Ibirataia: No auge da crise, Câmara aprova 13º e férias remuneradas para vereadores

Câmara1p

Em meio a uma grave crise econômica que tem forçado o Governo Federal a mexer nas aposentadorias e pensões a fim de equilbirar as contas, uma lei chamou a atenção dos brasileiros em novembro do ano passado: a decisão do Supremo Tribunal de liberar a previsão de pagamento de 13º salário para vereadores e prefeitos.

A sanção do pagamento, entretanto, ficaria a cargo da aprovação de cada município. Na ocasião, o presidente da União dos Prefeitos da Bahia (UPB), Eures Ribeiro, chegou a afirmar que, apesar da determinação, a maior parte das prefeituras não teria condições financeiras de pagar o 13°, devido a situação de penúria nas contas públicas que tem gerado muitas demissões.

Como se não houvesse crise, a Câmara Municipal de Ibirataia concordou em aumentar seus gastos, não só aprovando o 13º salário para os vereadores como ainda concedendo aos parlamentares da cidade o direito a férias remuneradas com pagamento de um terço no valor dos subsídios. A aprovação da Lei Municipal Nº 1138, de 12 de dezembro de 2017,  garante a cada vereador de Ibirataia o acréscimo de um doze avos do subsídio mensal como  décimo terceiro salário. A lei prevê ainda que, caso não haja recursos suficientes para pagamento, um pedido de suplementação de verbas possa ser feito pela Câmara ao Executivo com esta finalidade.

A lei foi sancionada pela prefeita Ana Cléia (PSD ) na última quinta feira (18).

Ipiaú on Line / Com informações de Rahiana Costa – Ibirataia Notícias