um marco no conceito e consolidação de uma equipe de cientistas brasileiros com know-how para produzir e avaliar novos químicos de interesse comercial. Os resultados, publicados na revista Pest Management Science, em outubro de 2018, prometem uma nova fase para a cacauicultura nacional.

(mais…)

Ipiaú: Secretário de Agricultura participa de reunião estratégica para discutir prevenção de danos ambientais na barragem de rejeitos da Mirabela

O Secretário de Agricultura e Meio Ambiente de Ipiaú, Elvidio Júnior (Bino), participou nesta quinta-feira (31), no auditório do Hotel Ecoporan, em Itacaré, da reunião estratégica que deu prosseguimento à discussão de como prevenir danos ambientais e humanos causados por eventuais problemas na barragem de rejeitos da Mina da Mirabela, no município de Itagibá.
Dentre os encaminhamentos aprovados no encontro, constam o processo de normatização e fortalecimento do Conselho Deliberativo e Consultivo de Gestão e Acompanhamento da Barragem de Rejeitos de Mirabela; a contratação de uma equipe técnica de confiança para fazer uma auditoria independente na área da barragem, além da verificação das condicionantes que constam do processo licitatório de implantação da empresa.
Os ambientalistas querem saber quais das condicionantes estão sendo cumpridas pela Mirabela e quais a empresa deixou de cumprir.

LICENCIAMENTO AMBIENTAL

Em conversa com a Promotora Pública do Meio Ambiente, Aline Valéria Salvador, o Secretário Elvidio Junior, obteve mais informações a respeito de licenciamento ambiental, que é um instrumento utilizado com o objetivo de exercer controle prévio e de realizar o acompanhamento de atividades que utilizem recursos naturais, que sejam poluidoras ou que possam causar degradação do meio ambiente. Este instrumento, é um processo administrativo que resulta, ou não, na emissão de uma licença ambiental.
O secretário também dialogou com o presidente do Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Litoral Sul (CDS-LS) e prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, ao qual levou a mensagem da Prefeita Maria das Graças pelo fortalecimento dos município em defesa de um meio ambiente ecologicamente sadio e, com o Secretário do Desenvolvido Econômico do município de Uruçuca, Águido Muniz que também é militante da luta ambientalista.

José Américo Castro / Dircom Prefeitura de Ipiaú

Ipiaú ganhará um posto avançado da biofábrica de cacau

Na manhã desta última quarta-feira (23), o Diretor do Instituto Biofábrica do Cacau, Engenheiro Agrônomo Lanns Almeida, esteve reunido com produtores rurais, empresários, ambientalistas e lideranças políticas de Ipiaú e região para apresentar a proposta de implantação de postos avançados da Biofábrica nos municípios do Território do Médio Rio das Contas.

O evento, na sede do Sindicato Rural, foi promovido pela APROC e TIMRC e contou com o apoio da Prefeitura Municipal, através da Secretária de Agricultura e Meio Ambiente (SEMA) que tem dado sua contribuição aos processos de soerguimento da cacauicultura e recomposição de áreas degradas da Mata Atlântica.

Lanns Almeida disse que, o Instituto Biofábrica de Cacau tem como missão produzir, multiplicar e distribuir aos agricultores materiais genéticos de mudas de alto valor agronômico, sendo que o seu laboratório de micropropagação vegetal foi planejado com base nos mais refinados conceitos da biotecnologia moderna, com capacidade para produzir 5 milhões de mudas de espécies frutíferas ao ano, pela técnica do cultivo in vitro.

A Unidade de Produção de mudas da Biofábrica tem uma área total de 63 hec. possui 20 vinte viveiros de mudas sendo a maior área de viveiros em campo aberto do mundo. Os postos avançados a serem implantados nos territórios de identidade receberão parte dessa produção que ficará disponível aos agricultores e servirá para reflorestamentos e arborização urbana.

O posto de Ipiaú funcionará no Parque de Exposições José Thiara, onde as mudas de cacau clonado, arvores frutíferas e essenciais florestais nativas da Mata Atlântica serão vendidas a preços módicos. Agricultores familiares das associações de Córrego de Pedras, Sapucaia, Fazenda do Povo, Bom Sem farinha e Braço Pequeno, dentre outras, participaram da reunião no Sindicato Rural e consideraram muito oportuna a instalação do Posto Avançado da Biofábrica no município.

José Américo Castro / Dircom Prefeitura