Bahia: PMs que extorquiam das vítimas até R$ 200 mil mediante sequestro são presos

Policiais militares investigados por extorsão mediante sequestro foram presos nos municípios baianos de Seabra e Serrinha, na manhã desta sexta-feira (26), durante a Operação Vindicta. A Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) não informou quantos militares foram presos.

Na casa de um deles, em Seabra  foram localizados, arma, porções de maconha,  pinos de cocaína, cartões de crédito e munições. Ele também foi autuado em flagrante por tráfico de drogas. Aparelhos eletrônicos foram apreendidos para ajudar nas investigações.

Eles fazem parte de uma quadrilha envolvida em extorsão mediante sequestro que atua em Salvador e Interior do estado. Estamos tentando localizar outros alvos em Salvador”, explicou o Coordenador de Repressão à Extorsão Mediante Sequestro, delegado Adailton Adan.

A quadrilha extorquiu  de uma das vítimas a quantia de R$ 200 mil e a mantinha em um cativeiro. “O cativeiro funcionava nas proximidades da própria residência de um dos PMs presos”, explicou o delegado Thomas Galdino.

A ação policial foi deflagrada pela Coordenação de Repressão à Extorsão Mediante Sequestro do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), 13ª Coordenadoria Regional de Polícia de Interior (Coorpin/Seabra) e a Corregedoria da Polícia Militar.  Também participa da operação a Coordenação de Operações Especiais da Polícia Civil (COE) e da 16ª Coorpin de Serrinha.

Bnews