Bahia em lockdown: confira o que pode e o que não pode

O governador da Bahia, Rui Costa, e o prefeito de Salvador, Bruno Reis, anunciaram nesta quinta-feira (25) que todo o estado da Bahia passará por um ‘lockdown’.

A medida estará em vigor entre sexta (26) e segunda (1º). O decreto que vai determinar as novas restrições ainda não foi publicado, mas algumas informações foram passadas por Rui e Bruno em entrevista coletiva.

Confira:

O que pode funcionar:
Estarão abertos apenas estabelecimentos que vendam itens considerados essenciais, como remédios e alimentos (farmácia, padaria, mercado etc).

Os deliverys também funcionarão até 0h, mas caberá ao dono oferecer transporte aos funcionários que ficarem além do horário do transporte público. A única restrição será a venda de bebidas alcóolicas, que estará proibida em todo e qualquer estabelecimento. Mercados deverão isolar com fitas as prateleiras de bebidas e não poderão realizar a venda.

O que não pode funcionar
Qualquer serviço não-essencial será fechado a partir de sexta. Comércio de rua será fechado às 17, seguido por bares e restaurantes que fecharão as portas 18h. Já os shoppings e centros comerciais encerrarrão 20h. Eles só reabrirão na segunda-feira (1º).

O que não pode fazer
Práticas esportivas coletivas também estarão proibidas, assim como qualquer festa. Estão proibidas aglomerações de qualquer natureza. O decreto do toque de recolher, que iniciou na semana passada, continua valendo.

O decreto atual do toque de recolher, em vigor desde domingo, continua valendo no que não for alterado pelo que será publicado. Ele determina a restrição da locomoção de pessoas, sendo vedada permanência e trânsito em vias, equipamentos, locais e praças públicas, a partir das 20h.

Vacinação:
As vacinas serão aplicadas normalmente durante o final de semana, em todos os drive-thru e postos disponíveis para os grupos que estão sendo imunizados. O prefeito Bruno Reis destacou que se trata de um serviço essencial e por isso ele seguirá. A imunização hoje está vacinando idosos acima de 83 anos. Na sexta-feira (26) será a vez dos idosos com idade igual ou acima de 82 anos. Continua também a vacinação de trabalhadores de saúde.Todos esses grupos podem se vacinar neste fim de semana.

Correio