Bebê nasce sem rosto e parte do crânio e pais denunciam negligência médica

Um bebê nasceu sem olhos, nariz e parte do crânio, na cidade de Steúbal, em Portugal, e o caso está repercutindo no mundo inteiro por conta da negligência médica. A criança está com pouco mais de dez dias de vida, apesar do prognóstico inicial ter dado apenas algumas horas de vida ao menino, que se chama Rodrigo.

Os pais do bebê acusam o obstetra, Artur Carvalho, que acompanhou a gestação de não os informar de qualquer malformação. Eles relatam que só foram avisados da possibilidade quando realizaram uma ecografia 5D em outra clínica, mas questionaram o médico que os acompanhava e ele disse que estava tudo bem com a criança.

Mas após o parto, os pais descobriram que a criança nasceu com o rosto e parte do crânio mal formados.

Conforme o Correio da Manhã, os pais apresentaram queixa no Ministério Público de Portugal contra o médico e o Hospital de São Bernardo abriu um inquérito para apurar o caso. O obstetra já tinha sido investigado pelo MP por um processo de malformações em 2011, e o caso foi arquivado na época, e tem quatro processos em instrução no conselho disciplinar da Ordem.

Portal Holanda