Bélgica vence a Inglaterra, passa em 1º e vai para mesma chave do Brasil

O temor de uma grande “marmelada”, com os dois times brigando pela derrota para evitar a primeira colocação do Grupo G (e um chaveamento mais difícil na fase de mata-mata), não se confirmou. Bélgica e Inglaterra jogaram com times reservas, é verdade. Mas, exceto por alguns momentos de tédio no primeiro tempo, quando muitos torcedores vaiaram as duas equipes, belgas e ingleses fizeram um jogo limpo, aberto, com vitória dos “Diabos Vermelhos” por 1 a 0 – gol de Adnam Januzaj, ex-jogador do Manchester United e atualmente na Real Sociedad. Com a vitória, a Bélgica termina a primeira fase com a melhor campanha no geral, mas cai, ironicamente, na chave considerada mais difícil, podendo pegar o Brasil nas quartas, e França, Argentina, Uruguai ou Portugal na semifinal.

Líder do Grupo G, a Bélgica pega o Japão, segundo do Grupo H, na segunda-feira, às 15h (de Brasília), em Rostov. Já a Inglaterra encara a Colômbia, terça-feira, também às 15h, no estádio do Spartak, em Moscou.

A Bélgica entrou em campo com três amarelos, contra dois dos ingleses. E só os belgas foram advertidos na etapa inicial: primeiro Tielemans, depois Dendoncker, ambos por falta em Danny Rose. Se o jogo terminasse empatado, Bélgica e Inglaterra ficariam iguais em pontos e gols, e a liderança do Grupo G seria definida no Fair Play – neste caso, daria Inglaterra, com apenas duas advertências no total, contra cinco dos belgas. Vale ressaltar que os dois cartões da Bélgica foram com o jogo ainda em 0 a 0, e muitos torcedores belgas comemoraram as advertências.

G1