Filho adotivo de Cid Moreira diz que o pai o deserdou após assumir relacionamento

O filho adotivo do jornalista Cid Moreira, Roger Moreira, revelou ter sido deserdado após assumir um relacionamento. Ele afirmou ter recebido um e-mail que o comunicava sobre a retirada de seu nome do testamento do ex-apresentador.

“Não dá para adotar uma pessoa e depois decidir que não quer mais, isso gera um trauma. Eu passei um bom tempo da minha vida precisando de medicamentos para me estabilizar e ressurgir depois do baque”, contou.

Roger foi adotado em 1991, quando tinha 14 anos. “Com 28 anos, conheci uma pessoa que foi o meu primeiro amor. Comuniquei querer viver minha vida e fazer coisas que eu não acostumava fazer. Minha vida era de dedicação 24 horas ao Cid. A partir daí, as coisas começaram a mudar.”

O filho de Cid relatou que, no e-mail, o jornalista afirmou que adotá-lo foi “um engano”. “Para mim ele sempre foi um ídolo, sempre tive muita admiração. Agora estou processando ele por causa de toda essa história”, revelou ainda.

Bnews