Perfil do eleitor brasileiro impõe desafios para os candidatos

 

No Brasil, o perfil do eleitor é claro: a maior parte tem entre 45 e 59 anos, baixa escolaridade, mora no Sudeste e é mulher.

Além dos desafios das coligações, dos problemas com vice e até da preocupação com tempo de rádio e tevê, os pré-candidatos da República têm que se preocupar em conquistar esse público.

Eles têm que traçar estratégias e entender os próprios desafios para tentar ir, ao menos, para o segundo turno.

Segundo levantamento feito pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), divulgado ontem, 147,3 milhões de brasileiros estão aptos a votar em outubro — um aumento de 3% em relação a 2014. A maior parcela (24,26%) tem acima de 45 anos, enquanto os adolescentes entre 16 e 17 anos representam apenas 0,95% do total, o que significa uma queda de 14,53% em relação às últimas eleições gerais. Enquanto isso, há um crescimento de 11,12% nos que têm acima de 70 anos.

Site: em.com