Rio: Ator Darlan Cunha, o ‘Laranjinha’, é preso durante abordagem

unnamed
O ator da Rede Globo de Televisão, Darlan Cunha foi preso na última sexta-feira (02 de fevereiro 2018) no Rio de Janeiro. A prisão aconteceu na Rua do Rosário, no Morro da Babilônia, durante abordagens de rotina realizadas pela a Unidade de Polícia Pacificadora (UPP).
Darlan ficou nacionalmente muito conhecido por interpretar “Laranjinha” na série Cidade dos Homens, entre (2002 a 2005) e também Filé-com-Fritas no filme Cidade de Deus e Duca, no filme Meu Tio Matou Um Cara.
Havia contra Darlan um Mandado de Prisão em aberto, por crime de agressão e cárcere privado. Segundo a justiça carioca, em 2013, o ator teria praticado tais crimes contra uma namorada, menor de idade.
Polícia MG

“Qualquer ser humano tem que ter uma segunda chance”, diz Macarrão ao deixar prisão

Macarrão2
(Foto: Pleno News)

Luiz Henrique Romão, conhecido por Macarrão, foi solto nesta sexta-feira(2) após oito anos preso pela participação no crime contra a modelo Elisa Samudio, em 2010. Ele vai cumprir o restante da pena em regime aberto domiciliar.

pontado pela Justiça como comparsa do ex-goleiro do Flamengo, Bruno, Macarrão afirmou em entrevista que se envolveu na ação criminosa por ganância. Ele também disse merecer uma segunda chance. “Infelizmente não tem como voltar atrás. […] Acho que qualquer ser humano tem que ter uma segunda chance”, afirmou ao sair do Complexo Penitenciário, em Minas Gerais.

Atualiza Bahia


Prorrogadas inscrições para o processo seletivo do Hemoba: 15 de março

grande-186253

O prazo para as inscrições do Processo Seletivo da Hemoba – Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia foi prorrogado para o próximo dia 15 de março.

A partir do dia 23 deste mês, candidato deverá conferir no endereço eletrônico –www.ibfc.org.br – a situação de sua inscrição: se os dados foram recebidos e o pagamento processado. Se tiver alguma dúvida, o candidato pode entrar em contato com o Serviço de Atendimento ao Candidato – SAC do IBFC, pelo telefone (11) 4788-1430, de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas (horário de Brasília, DF).

As taxas de inscrição são de R$ 40, para candidatos do nível médio/técnico e R$ 60, para cargos de nível superior. As inscrições para o processo são realizadas via Internet, através do site www.ibfc.org.br.

Jequié Urgente


Vítima de estupro tira foto durante o crime, envia pelo WhatsApp e acusado acaba preso

Suspeito de ter abusado da professora foi preso na quarta-feira (28) em Petrópolis (Foto: Polícia Civil | Divulgação)
Acusado de ter abusado da professora foi preso na quarta-feira (28) em Petrópolis (Foto: Polícia Civil / Divulgação)

Um homem suspeito de abusar de uma professora em Petrópolis, na Região Serrana do Rio, foi identificado por meio de uma foto tirada e enviada pela própria vítima, por WhatsApp, a um amigo.

Segundo a polícia, a professora, de 26 anos, foi colocada à força dentro do carro na Praça da Liberdade, no Centro, e levada para o bairro Mosela, onde aconteceu o crime.

O delegado Claudio Batista Teixeira da 105ª Delegacia de Polícia afirma que a professora retornava para casa depois de participar das festividades do carnaval quando foi surpreendida com a aproximação do suspeito.

Após ter sido levada até a Mosela, a professora disse à polícia que conseguiu fazer a foto pegando uma parte do rosto do homem, mas afirmou que quando ele percebeu que estava tirando foto, tomou o celular da mão dela.

Segundo a polícia, homem abordou mulher na Praça da Liberdade, a obrigou a entrar no carro (cinza) e a levou até o local do crime, em Petrópolis, no RJ (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Segundo a polícia, homem abordou mulher na Praça da Liberdade, a obrigou a entrar no carro (cinza) e a levou até o local do crime, em Petrópolis, no RJ (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

A vítima afirmou à polícia que após o abuso conseguiu fugir e, em seguida, foi direto à delegacia registrar a ocorrência.

O investigador Bruno Salerno afirma que analisou as câmeras de segurança das ruas percorridas pelo suspeito, que mostram o carro e a vítima correndo. Ele disse que também foram analisados mais de 200 veículos emplacados em Petrópolis até conseguir identificar o homem.

De acordo com a polícia, o suspeito foi preso na quarta-feira (28), no Alto da Serra, e levado para a 105ª DP.

O delegado Claudio Batista informou que o homem ficou preso e vai responder pelo roubo do celular e pelo crime de estupro.

Jornal Circular

São Paulo: Homem condenado por abusar sexualmente dos filhos é libertado após provar inocência

Há 15 anos ele tentava provar inocência.
Família se abraça após liberdade de pai. Há 15 anos ele tentava provar inocência. (Foto: Reprodução/GloboNews)

‘Quero curtir minha família, o que mais amo’, diz pai libertado após ser condenado injustamente por abusar dos filhos
Atercino Ferreira de Lima Filho foi condenado a 27 anos de prisão por abuso sexual dos filhos quando eles tinham 8 e 6 anos.

O vendedor Atercino Ferreira de Lima Filho, de 51 anos, foi solto na manhã desta sexta-feira (2) após quase um ano preso injustamente. Ele foi condenado a 27 anos pela acusação de abusar sexualmente dos filhos de 8 e 6 anos. Atercino estava na penitenciária desde abril de 2017.

Nesta quinta-feira (1º), o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) absolveu Atercino por unanimidade. A absolvição foi fundamentada nos depoimentos dos próprios filhos do vendedor. Eles contaram que foram obrigados a mentir quando eram crianças, para prejudicar o pai, que estava separado da mãe. Atercino tentou provar sua inocência por 15 anos.

“Gostaria de agradecer a Deus muito, a minha esposa, aos meus amigos”, afirmou ao sair da Penitenciária José Parada Neto, em Guarulhos, na Grande São Paulo. (mais…)


Ibirataia: 4 morrem após confronto com a CIPE Central

Na manhã deste sábado (03), os moradores da pacata Ibirataia foram surpreendidos com as informações a cerca da morte de quatro homens após confronto com militares da CIPE Central.

De acordo com informações obtidas pelo IPIAÚ ON LINE, por volta das 05h30 deste sábado, a Polícia Militar interceptou um veículo Nissan Match, de cor branca, placa policial PYP-7403, em uma das rodovias de acesso à cidade de Ibirataia, nas imediações da Fazenda Sempre Viva, quando durante a abordagem, os 04 homens que se encontravam a bordo do veículo resistiram à ordem de parada.

Foi iniciada uma perseguição ao veículo com os suspeitos, sendo que opondo resistência aos militares, disparos de arma de fogo foram realizados em direção à guarnição, que revidaram a agressão. Deste confronto, os ocupantes do veículo foram alvejados e feridos.

Os homens foram socorridos até o Hospital Geral de Ipiaú, contudo, não resistiram aos ferimentos.

Dois deles já foram identificados. Um deles é Caique de Lima Souza (32), conhecido como “Marreta” e o segundo foi identificado como Celso de Jesus, conhecido como “Babão”.

Caique possuía uma vasta ficha criminal e atualmente estava foragido do Conjunto Penal de Jequié. Ele já foi preso por tráfico de drogas, homicídio e sequestro.

Caique matou sua própria companheira e depois ateou fogo no corpo da mesma. Este caso aconteceu em Ibirapitanga.

Ele também participou do sequestro de um empresário ipiauense em 2015, quando foi baleado e ficou dois dias no mato, sendo capturado após pedir ajuda. essas informações são do blog Ocorrência Policial,

Até o presente momento não foi possível a identificação dos outros dois indivíduos.

A Polícia Civil foi acionada para proceder a identificação dos homens e o serviços do DPT de Jequié irá realizar a busca dos corpos para realizar o serviço de identificação.

Ipiaú On Line

Decisão: Polícia pode fazer busca sem mandado ao sentir cheiro de maconha

2310532

Na contramão das políticas de flexibilização do uso de drogas que vem se espalhando pelo mundo, a Sexta Turma do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que policiais podem fazer busca em casas – sem necessidade de mandato – caso sintam “forte odor de maconha”.

O relator do texto, o ministro Sebastião Reis Júnior, justificou a decisão porque “o referido delito é de natureza permanente, ficando o agente em estado de flagrância enquanto não cessada a permanência”.

Um caso julgado em São Paulo, abriu precedente para a nova determinação. Um homem foi abordado por policiais na rua, e como estava sem documento de identificação, foi acompanhado até a sua residência para ir buscar. Ao chegar no local, os agentes alegaram sentir forte cheiro de maconha, e fizeram a busca dentro da casa. Foram encontradas embalagens, e grande quantidade de drogas (maconha, cocaína, crack).

A defesa do réu alega que a ação foi ilegal, já que os policias não possuíam mandato de busca e apreensão, e as drogas só foram encontradas após entrarem na residência, de acordo com o site Exame.

Na decisão, o ministro escreveu que o acusado “admitiu” que gerenciava o tráfico de drogas “nas ruas Flamengo e Santana do Parnaíba”.

Ubaitaba Urgente