Após corrente no ‘zap’, hospital baiano nega caso de coronavírus

O Hospital Aliança desmentiu os rumores de que possuía um paciente com coronavírus. O boato surgiu por meio de uma corrente de WhatsApp nesta quinta-feira (13), e foi tratado como “Fake News” pela administração da unidade.

“São as Fake News mais nefastas aquelas que são relacionadas à saúde porque difundem práticas e terapêuticas que não tem qualquer comprovação científica”, disse o superintendente médico do Hospital Aliança, o médico hepatologista Dr. Raymundo Paraná.

Apesar da negativa, o Aliança afirmou que está preparado para atender qualquer caso suspeito ou confirmado do novo vírus: “Nós já tomamos todos os cuidados que estão sendo orientados pelo Ministério da Saúde. Elaboramos fluxos de atendimento, revisão de todos as orientações do Ministério da Saúde quanto à realização de exames e quanto ao tratamento assim como a notificação compulsória, além da realização de reuniões com todos os nossos colaboradores”, informou a supervisora médica da Emergência Adulto do Hospital, Dra. Ana Almira Carneiro.

BN