Bolsonarista baiano rasga intimação judicial por organizar ato no Farol da Barra

Fotos: Henrique Brinco / Bnews

O bolsonarista Leandro de Jesus rasgou uma intimação judicial que recebeu por fazer parte da organização do ato governista no Farol da Barra, neste 7 de Setembro. “Vai para a lata do lixo, vociferou o ativista baiano.

O advogado foi o responsável por levar um dos trios elétricos para a região. O veículo está envelopado com a foto do presidente Jair Bolsonaro e do ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos).

Questionado pelo BNews na chegada do evento, ele negou que o protesto seja golpista. “Falar em golpe ou mobilização golpista é uma verdadeira desinformação. O que estamos defendendo aqui é a democracia e as nossas liberdades”, rebateu.

Leandro foi candidato a vereador em 2020, mas acabou não se elegendo. Em setembro do ano passado, ele depredou um dos outdoors da campanha “A morte não pode governar o Brasil”, localizado no bairro do Dique do Tororó, em Salvador. Na peça publicitária, o presidente Jair Bolsonaro é apresentado culpado pelas mortes provocadas pela Covid-19 no país.

Bnews