Após 9h de júri, acusado de matar mulher em Formosa do Rio Preto é condenado a 11 anos

O homem acusado de matar Wilma Silva Miranda em Formosa do Rio Preto, na Bahia, com golpes de faca em novembro de 2020, foi condenado nesta sexta-feira (22) a onze anos de prisão durante sessão do Tribunal do Júri realizada no município.

Segundo a sentença assinada pelo juiz Joel Firmini do Nascimento Júnior, David Ricardo foi condenado por homicídio qualificado. As informações são do Potal Cerrado.

Ele terá de cumprir pena em regime inicial fechado. Após a sessão do júri, David foi reconduzido ao Conjunto Penal em Barreiras onde já estava custodiado.

Bahia Notícias