Cantora Aline Barros é processada por ex-funcionária e terá de pagar R$200 mil

A cantora gospel Aline Barros foi ré em um processo na 21º vara do Trabalho, e acabou condenada pelo juiz Paulo Rogério dos Santos, a pagar indenização a uma ex-funcionária, Marcela da Costa Macedo.

Segundo informações associadas ao processo, Marcela, que foi assistente da cantora, processou Aline Barros por não receber comissões devidas de shows e diversos trabalhos que haviam sido realizados enquanto trabalhava com a artista.

O juiz determinou que Aline Barros indenize sua ex-assistente com a quantia de R$ 200 mil. Segundo  o blog do colunista Léo Dias, o processo corre na justiça e pode ser consultado através  do número 0100337-23.2016.5.01.0021.

 Léo Dias