Após MG congelar ICMS sobre diesel, Sandro Régis diz que Rui “nada tem feito para dar sua parcela de contribuição”

O deputado estadual Sandro Régis (Democratas/ União Brasil), líder da Oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), afirmou nesta segunda-feira (25) que o governo do estado “nada tem feito para dar sua parcela de contribuição” para a redução do preço dos combustíveis.

A declaração foi dada após o governo de Minas Gerais anunciar o congelamento do ICMS sobre o diesel no estado. “Estamos vendo diversos estados adotarem medidas para conter a alta dos combustíveis. Agora foi a vez de Minas Gerais, que decidiu congelar o ICMS sobre o diesel devido ao aumento do preço. Aqui na Bahia, o governo do PT nada tem feito para dar sua parcela de contribuição para beneficiar a população, que sofre com o aumento do valor na hora de abastecer”, disse.

Régis recordou que o governo tem visto a arrecadação com o ICMS subir com a alta dos preços dos combustíveis. “É óbvio que uma medida para amenizar essa situação poderia ser adotada pelo Executivo estadual, mas o governador (Rui Costa) prefere ficar culpando outros entes. Enquanto outros estados já mostraram que é possível, aqui o governo do PT optou por adotar discurso demagógico e de transferência de responsabilidade”, disse.