Jequié: Será responsabilizado pelo crime o pai da criança que matou o amigo com um tiro acidental no Km 3

Moabe Macedo Delegado Territorial de Jequié, investigou que o pai de uma das crianças está em São Paulo e solicitou ao filho que fosse dar água ao cachorro todos os dias, as crianças reviraram o guarda roupas e acharam a espingarda enrolada em um pano onde os  levou a brincar com a arma, em seguida, foi quando a arma disparou alvejando a cabeça da criança de 10 anos que morreu na hora.

Fora identificado que “O dono da arma é pai da criança que puxou o gatilho, o mesmo será responsabilizado por que ele tinha ciência na qual havia uma arma carregada dentro de casa e consequentemente pediu para o filho dar água ao cachorro, o pai do menor será indiciado pelos crimes de posse ilegal de arma de fogo e omissão de cautela, a pena pode durar até 4 anos de cadeia,” segundo Dr. Moabe. Fora comprovado que o tiro foi acidental cabendo a justiça impor as medidas socioeducativas. Confira o  caso abaixo:

Um menino de 10 anos por nome de Kainan Lino Oliveira, morreu vítima de um tiro acidental enquanto brincava com outros colegas, quando uma das crianças pegou uma espingarda tipo chumbeira e disparou contra o menino, onde o mesmo não resistiu ao ferimento e acabou morrendo no local. O acidente ocorreu no Km3, na Rua Bolívar Reis por volta das 13h30min da tarde deste sábado (2) em Jequié.

Seus genitores Jurandi dos Santos Oliveira e Sirleide Lino dos Santos imediatamente acionaram os primeiros socorros legais, conduzindo o garoto para o Instituto Médico Legal de Jequié. O fato causou comoção entre os moradores do bairro. A Polícia Civil investigará como a criança teve acesso a arma que provocou a morte de Kainan.

Ipiaú Online