Ipiaú: Gazo Brandão comenta sobre cobranças da COELBA e EMBASA; “é o cumulo do absurdo”

Resultado de imagem para gazo brandão ipiaúNa manhã desta quarta-feira (14) a equipe de reportagem do IPIAÚ ON LINE entrevistou o ex vereador da cidade de Ipiaú, Jaldo Coutinho Brandão (Gazo Brandão). Na pauta tratou sobre diversos assuntos a exemplo de cobranças da Coelba, Embasa, política e sobre a falta que a mineradora Mirabela faz para o município e região.

O ex vereador começou falando sobre os autos custos que a empresa antes estatal e hoje privada (Coelba) tem cobrado para a população ipiauense. De acordo com a fala de Brandão a Coelba vem extorquindo a população Ipiauense com tais cobranças. Destacou como exemplo os meses de junho e dezembro quando, conforme disse, tem sido majorados de uma forma assustadora.“ Acho que estes valores tão altos consistem nas despesas de responsabilidade da empresa, uma vez que nesses meses são pagos décimo terceiros e férias dos funcionários e a população é quem paga esta conta”, disse o político.

Gazo ainda apontou que em tempos de mandato quando vereador apresentou projetos que consistia nas cobranças de taxas pela implantação de postes que deveriam serem repassados para o executivo municipal, uma vez que a empresa COELBA usa o solo do município para passar suas redes elétricas não concedendo nenhum benefício gratuito ou de isenção ao município ou a população. Projeto este que foi rejeitado pela Câmara Municipal da época, rejeição que o político suspeita de perseguição partidária uma vez que tal benefício iria consistir no crescimento da carreira política do na época edil.

O ex vereador aproveitou a ocasião para denunciar a estatal Embasa também pelo crime de extorsão, uma vez que a mesma vem apresentando contas absurdas e abusivas para a comunidade, obrigando o povo a pagar por muitos litros as vezes não consumidos, tendo em vista que em algumas residências a estatal já estipulou quantidade limite e valor fixo de mesmo custo mesmo não tendo o cliente consumido tal limite. O político ainda parabenizou a atitude da Câmara atual que aprovou um projeto que consiste a isenção de taxa de cobrança de religação e a redução de esgoto, mais que não tem valor algum, uma vez que a empresa é pertencente ao estado. Isso porque segundo a legislação a câmara de vereadores não tem autonomia de aprovar leis que ferem as leis estaduais ou federais. “A taxa de religação cobrada pela Embasa é um tapa na cara da sociedade, é o cumulo do absurdo” protestou

Gazo Brandão ainda falou sobre a situação de momento vivida pelo município e região sem a empresa de mineração Mirabela, para o mesmo o impasse consiste não somente no tropeço de muitos comerciantes que lucravam com a empresa, mais também com a falta de emprego em nossa região “o país está em crise mais se a Mirabela estivesse ainda com seus trabalhos em nossa região Ipiaú e região não era tão atingida com este impasse” disse

Sobre política Jaldo Coutinho Brandão disse está torcendo para que a região acerte em seus candidatos, uma vez que o país está passando por algumas situações e nomes dos verdadeiros mentores e idealizadores de tais absurdos estão sendo citados a todo momento na mídia brasileira. O mesmo ainda destacou que de acordo com o REDE partido do qual o mesmo faz parte insiste na ideia do mesmo se lançar a deputado estadual. Brandão se mostra feliz com a ideia, apontando para o repórter alguns projetos que tem em mente para o município de Ipiaú caso se eleja. Dentro estes está o projeto de criação de indústrias através do governo do estado em que daria emprego a população e geraria impostos para o município.

Ipiaú on Line