Aprovado em primeira votação projeto que prevê recondução de Conselheiro Tutelar

Foi aprovado em primeira votação na quarta feira (11)  Câmara dos Deputados em Brasília o projeto de Lei de autoria do deputado federal Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) n° 7879/2017, que prevê a recondução do cargo de Conselheiro Tutelar. A proposta altera a Lei n° 8.069, de 13 de julho de 1990 (Estatuto da Criança e do Adolescente). Atualmente, é permitida a recondução dos membros dos Conselhos Tutelares por apenas uma vez.

Em sua justificava, Sóstenes afirma que essa política tem prejudicado a boa gestão e a condução dos Conselhos, que perde periodicamente parte de seus melhores quadros, deixando de contar com seus membros mais experientes por conta dessa inadequação na legislação.

“Apresentei este projeto na Câmara, porque entendo que seria mais vantajoso permitir que a população exerça plenamente seu poder de escolha a cada eleição, reconduzindo os representantes com as melhores atuações e substituindo aqueles que efetivamente mereçam ser substituídos”, declarou Sóstenes.

A recondução sem limites, foi aprovada na Comissão de Seguridade Social e família, agora seguirá para CCJ para ser votada pelos Deputados e depois segue para o Senado”