PSOL da Bahia elegeu nova diretoria

O PSOL da Bahia elegeu, neste domingo (1º), novo presidente. De acordo com o A Tarde, Ronaldo Santos, vai comandar o partido nos próximos dois anos, em substituição ao geólogo Marcos Mendes. Ele foi eleito presidente com o voto de 123 delegados dos 338 presentes, neste domingo, 1º, no Congresso Estadual realizado no Hotel Sol Barra, em Salvador. Ronaldo Santos disse que terá como desafio imediato preparar o partido para as eleições de 2016. Vice de Marcos Mendes na chapa que disputou o governo em 2014, ele confirmou que o PSOL terá candidato a prefeito na Capital e em outros 150 municípios baianos. Os dois outros adversários de Santos, o vereador de Salvador, Hilton Coelho, e o secretário de Comunicação do partido, Fábio Nogueira, receberam, respectivamente, 82 e 115 votos.

 


Transexual é pré candidata à prefeitura de Alagoinhas

O PSOL define o candidato a prefeito de Salvador daqui a 15 dias, no congresso municipal, agendado para  14 e 15 de novembro. Paralelamente, será realizado o congresso de Alagoinhas, que já tem como pré-candidata a militante Samara Braga.

“Somos o primeiro partido, em todo o país, a apresentar uma candidata transexual para a prefeitura”, diz o presidente estadual do partido,  Marcos Mendes, que apóia a candidata do município situado a 117 quilômetros de Salvador.

A Tarde



Deputado Cacá Leão cai do cavalo, fratura uma perna e é internado para cirurgia

Cacá Leão foi vítima de um acidente ocorrido neste sábado (31/10), em Barra do Jacuípe, localidade do município de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador. O deputado federal e filho do vice-governador João Leão (PP) fraturou uma perna após cair de um cavalo durante competição, segundo informações publicadas no site Bocão News.

Cacá foi socorrido ao Hospital São Rafael, em Salvador, e deverá ser submetido a procedimento cirúrgico para implantação de um pino, conforme informou o site. A redação do Blog Marcos Frahm manteve contato com a assessoria do parlamentar, que confirmou o ocorrido, tendo informado que o deputado passa bem, apesar da fratura. 

M.Frahn

Câmara de Vereadores de Apuarema tem contas rejeitadas pelo TCM

As contas de 2014 da câmara de Apuarema, no sul da Bahia, na gestão de Joedário de Jesus Santana, foram rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios, na sessão desta terça-feira (27), com imputação de multa no valor de R$ 2.500,00 e determinação de ressarcimento aos cofres municipais na ordem de R$15.915,46, com recursos pessoais, pela ausência de comprovantes de despesas.

As contas foram rejeitadas em função da indisponibilidade financeira na quantia de R$ 284,49 para quitação dos restos a pagar e despesas de exercícios anteriores, em descumprimento ao disposto no art. 42 da Lei de Responsabilidade Fiscal, e da realização de despesas no montante de R$ 606.443,69, ultrapassando o limite previsto no art. 29-A da Constituição Federal.

Cabe recurso da decisão.

Fonte: TCM

Ipiaú: Cezário e senador Otto Alencar planejam ação conjunta de socorro à Mirabela

Respaldando a preocupação generalizada que existe hoje na região de Ipiaú com relação ao futuro do projeto Santa Rita de Mineração, gerido pela empresa Mirabela, grupo de ipiauenses liderado por Cezário Costa esteve esta semana reunido com o senador Otto Alencar ( PSD) visando encontrar soluções para evitar o agravamento da já prolongada crise no setor, que tem gerado centenas de demissões, abalando a economia regional.

Na oportunidade, acompanhado do consultor administrativo Antônio Roberto Evangelista e do jovem San Moreira, Cezário recebeu do senador a promessa de que o pleito deverá ser levado ao conhecimento do governador Rui Costa para que medidas de socorro ao empreendimento sejam tomadas pelo poder público estadual.

Em tempo, está sendo programado um grande evento de lançamento do PSD em Ipiaú, que deverá contar com a presença de Otto Alencar, dentre outras lideranças.

Ipiaú on Line


Cunha chama de “fofoca” notícia de suposto parecer favorável a impeachment

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), refutou na terça feira (27) matérias publicadas em alguns portais de internet sobre um suposto parecer da assessoria técnica da Casa favorável ao pedido de impeachment da presidenta Dilma Rousseff.

“Eu quero afirmar com toda a veemência: não existe nenhum parecer que eu tenha conhecimento, nenhuma parte da consultoria que tenha chegado até mim. Desconheço qualquer parecer, ninguém me comunicou nada”, disse Cunha após o encerramento da ordem do dia.

A informação diz respeito ao pedido protocolado, com o apoio da oposição, pelos juristas Hélio Bicudo, Miguel Reale e Janaína Paschoal. No documento, os juristas argumentam que a presidenta Dilma deve ser processada devido à recomendação feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU) pela rejeição das contas de 2014 e pelo atraso no repasse de recursos em 2015.

Questionado se as matérias tinham a intenção de “emparedá-lo” para acatar o pedido de impeachment, Cunha disse que esse tipo de pressão é normal. “O que a gente não pode é deixar que a fofoca vire notícia”, rebateu.

Segundo as notícias publicadas, o suposto parecer da assessoria da Secretaria-Geral da Mesa Diretora da Câmara, seria encaminhado ao presidente da Casa ainda esta semana. “Se algum consultor está preparando parecer, está com a sua opinião formada e vazou sua opinião antes que chegasse ao conhecimento da Presidência da Casa, ele cometeu um ato irresponsável com esse vazamento, porque passa a impressão de que está sendo tomada uma decisão de algo que não foi decidido. A responsabilidade que este tipo de procedimento [impeachment] tem, não dá para deixar para a fofoca preponderar”, disse.

Ao responder sobre o assunto, Cunha foi enérgico, negou veementemente que tenha tido conhecimento de qualquer parecer. “Mesmo que haja 200 pareceres, a palavra final é do presidente. Não significa que eles têm que ser seguidos pela presidência. Eles servem de assessoramento, não são determinantes para o que vai ser feito”, disse.

Tribuna da Bahia

Rui cita atrasos na Fiol e Porto e culpa burocratas que estariam atrasando a Bahia

Uma ordem de serviço para a requalificação de 55 vias nos bairros Comércio e Calçada foi assinada pelo governador Rui Costa (PT), na manhã dessa segunda-feira (26). Durante a cerimônia, Rui falou sobre os atrasos nas obras da Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol) e também no Terminal Marítimo de Passageiros do Porto de Salvador, localizado no bairro do Comércio. Assunto já comentado pelo petista em outras entrevistas ao Grupo Metrópole.

“Vou ao Tribunal de Contas da União (TCU) agilizar essas questões. O Brasil precisa acabar com a burocracia, ninguém aguenta mais tanta burocracia. Um terminal de passageiros parado há mais de um ano é um absurdo. A Bahia está sendo prejudicada por meia dúzia de técnicos burocratas. Quero saber se o legislativo concorda com o TCU que a Fiol não deve ser construído em sua totalidade. Ferrovia em qualquer lugar do mundo é sinônimo de desenvolvimento”, disse o governador. 

A Fiol fará uma integração de longa distância que interligará, por trilhos, as regiões Norte, Centro-Oeste e Nordeste. Os custos da obra, iniciada em 2011, estão orçados em R$ 850 milhões. A previsão para conclusão de um primeiro trecho era em 2012. Já o Terminal Marítimo deve começar a funcionar no final de janeiro de 2016.

Sobre o a obra do terminal, Rui ainda afirmou que ala não está isolada e reforçou a cobrança pela agilidade. “Essa obra se articula com um centro de convenções com vista para a Baía de Todos os Santos que teremos aqui no Comércio. Eu já pedi ao governo federal. Quero chamar os baianos para se fazerem presentes no TCU e no Congresso Nacional para pedirem o fim da burocracia e que órgãos responsáveis deixem de atrasar. Estão atrapalhado muito a geração de emprego em toda a Bahia. Temos o equipamento pronto parado há mais de um ano e sem funcionar, podendo oferecer um atendimento melhor ao turista”, falou.

Ex-gerente diz que propinas na Petrobras remontam à década de 1970

O ex-gerente-geral do setor Internacional da Petrobras Eduardo Musa disse que desde 1978, quando entrou na estatal por concurso, ouve falar de pagamento de propina. Musa é um dos colaboradores da Operação Lava Jato, que investiga casos de corrupção na estatal fundada em 1953. De acordo com o Estadão, a afirmação foi feita em delação premiada [que exige provas em troca de redução de penas] e indica que os esquemas de corrupção já estavam em curso quase 40 anos antes de a Polícia Federal ter deflagrado a Lava Jato. A operação investiga o período entre 2004 e 2014.

A reportagem do Estadão teve acesso à íntegra do depoimento de Musa, que disse ter prestado serviços à petrolífera até 2009. O ex-gerente era subordinado a dois ex-diretores da Petrobras presos em Curitiba – Nestor Cerveró e Jorge Zelada, dois dos principais operadores do esquema de corrupção – na área Internacional, apontada como cota do PMDB. Ainda na delação, Musa disse ter ouvido que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), dava a “palavra final” sobre o comando da diretoria Internacional da petrolífera – ao lado do senador Fernando Collor (PTB-AL).

Ainda segundo o delator, um contrato de US$ 1,6 bilhão firmado entre o Grupo Schahin e a Petrobras para operação de um navio-sonda, com vigência entre 2006 e 2007, fez parte da quitação de uma dívida eleitoral do PT com a estatal. A campanha beneficiada, diz Musa, foi a de reeleição do ex-presidente Lula, que derrotou o tucano Geraldo Alckmin, em segundo turno, em 29 de outubro de 2006.

Bahia Notícias


Itaju do Colônia: Vereador é flagrado com mulher casada e foge nu pela cidade

Um vereador de Itaju do Colônia, no sul da Bahia, passou por maus bocados nesta semana. De acordo com informações de veículos de comunicação da cidade, o vereador foi flagrado na zona rural do município com uma mulher casada.

De acordo com o blogueiro do Fábio Borges, o marido da mulher ficou revoltado ao flagrar os dois e agrediu o vereador que deixou a casa sem nem mesmo vestir as roupas. 

Segundo testemunhas, na fuga, o vereador deixou o carro na casa da amante. O marido da mulher, revoltado Não satisfeito, o marido traído acabou destruindo o carro do político. 

Bocão News

STF manda bloquear e repatriar dinheiro de Cunha na Suíça

O ministro Teori Zavascki, relator da Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta quinta-feira a transferência do dinheiro depositado em nome do presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na Suíça. Segundo o Ministério Público Federal, são aproximadamente 2,5 milhões de francos suíços, equivalentes a cerca de R$ 9,6 milhões. O dinheiro está bloqueado na Suíça e, por decisão do ministro, será mantido da mesma forma no Brasil, em uma conta judicial.

“Tem-se como justificada a necessidade da medida requerida, pois efetivamente demonstrada a existência de indícios suficientes de que os valores eram provenientes de atividades criminosas diante da farta documentação apresentada pelo Ministério Público, assim como há o evidente risco de desbloqueio dos valores com a consequente dissipação dos valores, uma vez que houve a formal transferência das investigações pelas autoridade suíças”, escreveu o ministro.

Pela decisão, a transferência dos valores será feita com base no Tratado de Cooperação Jurídica firmado com a Confederação Suíça, conforme o Decreto 6.974, de 2009. A legislação trata da adoção de medidas de auxílio na prevenção e na investigação penal e tem como pressuposto um sistema eficiente de comunicação, de troca de informações, de compartilhamento de provas, além de tomada de decisões e de execução de medidas preventivas e investigatórias.

Ainda segundo Zavascki, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, fica autorizado a “promover as diligências correspondentes junto à Autoridade Central brasileira” – ou seja, cabe a Janot a interface brasileira na cooperação.

O pedido de sequestro e bloqueio dos valores foi feito pelo procurador-geral na semana passada, junto com o pedido de abertura do novo inquérito para apurar a origem do dinheiro mantido na Suíça. O objetivo da medida é assegurar o ressarcimento dos cofres públicos, se ficar comprovado ao fim do processo que o dinheiro é fruto de crime.

Segundo as investigações realizadas pelas autoridades suíças, Cunha era titular de três contas na Suíça e a mulher dele, Cláudia Cruz, era titular de outra. Duas das contas de Cunha foram encerradas antes que as autoridades suíças conseguissem bloquear o valor. As outras duas contas tinham saldo de 2,39 milhões de francos suíços e de 176 mil francos suíços. O dinheiro teria sido proveniente de pagamento propina referente a contratos da Petrobras.

No inquérito aberto no STF, também são investigadas a mulher de Cunha e uma das filhas dele, Danielle Dytz da Cunha Dotorovitch. A suspeita é de que os três tenham cometidos crimes de evasão de divisas e lavagem de dinheiro. O deputado também é suspeito de corrupção.

Também hoje, o STF negou o pedido de Cunha para que a investigação do caso corra em segredo de justiça. As investigações tratam das contas mantidas na Suíça por ele. Também são alvo do inquérito a mulher do parlamentar, Cláudia Cruz, e a filha dele, Danielle Dytz da Cunha Doctorovitch. Segundo relatório do Ministério Público suíço, Cláudia Cruz pagou US$ 59,7 mil por aulas de tênis no centro de treinamento do ex-tenista Nick Bollettieri em Bradenton, na Flórida, em julho de 2008.

De acordo com documentação enviada pelo Ministério Público suíço ao Brasil, para abrir contas na Suíça, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), usou um esquema internacional de laranjas que está a serviço de quem quer ter dinheiro no exterior sem deixar rastros. A empresa offshore que aparece nos registros da conta de Cunha no banco Julius Baer tem controladores que aparecem como presidentes, diretores ou procuradores em outras 400 empresas no Panamá, um conhecido paraíso fiscal.

O Globo

Radialista Elton Bispo entra na disputa eleitoral em Itagí

O radialista Elton Bispo (Gielton) está cotado para ser o pré-candidato a vice-prefeito na chapa composta pelo médico Olival Andrade, nas eleições municipais na cidade de Itagí.

Na eleição passada o médico Olival Andrade perdeu as disputas em Itagí por apenas 4 votos de diferença, perdendo para o atual prefeito Railton Ramos (PT). A corrida eleitoral no ano (2016) que vem promete pegar fogo na cidade, Railton é candidato natural a reeleição, ainda vão entra no páreo o grupo do Padre João e o grupo de Olival Andrade.

Gielton Bispo é natural de Itagí, atualmente é o ancora do rádio jornalismo da Cidade Sol FM, apresentando diariamente o programa Conexão, as 6:30 da manhã. Filho de seu Dão e Dona Lindaura, pai de dois filhos, milita no rádio e na política desde a adolescência.

Junior Mascote


Aprovação de Rui Costa cresce e chega a 59,5%, diz instituto

A aprovação do governador Rui Costa (PT) cresceu e chega a 59,5% entre os baianos. Segundo levantamento do Instituto Paraná Pesquisas, 33,6% desaprovam a gestão do petista e 6,9% não sabem ou não opinaram. Em julho deste ano, 57,1% dos pesquisados aprovavam o governo de Rui, enquanto a desaprovação chegava a 36,5%. Entre os ouvidos, a Saúde foi apontada por 32,8% como principal problema do estado, seguida por Segurança Pública (23,6%) e Desemprego (12,1%). A pesquisa ouviu 643 pessoas entre 10 e 15 de outubro de 2015.

Bahia Notícias



Justiça Federal encaminha ao STF petição para investigar Nardes

A Justiça Federal de Brasília decidiu encaminhar ao Supremo Tribunal Federal (STF) a petição do Ministério Público Federal (MPF) para investigar o ministro do Tribunal de Contas da União Augusto Nardes por suspeita de ter recebido dinheiro de uma das empresas citadas na Operação Zelotes. 

O deputado federal Afonso Motta (PDT-RS), que foi vice-presidente jurídico e institucional da RBS, afiliada da Rede Globo, também é mencionado na petição. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, a RBS discutia no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) uma multa aplicada pela Receita Federal e contratou, por R$ 11,9 milhões, a firma SGR Consultoria, pertencente a um ex-conselheiro do Carf, José Ricardo da Silva. Silva pagou, entre dezembro de 2011 e janeiro de 2012, R$ 2,55 milhões à firma Planalto, pertencente ao sobrinho de Nardes, Carlos Juliano. A empresa teve como sócio, até 2005, o próprio ministro. 

Bahia Notícias

Mirante: prefeito é condenado por fraude em censo para elevar repasse do FPM

O prefeito de Mirante, Hélio Ramos Silva (PMDB), no Sudoeste baiano, e quatro servidores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) foram condenados pela Justiça Federal por fraude no censo demográfico, com a finalidade de elevar o repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O Ministério Público Federal pediu a condenação do gestor por improbidade administrativa porque ele e os outros réus forjaram o número de habitantes da cidade.

Além de Hélio Ramos, então secretário municipal de Administração e Finanças, foram condenados os servidores do IBGE Cristiano Nolasco Meira Paraguai, agente censitário supervisor, Marcelo de Carvalho Lima, agente recenseador e primo de Hélio Ramos, Geraldo Santos Carvalho agente recenseador, então servidor público municipal, e Ubirajara Silva Pereira, coordenador de subárea.

A conduta foi orquestrada por Hélio Ramos, que escalou Marcelo Lima e Geraldo Santos para a fraude. Os agentes recenseadores recebiam formulários já preenchidos de outros recenseadores e incluíam dados falsos, executando ilegalmente funções da agente censitária municipal, contando, para isso, com a permissão de Cristiano Nolasco.

Ubirajara Pereira é acusado de não agir, mesmo tendo a função de supervisionar as atividades e estando ciente das evidências de fraude. A ação permitiu o aumento do coeficiente municipal de Mirante no FPM em 0,2%, além de ter repercussões eleitorais, pois legitima transferências ilegais e a criação de eleitores fantasmas.

Os réus Hélio Ramos Silva, Cristiano Nolasco Meira Paraguai, Geraldo Santos Carvalho e Marcelo de Carvalho Lima foram condenados ao pagamento de multa civil equivalente a duas vezes o valor do dano, proibição de contratar com o Poder Público e dele receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios pelo prazo de três anos.

Após, o trânsito em julgado da condenação, os direitos políticos dos servidores ficarão suspensos por cinco anos e eles perderão o cargo ou função que estiverem exercendo. Ubirajara Pereira terá seus direitos políticos suspensos por três anos e deverá pagar multa civil no valor de dez mil reais.

Bocão News

Aprovação de Rui Costa chega a 59,5%, diz pesquisa

Um levantamento realizado na Bahia pelo Instituto Paraná Pesquisas mostrou que a gestão do governador Rui Costa (PT) recebeu a aprovação de 59,5% dos entrevistados. A administração do petista teve desaprovação de 33,6%, enquanto os que não souberam ou não opinaram somam 6,9%.

O Instituto ouviu 1.325 eleitores em 70 municípios, entre os dias 9 e 14 de outubro. O grau de confiança é de 95% e a margem de erro é de 3% para os resultados gerais.

Bocão News