Bahia: Secretário de Segurança Pública e chefe de gabinete pedem exoneração

Alvo de buscas das duas novas fases da Operação Faroeste, Maurício Barbosa não é mais secretário de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA).

O pedido de exoneração do cargo está publicado na edição de hoje (15) do Diário Oficial do Estado. A chefe de Gabinete da SSP-BA, a delegada Gabriela Caldas, também está exonerada.

A Secretaria passa a ser comandada pelo número 2 da Pasta, Ary Pereira de Oliveira, conforme decretos assinados pelo governador Rui Costa.

Maurício Barbosa foi o mais longevo secretário de Segurança Pública da Bahia. Estava no cargo desde o segundo governo de Jaques Wagner. O policial federal assumiu a SSP em 2011 e foi mantido na Pasta pelo governador baiano desde janeiro de 2015, Rui Costa.

A suspeita sobre Maurício Barbosa é de que ele tenha se envolvido em um esquema de venda de sentenças por juízes e desembargadores do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), intercedendo para ajudar um quase cônsul. A defesa do agora ex-secretário diz confiar na justiça e que ele provará sua inocência.

O Ministério Público Federal chegou a pedir a prisão de Barbosa, mas o ministro Og Fernandes, do STJ, não viu materialidade que justificasse a prisão e determinou o afastamento do delegado de Polícia Federal do cargo no governo baiano pelo prazo de um ano.