Bahia: Bala perdida no gabinete do deputado Leur Lomanto

 

 

O deputado Leur Lomanto (MDB) adentrou o seu gabinete no terceiro andar do Anexo Wilson Lins e teve uma surpresa: uma vidraça estava estilhaçada e na mesa, uma bala.

De onde teria saído a tal bala perdida? O presidente Angelo Coronel (PSD) chamou a polícia para tentar esclarecer o caso. Quer saber se a bala perdida é do mesmo calibre dos policiais da PM que fazem a ronda da área ou não.

— Pode ser que algum deles estivesse treinando e a bala ricocheteou. Estou aguardando o resultado.

Estranhíssimo — Leur, o líder da oposição da época (hoje é Luciano Ribeiro, do DEM), se diz tão surpreso quanto perplexo:

— É estranhíssimo. Eu não tenho inimigos, ninguém quer me matar.

O tititi da rádio corredor também ocupou o seu tempo com a Fonte Nova, mas nem por isso passou batido. Alguns governistas dizem que pode ser armação da oposição para dizer que a insegurança no Estado chegou até eles.

Levi Vasconcelos / A Tarde