Bolsonaro diz não querer repetir com vacina escândalos com verba para respirador

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse neste domingo (25) que não tem pressa para conseguir a vacina contra Covid-19 por não querer repetir com o imunizante os mesmos escândalos que ocorreram com recursos destinados à compra de respiradores.

“Já tivemos alguns escândalos com a verba para respirador. Não podemos ter escândalo com a vacina. Nós estamos atrás da vacina brasileira, com muita tranquilidade e responsabilidade.”, disse o presidente

Não é de uma hora para a outra, ‘ah, tal dia vai ter a vacinação'”, disse a funcionários de uma peixaria que visitou na feira permanente do Cruzeiro, no Distrito Federal, uma das paradas que fez em seu passeio de moto ao lado dos ministros da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos, e da Casa Civil, Walter Braga Neto. (mais…)


Explosão em refinaria de drogas deixa 2 mortos na Grande SP

Uma explosão em uma suposta refinaria de drogas deixou dois mortos e três feridos em Mairiporã (Grande São Paulo), na tarde deste sábado (24).

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, uma equipe da Polícia Militar foi acionada para atender ocorrência de incêndio em um imóvel. Durante o trajeto, encontrou um veículo ocupado por quatro homens com queimaduras pelo corpo.

Os quatro foram levados ao Hospital de Mairiporã, sendo que dois deles morreram por conta dos ferimentos. (mais…)

Bahia registra 691 novos casos e 22 óbitos por coronavírus nas últimas 24 horas

Nas últimas 24 horas, a Bahia registrou 691 novos casos de Covid-19, com uma taxa de crescimento de +0,2%, e 22 óbitos pela doença, segundo dados divulgados hoje (25) pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab).

Dos 344.705 casos confirmados desde o início da pandemia, 330.540 já são considerados recuperados e 6.690 encontram-se ativos. O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 7.475.

Os casos confirmados de coronavírus ocorreram em todos os 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador, com 26,41%. Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia (8.209,25), Almadina (6.570,28), Itabuna (6.462,72), Madre de Deus (6.367,04), Apuarema (6.030,01). A Sesab destaca que os 22 óbitos contabilizados desde o último boletim, de ontem (24), ocorreram em diversas datas. De acordo com a pasta, a existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação.

Metro 1

Bolsonaro defende vacina obrigatória apenas para cachorro

Em meio a uma guerra política em torno das vacinas contra a Covid-19, o presidente Jair Bolsonaro defendeu neste sábado (24), em tom de piada, que a obrigatoriedade da vacinação só pode ser aplicada a cachorro.

“Vacina obrigatória só aqui no Faísca”, publicou, junto com uma foto ao lado do seu cachorro no Palácio do Alvorada.

A declaração representa um novo ataque do presidente à obrigatoriedade da vacinação, tema que pode ser levado à Justiça.

(mais…)

Dois caminhões e cargas roubadas são encontrados sob lonas, em estrada no sudoeste da Bahia

Dois caminhões que haviam sido roubados e mais uma terceira carga, de peças de panelas de pressão, foram recuperados na sexta-feira (23). Os veículos estavam escondidos sob lonas, em uma fazenda na zona rural de Encruzilhada, sudoeste da Bahia.

De acordo com informações da Polícia Civil, um dos veículos era um caminhão carregado de peças de ventiladores industriais, roubado na última terça-feira (20), na BR-251. O outro, um caminhão carregado com gesso, foi roubado na mesma rodovia, em data não informada. Também foi recuperada uma carga de peças de panela de pressão.

(mais…)

Eleições municipais 2020: Você sabe quem de fato manda numa prefeitura?

A esta altura do campeonato (a 3 semanas das Eleições) você já deve ter ouvido milhares de promessas de diversos políticos desesperados num fim de feira, sejam eles, candidatos a prefeito ou a vereador.

Daí, você para, pensa e relembra das experiências eleitorais passadas fracassadas… é pois quando, neste momento, sempre volta aquela velha pergunta: – Por que os eleitos, nunca conseguem cumprir o que prometem, por mais próximo, honesto e sincero que pareça ser, o seu candidato?

A verdade é uma só: – Quem manda de fato no executivo é o ORÇAMENTO PÚBLICO e não o falastrão, malabarista, ludibriante, animador de circo chefe do executivo da vez!

Ou pelo menos, deveria! Senão, vejamos o caso do governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), que acabou de ser afastado do cargo e agora poderá perder o mandato, por ter concedido aumento ao funcionalismo do executivo, igual ao índice de reajuste dado aos funcionários do legislativo, sem a devida autorização da assembleia estadual.

(mais…)

Por que nós que produzimos cacau compramos chocolate tão caro?

Jornalista e músico feirense, Renato Araújo questiona, em artigo para o IPIAÚ ONLINE, o valor de uma barra de chocolate importada em comparação com o mesmo produto fabricado no Brasil e lembra que a matéria prima, que sai da região de Ipiaú, é vendida para o consumidor estrangeiro mais barata do que para nós que produzimos. Confira.

Outro dia eu aproveitei uma promoção de um supermercado local e comprei chocolate importado da Itália por um preço mais em conta que o nacional. Além de mais saborosa (havia nitidamente mais chocolate que no chocolate nacional), a barra importada pesava 130g contra as 90 das barras nacionais.

Há de se dizer que, com o salário mínimo italiano, ainda que o país não seja um produtor de cacau, compra-se quatro vezes mais chocolate que com o nosso. E se levarmos em consideração o tamanho da barra, esta vantagem sobe para seis vezes mais. O caso do chocolate é exemplar.

Nossas barras outrora já tiveram também 130g. Aliás, continuam tendo nas versões que exportamos. Passaram para 110g e hoje estão em 90g. Não me assustaria se diminuíssem ainda mais. Não se trata de simples ganãncia do produtor. Nenhum fabricante sério de qualquer coisa que seja quer ver seu produto prejudicado no mercado. Trata-se do simples fato do aumento de impostos. Para manter o mesmo preço de gôndola, com maiores impostos, o fabricante diminui o tamanho do produto. Assim, no caso do chocolate nacional, você paga por 130g, come 90 e generosamente doa 40g para o estado. Simples assim.

Há de se considerar também o famoso “custo Brasil”. O custo Brasil é aquele valor que as fábricas pagam a seguradoras para serem indenizadas quando aquele caminhão vira e a carga é saqueada. É claro que é você quem paga a conta já que este valor entra no cálculo do custo final do produto.
O Brasil é o país dos custos e dos impostos.

Se isto ainda se revertesse em bom uso dos impostos, nem haveria do que reclamar. Porém, a corrupção, funcionalismo público agigantado, altos salários e mordomias sugam tudo. E é assim que, muitas vezes, encontramos um produto nacional sendo vendido muito mais barato no exterior. Quem importa seu produto fica livre do custo Brasil e da extorsão dos altos impostos. E então, espertamente, safos que somos, culpamos os empresários que afirmamos serem gananciosos, que poderiam vender aqui baratinho o que vendem lá fora. O estado, como sempre, agradece.

Outra questão é a de que temos um dos maiores polos de produção e exportação de cacau do mundo, na região sul e sudeste do estado da Bahia, notadamente na cidade de Ipiaú, que fornece para as indústrias brasileiras e do exterior e, ainda assim, a região experimenta, já há algumas décadas, uma profunda decadência. Sendo o chocolate um dos produtos mais consumidos do mundo, é estranho que tantos impostos sobre o produto não se transformem em riqueza para a região, que, já faz algum tempo, experimenta um enorme descaso por parte do estado em todas as suas esferas.

 

 

 

 

 

Renato Jorge Araujo é jornalista e músico em Feira de Santana