Agenda Ipiaú 2033: Municipalização do ITR é uma saída para o desenvolvimento rural de Ipiaú

Como bem sabemos, na economia capitalista não há almoço grátis. Se um não paga aqui por seu próprio custo,alguém pagará acolá. No ano de 2015, o governo federal arrecadou em Ipiaú, somente com receitas fiscais (via Darf – exceto INSS),cerca de R$ 14 milhões, ao passo que transferiu ao município R$ 61 milhões em igual período.Ora, se olharmos por este prisma pode-se concluir que Ipiaú é um peso a União em R$ 47 milhões por ano (fora o rombo ao INSS e o Bolsa Família). Atualmente, cerca de 90% das receitas que compõem o Orçamento Anual municipal (LOA), vêm de transferência inter governamentais, dos entes Federal e Estadual. Ignorar o problema, de certo modo é o mesmo que se fazer de morto, para ver se alguém o carregue. A primeira vista pode parecer esperteza nossa, fazer a refeição sem pagar na integra pelo que comemos.

(mais…)


Agenda Ipiaú 2033: Cristiano Almeida propõe município adotar moeda social

 

Agenda Ipiaú 2033: Bancos Sociais – Crenças para que te quero?

Em setembro de 2015, a Receita Federal do Brasil divulgou estudo que apontava, que se a CPMF fosse implantada para vigorar no ano exercício de 2016, com uma alíquota de 0,2% sobre todas as transações bancárias de pessoas físicas e empresas, a estimativa da arrecadação atingiria os R$ 32 bilhões no ano, aos cofres do governo federal.

(mais…)



Agenda Ipiaú 2033: Urbanista Charles Fernandes traz propostas para o Parque da Cidade

Urbanista Charles Fernandes propõe parque linear do Água Branca como elemento fundamental na estruturação da expansão urbana de Ipiaú. Confira:

É possível garantir agora um bom ordenamento do desenvolvimento urbano de Ipiaú para 2033? A resposta é: depende! Pois depende de partir de definições legais das áreas verdes e da preservação dos recursos hídricos hoje, para lá em 2033, Ipiaú poder colher os frutos do que plantar e zelar, ordenadamente ao longo das décadas.

A exemplo da minha cidade Indaiatuba, ao meu ver, uma pérola em desenvolvimento econômico e urbano,localizada na região metropolitana de Campinas, interior do estado de São Paulo; conseguimos a partir de muita luta e da promulgação de leis, que ainda em 2005, foram predefinidas Políticas Públicas Municipais, e desde então viemos implantando um grande parque municipal a partir de um projeto que não se encerra na iniciativas imediatistas de governos passageiros, mas sim, na sequência incremental ao longo das décadas, com foco na gestão dos recursos hídricos… que aliás, quem se interessar, poderá consultá-las no site:www.indaiatuba.sp.gov.br, onde poderá encontrar tais planos e projetos oficiais, com a devida mensuração e clareza necessária a fundamentação de um Plano dessa envergadura, abaixo resumido

(mais…)

Agenda Ipiaú 2033: Arquiteto e urbanista Elson Andrade comenta idéias para o centenário

Nesta feita, venho a público, reconhecer e aplaudir a inteligente e desafiadora iniciativa do Ipiaú On Line (IOL), através da pessoa do ilustre empresário, ipiauense, jornalista, radialista, músico, experiente e internacional visionário, Celso Rommel; que acaba de lançar a Coluna de Opinião Popular, intitulada: AGENDA IPIAÚ 2033.

A coluna tem por objetivo publicar periodicamente, artigos futuristas – socioeconômicos, organizacionais e culturais, a ser produzidos por diversos e ilustres cidadãos pensadores, influentes, de Ipiaú e região, sobre a cidade que queremos em 2033, quando Ipiaú completará 100 anos de sua emancipação política.

Os candidatos a apresentarem artigos deste naipe, deverão entrar em contato com a produção do IOL, através dos números de What´s App (73) 98864-3326 (Celso) ou 98898-3064 (Noel). Também podem enviar e-mails para [email protected] ou através da página do Facebook: https://www.facebook.com/siteipiauonline/

(mais…)

Ipiaú Agenda 100 anos: Que cidade queremos para 2033?

O IPIAÚ ON LINE inicia esta semana uma série de reportagens visando debater o futuro da Terra de Rio Novo, a cidade polo da região que tem na sua base o desejo pelo desenvolvimento frustrado por várias crises, desde a cacaueira até a decepção com o ciclo do minério.

O tempo passa. Para quem tem meia idade a inauguração da Praça do Cinquentenário ainda está na memória. Acontece que já estamos completando este ano 85 anos de emancipação política. Ou seja: em 16 anos estaremos chegando ao centenário de Ipiaú, em 2033.

Quem ama sua terra quer ver o progresso chegando para evitar o crescimento da criminalidade; gerando empregos de qualidade visando que nossos filhos não tenham que migrar para os grandes centros, aumentando a renda com novos investimentos e assim trazendo a qualidade de vida tão sonhada.

Esse objetivo requer planejamento. Por não ter sido feito esse planejamento na formação da cidade é que hoje convivemos com ruas estreitas no centro, onde o trânsito e estacionamento de veículos se tornaram problemas de difícil solução. A geração que abriu essas ruas não pensou que teríamos no futuro um tráfego tão intenso. O erro se repete. Sem planejamento continuamos fazendo bairros onde as casas chegaram antes do esgotamento sanitário ou mesmo da iluminação pública.

Registro da Praça Rui Barbosa, no centro da cidade, nos idos dos anos 30

Continuando assim, a tendência é termos no centenário de Ipiaú um aumento da pobreza, da marginalidade e do subemprego.

Existem saídas que dependem de soluções administrativas, que só podem ser atingidas se desvinculadas de partidos ou grupos políticos. Os futuros prefeitos ou prefeitas precisarão ter o compromisso da continuidade das obras e projetos, gestão após gestão, já que as grandes obras não ficam prontas em quatro anos.

Para ajudar essa reflexão, estamos convidando a comunidade ipiauense, especialmente seus pensadores, a nos enviar idéias. Que Ipiaú queremos para 2033 e o que é necessário para que esse desejo de uma vida melhor se torne realidade?

Celso Rommel