Após acusações de assédio, rádios de três países vetam músicas de Michael Jackson

Após virem à tona novas acusações de abuso sexual que teriam sido praticados por Michael Jackson, o astro pop teve suas músicas vetadas em rádios da Austrália, Canadá e Nova Zelândia.De acordo com informações do G1, o grupo de rádio Nova Entertainment, de Sydney, foi o último a decidir, nesta quinta-feira (7), boicotar o artista. “Dado o que está acontecendo no momento, SmoothFM não transmitirá mais nenhuma música de Michael Jackson”, disse Paul Jackson, diretor de programação do grupo.

Na Nova Zelândia, os dois principais grupos de rádios, MediaWorks e NZME, já estão vetando as canções do artista.A decisão pelo boicote se dá após o lançamento do documentário “Leaving Neverland”, no qual dois homens afirmam que foram abusados sexualmente por Michael Jackson quando eram crianças.

Após denúncias de assédio, estátua de Michael Jackson é retirada de Museu na Inglaterra

Após recaírem sobre Michael Jackson novas denúncias de assédio sexual, uma estátua do astro pop foi retirada do Museu Nacional do Futebol, em Manchester, na Inglaterra.

“O Museu Nacional do Futebol fez uma série de mudanças em suas exposições e nos objetos expostos nos últimos meses. Como parte de nossos planos para representar melhor as histórias que queremos contar, tomamos a decisão de remover a estátua de Michael Jackson da exibição”, disse um porta-voz do museu, em comunicado oficial.

De acordo com informações do G1, a remoção da obra se deu por causa de declarações de Wade Robson e James Safechuck, no documentário “Leaving Neverland”. No filme, que foi ao ar no Reino Unido nesta quarta-feira (6), eles afirmam terem sido abusados pelo cantor durante a infância. Ainda segundo a publicação, a família do artista negou as acusações e disse que a produção tem provocado um “linchamento público”.