Brasil: Troca de tiros com a polícia deixa 25 suspeitos de mega assaltos mortos

Uma violenta troca de tiros, na madrugada deste domingo (31), na área rural de Varginha, no sul de Minas Gerais, deixou 25 mortos. Todos eram suspeitos de integrar uma quadrilha responsável por mega-assaltos a agências bancárias, crime conhecido como novo cangaço.

A informação foi confirmada pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) por meio de nota do Ministério da Justiça e Segurança Pública. A operação contou com o apoio do BOPE (Batalhão de Operações Especiais), uma divisão da PM (Polícia Militar) de Minas Gerais.

Os criminosos foram flagrados em duas chácaras da região. Todos, segundo a PRF, foram socorridos após a troca de tiros, porém, não resistiram.

Os bandidos estavam fortemente armados. Pelo menos 10 fuzis foram apreendidos, “além de outras armas, munições, granadas, coletes, miguelitos (sendo levantando neste momento o arsenal) e 10 veículos roubados”, de acordo com a polícia.

Não houve policiais feridos na ação.

 

Leia nota da Secretaria de Segurança Pública de Minas Gerais:

Ministério da Justiça e Segurança Pública
Polícia Rodoviária Federal

Ocorrência em atendimento.

Ocorrência em andamento em Varginha/MG através de levantando iniciado pela PRF.

Operação conjunta com o BOPE/MG.

Grande confronto com bando de criminosos do “novo cangaço”.

Na primeira abordagem os criminosos que atacaram os policiais os PRFs e PMs e vieram a óbito totalizando 18 mortes, recuperado 10 fuzis, além de outras armas, munições, granadas, coletes, miguelitos (sendo levantando neste momento o arsenal) e 10 veículos roubados.

Em uma segunda chácara foi encontrado outra parte da quadrilha e neste local após intenso troca de tiros 7 criminosos vieram a óbito, sendo recuperado 03 armas longas ponto 50 e muitos explosivos.

Foi prestado socorro aos 25 criminosos, porém, vieram a óbito.