Surto de malária em Wenceslau teria sido provocado por infecção de morador que estava no Pará

Representantes da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia participaram na última sexta-feira (9), da sessão da Câmara Municipal de Wenceslau Guimarães, para apresentar resultados do combate ao surto de Malária detectado no município.

Segundo o representante da Sesab, Renato Freitas Araújo e Amanda Muriel Lima, coordenadora da Vigllância Epidemiológica, a contaminação da doença na cidade ocorreu em decorrência de um morador que estava no Pará ter sido contaminado. A Malária é uma doença infecciosa febril aguda, causada por protozoários (Plasmodium spp) transmitidos, principalmente, pela fêmea infectada de mosquitos do gênero Anopheles, espécie darlingi, albitarsis (mais comum no Brasil);

Apresenta cura se for tratada em tempo oportuno e adequadamente; Nas formas graves da malária, o óbito é frequente; A maioria dos casos de malária concentra-se na região Amazônica (Acre, Amapá, Amazonas, parte do Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins) – área endêmica para a doença; Nas demais regiões, apesar notificações esporádicas, a doença não pode ser negligenciada, pois a letalidade chega a ser 100 vezes maior que na região endêmica.

Marcos Cangussu