Ipiaú e muitos outros municípios estão em situação de risco ou alerta para dengue, zika e chikungunya

Conforme um novo Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) divulgado neste mês de junho de 2018, aponta que Ipiaú está em situação de risco de surto de dengue, zika e chikungunya.

Além de Ipiaú, outros municípios como Ibirataia, Itagibá, Lajedo do Tabocal, Jequié, Itiruçu, Jaguaquara e outros, também sinaliza a mesma condição de risco. São 142 municípios baianos em risco e outros 178 aparecem em sinal de alerta, totalizando 320 cidades em situação de alerta ou risco de surto de dengue, zika e chikungunya no estado.

Com a obtenção do resultado do levantamento, o Ministério da Saúde reforça a necessidade de dar mais atenção nas ações de combate ao mosquito.  “A prevenção não pode ser interrompida, mesmo no período mais frio do ano” alerta o secretário de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, Osnei Okumoto. Segundo o secretário, a continuidade das ações é importante para manter baixos os índices de infestação, justamente para quando chegar a época de maior proliferação. 

O Levantamento Rápido de Índices por Aedes aegypti (LIRAa), é um instrumento fundamental para o controle do vetor e das doenças (dengue, zika e chikungunya). Com base nas informações coletadas, o gestor pode identificar os bairros onde estão concentrados os focos de reprodução do mosquito, bem como o tipo de criadouro predominante. O objetivo é que, com a realização do levantamento, os municípios tenham melhores condições de fazer o planejamento das ações de combate e controle do mosquito.

Ipiaú Online / Ministério da Saúde