Queimaduras: médico explica sobre os riscos de usar manteiga e borra de café nos ferimentos

O início dos festejos juninos, principalmente em ano de Copa do Mundo, traz à tona um importante alerta de saúde: cuidados com queimaduras. Quando ocorre um acidente, surgem diversos “tratamentos” conhecidos popularmente, com o uso de produtos caseiros. As indicações vão desde manteiga e borra de café até pasta de dente.

No entanto, a sabedoria popular é totalmente contraindicada nesses casos.  O cirurgião plástico Marcos Barroso, coordenador do Centro de Tratamento de Queimados do Hospital Geral do Estado (HGE), contou que já presenciou até mesmo o uso de tinta azul em queimaduras. O profissional alertou que o uso desses produtos apenas piora as lesões.

“O grande problema desse tipo de tratamento é a infecção que isso pode causar. Essas substâncias, na maioria das vezes, aumentam a lesão da queimadura. Para tirar esse tipo de substância, o paciente ainda tem que se submeter a um procedimento cirúrgico, porque adere muito ao tecido”, explicou. De acordo com dados da Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab), o HGE registra um aumento de cerca de 15% no período.

Em 2017, foram 24 atendimentos por queimaduras por fogos e 29 por explosão de bomba, entre os dias 23 e 25 de junho. Barroso pontuou que queimaduras por fogos de artifício são, geralmente, superficiais – com exceção de explosões por bomba, que levam a amputações. Ainda assim, o atendimento médico é sempre necessário.

“A primeira coisa é cessar o agente causador da queimadura, lavar com água corrente e procurar assistência médica sempre”, orientou. Outro importante lembrete é nunca estourar possíveis bolhas, já que essa prática também favorece infecções. E a água usada deve ser em temperatura ambiente, jamais gelada. “É totalmente contraindicada a colocação de gelo ou uso de água gelada. Quando você coloca gelo no local, ocorre uma vasoconstrição. O vaso vai fechar mais, diminuir a irrigação sanguínea e piorar a lesão”, explicou o médico.

Para além dos primeiros socorros, o importante mesmo é garantir todos os cuidados possíveis para evitar lesões por queimaduras durante as festas juninas e todo o restante do ano.

BN