Família que tem 15 pessoas com 6 dedos, nas mãos e nos pés, diz que confia no hexa

Com seis dedos nas mãos e nos pés, os 15 membros da família Silva viraram uma espécie de “amuleto de sorte” da seleção brasileira em Brasília. Desde o Mundial em 2014 eles decidiram aproveitar a variação genética para incentivar o Brasil rumo à conquista do sexto título mundial.

A história dos Silva foi revelada pelo G1 durante a Copa do Mundo no Brasil e, à época, ganhou repercussão internacional. Desde então, nasceu mais um Silva com seis dedos e eles são procurados para dar palpites sobre a seleção e também para falar sobre a mutação genética.

A anomalia – termo médico para a diferença – começou com um dos pioneiros de Brasília, Francisco de Assis Carvalho da Silva, já falecido. Conhecido como “Six”, ele era advogado e músico. Ganhou notoriedade por causa do dedo extra e também por ser um dos fundadores do Clube do Choro, um espaço tradicional da música em Brasília.

Apesar da conquista do hexa não ter ocorrido na Copa de 2014, os Silva dizem estar confiantes que dessa vez o Brasil conquista a Copa. “O hexa tem que sair, estamos confiantes. A seleção está muito boa”, diz a administradora Silvia dos Santos Silva.

G1